É possível transcrever casamento de português/a sem a certidão de nascimento do nubente estrangeiro.

11315171819

Comentários

  • @Gustavo_Faria

    Não sei se chegou a ver minha postagem um pouco acima, sobre as conservatórias que poderiam aceitar suprimento de certidão:


    Mealhada: registos.mealhada@irn.mj.pt


    Porto: civil.porto@irn.mj.pt


    Quem sabe valeria a pena você enviar consulta a elas.

    Você tem negativa dos cartórios de onde seu avô nasceu?

  • Resposta da Conservatória de Angra do Heroísmo:

    "Bom dia,

    Tratando-se de cidadão ou cidadã portuguesa é sempre obrigatório transcrever todos os atos.

    Com os melhores cumprimentos


    João M. T. Salvador

    Conservatória do Registo Civil de Angra do Heroísmo"

    Meu caso: sou bisneta do segundo casamento do português e não tenho a certidão do primeiro casamento nem de nascimento da noiva e, sem transcrever o primeiro, não posso transcrever o segundo.

  • editado May 2022

    Boa tarde pessoal

    Gostaria de deixar aqui o relato de finalização da transcrição de casamento dos meus bisavós, por Angra do Heroísmo.

    Como já havia comentado anteriormente, tinha apenas a certidão de batismo de meu avô brasileiro, nascido em 1900.

    Eu havia enviado para Ponta Delgada, que depois de 5 meses devolveu o processo.

    Então enviei consulta para todas as conservatórias, onde Angra do Heroísmo me respondeu e analisou o caso.

    Enviei os documentos por e-mail, explicando sobre as datas de obrigatoriedade do registro civil brasileiro e criação do primeiro código civil, eles analisaram e disseram que poderiam realizar a transcrição.

    Fiz o pagamento por vale postal e enviei por DHL dia 18/04, chegou lá dia 02/05 (Operação padrão na Receita Brasileira, está demorando 3 a 5 dias adicionais).

    Hoje mandei e-mail perguntando se tinha alguma novidade sobre a transcrição. Eles me responderam dizendo que a mesma foi realizada em 04/05 e enviada por correio 06/05.

    Como ainda não recebi por correio, pedi pelo civil online pela manhã e agora a tarde já recebi.

    Estou muito feliz que agora vou poder seguir com o processo do meu pai de neto.

    Agradeço a todos que ajudaram. Principalmente @Leticialele e @guimoss

  • Bom dia a todos. Tudo bem? Se puderem por favor me ajudar, assunto Suprimento da Certidão ausente do nubente estrangeiro.

    1) CONSERVADORIA A REALIZAR O PROCESSO: Este processo deverá ser enviado por DHL para Ponta Delgada ou Angra do Heroísmo?

    2) Existe possibilidade de fazê-lo pelo Consulado de Santos/SP?

    3) Alguma outra CONVERVADORIA que o faça?

    4) Já tenho a Certidão negativa de ausência obtida no único Registro civil da cidade do interior de SP (local de nascimento citado na certidão de casamento. Qual certidão mais devo buscar para comprovar a negativa no arquivo do estado de SP? Algum site / link para isto?

    Obrigado! Maurício

  • @mauriciovico não sei se chegou ver mais acima, eu tinha recebido resposta positiva de Mealhada e Porto em relação ao suprimento.

    Minha sugestão, antes de enviar os documentos envie um e-mail para Mealhada: registos.mealhada@irn.mj.pt e consulte a disponibilidade, consulte também se eles aceitam analisar os documentos por e-mail antes de enviar fisicamente.

    Ponta Delgada está demorado e acredito que não fazem.

    Angra do Heroísmo aceitou com a certidão de batismo, não sei se aceita suprimento.

  • mauriciovicomauriciovico Member
    editado May 2022

    @marifontolan perfeito, muito obrigado, este fórum é realmente uma grande família :)

    Com relação ao e-mail de Porto, você o tem ? É este né, civil.porto@irn.mj.pt . Obrigado!

  • @mauriciovico Isso mesmo, CRC Porto: civil.porto@irn.mj.pt

    Boa sorte!

  • guimossguimoss Beta
    editado June 2022

    @laisenml

    Procure o caso da JULBRA.

    É idêntico ao seu e ela não precisou transcrever nada.

    Só tem que ter cuidado, se algum conjuge do antepassado português tb era português.

    Neste caso, a transcrição é obrigatória.

    Qual a nacionalidade dos cônjuges do seu antepassado português?

    ===

    Deixe os dados em um tópico novo. Talvez alguém ache.

    Busque por atos religiosos (batismos e casamentos).

    Já há relatos de aceitação, bem como de transcrição com supressão.

    Boa sorte!

  • @marifontolan

    De nada, foi bom ajudar.

    Vc tb ajuda muito por aqui.

    Quando vc disse que mandou para todas, vc quis dizer de tds os concelhos de todos os Distritos?

    Abraços

  • Um relato que pode ajudar alguém. Minha parente conseguiu a transcrição do casamento na conservatória de Vila Nova de Gaia sem a certidão de nascimento do nubente estrangeiro (porém contratou advogado para tal, pode ser que aceitem sem).

    Não tínhamos a certidão de nascimento da nubente brasileira, ela nunca foi registrada. Casou apresentando a certidão de batismo. Eu até tinha tentado transcrever o casamento pelo consulado de São Paulo. Todavia na certidão de inteiror teor consta declarado que haviam casado na igreja a mais de 10 anos, aí o consulado pediu a certidão de casamento religioso! Nunca conseguimos localizar essa certidão.

    Com o tempo descobri que meu caso se encaixava na exceção de um parecer da IRN (meu pai foi declarado o nascimento pelo próprio português antes de um ano de vida), e não precisava mais da transcrição para o meu processo. O caso da minha parente necessitava, daí ela seguiu nesse caminho descrito acima.

  • @guimoss sim rsrsrs

    Peguei a lista, se não me engano no site do IRN e enviei a pergunta a todas, algumas responderam dizendo que não faziam transcrição, outras não entenderam direito, outras que não tinham mais conservador, por sorte Angra do Heroísmo entendeu o que eu precisava e atenderam muito bem via e-mail.

  • @marifontolan

    Uau!!!

    Parabéns pela iniciativa e esforço.

    Em nome do fórum (se é que posso fazê-lo), eu agradeço.

    Abraços.

  • Imagina @guimoss, eu que só tenho agradecer ao fórum, sem as informações daqui e da ajuda de vários foristas, não teria nem conseguido achar o assento de batismo da minha bisavó em Portugal.

    :)

  • Boa noite pessoal se puderem me ajudar com essa informação eu agradeço muito .

    Sou neto de português meu avô se casou no no Brasil com minha avó(Brasileira)ele foi o declarante do nascimento da minha mãe na certidão de nascimento dela.

    Quero pedir a cidadania da minha mãe que é viva para depois pedir a minha pois ouvi dizer que é o caminho mais rápido (mais do que eu pedir direto como neto).

    já estou com o assento de meu avô mas não acho a certidão de nascimento da minha de jeito nenhum ,já fizemos várias pesquisas e nada!

    A dúvida é se preciso fazer a transcrição do casamento do meu avô com minha avó realmente pois ouvi dizer que não precisa(ele foi o declarante do nascimento da minha mãe) e desta forma faria logo o processo da minha mãe.Alguém pode me dar essa informação,obrigado.

  • @Alexmartins , se seu avô foi o declarante do nascimento da sua mãe até que ela tivesse 1 ano de idade, não precisa transcrever o casamento dos avós! Como consequencia, não precisa da certidão de nascimento da avó.

    Mande o processo de sua mãe para o Arquivo Central do Porto e, em uns 6 meses, ela será portuguesa.

  • @guimoss obrigada pela sua resposta. Encontrei várias menções a @julbra mas não achei os detalhes do caso dela.

    Relembrando meu caso: processo de nacionalidade do meu pai, descendente de avô português em seu segundo casamento. Não tenho certidão do primeiro casamento, tampouco certidão de nascimento/batismo da primeira esposa. Meu avô foi registrado pelo meu bisavô na menoridade, porém com mais de 01 ano. Meu pai também foi registrado pelo meu avô na menoridade, porém com mais de 01 ano.

  • @laisenml

    O caso da Julbra:

    https://forum.cidadaniaportuguesa.com/discussion/comment/247926/#Comment_247926

    https://forum.cidadaniaportuguesa.com/discussion/comment/248025/#Comment_248025

    https://forum.cidadaniaportuguesa.com/discussion/comment/248084/#Comment_248084

    Nesses casos, é só buscar pelo termo indicado, no caso "JULBRA".

    ===

    Vc tentou abrir um tópico para buscar os documentos CIVIS OU RELIGIOSOS do 1° casamento?

    Deixe a imagem das certidões e documentos que vc já possui. Pode ter alguma dica que passou despercebida.

    Eu sugiro que vc faça isso e informe todos os dados relevantes (nome, nome dos pais, nacionalidade, naturalidade, datas e etc...)

    Coloque TODOS os dados por lá e me marque, se assim desejar.

    Se já tiver criado um post com essas informações, me marque por lá, que eu dou uma olhada.

    ===

    O seu caso pode gerar uma exigência, em virtude do momento em que o português declarou o filho, isto é, depois de 1 ano.

    Não importa quem declarou o neto, para fins de nacionalidade

    E sobre o caso da JULBRA, eu não vi outros precedentes parecidos. Dessa forma, vc devd ponderar se vale a pena arriscar.

    Obs: Acho que o momento do registro inviabiliza o uso do caso JULBRA.

    A decisão é sua!

    Abraços e boa sorte!

  • editado July 2022

    Pessoal, uma dúvida sobre transcrição de casamento com batismo do cônjuge brasileiro

    Minha trisavó brasileira JOANNA PORTO RIBEIRO nasceu em 1890, a paróquia encontrou o assento de batismo dela e vai emitir a certidão. Ocorre que a secretária me disse que o nome da mãe dela no assento consta como MARIA RIBEIRO PORTO, quando a ordem correta é MARIA PORTO RIBEIRO (assim consta na certidão de casamento da minha trisavó com meu trisavô português). Será que isso é um problema? Peço para retificar?

    @marifontolan vc que fez por Angra do Heroísmo, o que acha?

  • @lucas21 obrigada! Meu receio é porque só no batismo da minha trisavó virá o nome da mãe dela como Maria Ribeiro Porto, na certidão de casamento e óbito dela e na certidão de nascimento da minha bisavó (filha dela com o português) é Maria Porto Ribeiro...

  • @amandacgbezerra no meu caso a igreja retificou o nome da mãe do meu bisavô, passou por aprovação da cúria.

    Angra do Heroísmo aceitou analisar por e-mail, antes de eu enviar por dhl e vale postal, seria bom você enviar pra eles antes.

  • @marifontolan mas era muito gritante a diferença entre os nomes? ou era como no meu caso (inversão de ordem de sobrenomes)?

  • @amandacgbezerra era bem grande a diferença, o certo era Ida Zanoni e estava Ida Perugini, mas mandei para a igreja a certidão de casamento e eles corrigiram como constava na certidão de casamento.

  • Prezados,


    A conservatória mais rápida para fazer transcrição de casamento é o ACP? Ou tem que ser no consulado de residência?

  • @gigiiastrid , ACP não faz transcrição de casamento.

    Faça no Consulado que atenda à região em que você reside.

  • Olá!

    Sou trineta de portuguesa e nesse momento está correndo o processo da minha avó (neta) em Lisboa.

    Na época que demos entrada no processo, infelizmente eu não tinha conhecimento desse fórum e fizemos com advogada. No início de junho/22, o processo caiu em exigência.

    O nubente estrangeiro (meu trisavô) não teve certidão de nascimento e a de batismo não ficava arquivada na paróquia (1892).

    Ele registrou minha bisavó somente quando ela tinha 14 anos, e no caso, a transcrição é obrigatória.

    Já reuni todas as certidões negativas da cidade de nascimento do meu trisavô e também das cidades vizinhas, para que seja possível fazer a supressão.

    Alguém saberia informar mais ou menos quanto tempo leva essa supressão? A advogada não soube me dar um prazo e eu gostaria de ter uma noção.


    Agradeço desde já!

  • Olá!

    Estou passando para relatar meu caso de sucesso: Minha bisavó, nubente Brasileira, nascida em 1905 não possui certidão de nascimento. Consegui encontrar na Diocese da região o assento de batismo dela e encaminhei para a Conservatória de Angra do Heroísmo (Açores). Na mesma semana que chegou lá (esta semana), foi realizada a transcrição com sucesso. Recebi essa dica de ouro de alguém do fórum que não lembro o nome. Muito obrigado por compartilharem =)

  • guimossguimoss Beta
    editado September 2022

    @fgantoniazi

    A forista deve ter sido a @marifontolan ,que fez a descoberta original.

    Essa é uma informação importante.

    Mais um caso de sucesso!!!

    Vc poderia dar um resumo do seu caso, com tudo o que puder ser relevante?

    Se puder informar a linha do tempo (data e meio do envio até a resposta positiva), a lista de documentos enviados, a forma de pagamento da taxa e o meio de entrega do assento, o fórum agradeceria.

    Obs: Evite divulgar dados privados por aqui.

    Meus parabéns e obrigado pelas informações.

    Abraços

  • Muito obrigado pela dica, @marifontolan ! Facilitou em muito meu processo =)

    Bem, lá vão os detalhes, @guimoss :

    Primeiro de tudo paguei uma pesquisa no Civil Online para ver se o casamento os meus bisavós já havia sido (milagrosamente) transcrito. Não foi.

    Minha bisavó, nubente brasileira, nascida em 1905, não tinha certidão de nascimento, tanto que quando foi casar em 1924, assinou uma declaração que nunca tinha emitido certidão de nascimento. Por desencargo de consciência, pesquisei nos cartórios dos municípios vizinhos (vivo no interior) e também não encontrei.

    Próximo passo foi pedir para a Diocese (Amparo-SP) responsável pela paróquia da cidade o registro de batismo. Em 15 dias me enviaram, por uns R$100.

    Fiquei com este documento por quase 1 ano parado, pois erroneamente achei que poderia fazer a transcrição no consulado com a certidão , mas não pude (nem cheguei a enviar).

    Quando li a postagem da @marifontolan entrei em contato com a Conservatória de Angra do Heroísmo e o Sr. João me respondeu com a documentação exigida:

    • Certidão de nascimento do nubente português;
    • Certidão de nascimento do nubente estrangeiro, no meu caso a de Batismo, apostilada;
    • Certidão de casamento inteiro teor digitada , apostilada;
    • Documento de identificação do requerente (filho ou neto), apostilado.
    • Vale postar de 120 euros para o IRN IP;
    • Requerimento preenchido, sem apostilar , afinal é um documento português.

    Enviei, sem ter sido pedido , cópia simples das certidões de óbito, sem apostilar, Não foi feita a transcrição do óbito, mas as vezes o documento ajudou ele a entender algum ponto , nunca saberei.

    Havia na certidão de casamento uma divergência de quase 1 ano na data de nascimento do nubente português, mas não tive nenhum problema.

    Fiz uma alteração no modelo de requerimento para o texto comportar o pedido sendo feito pelo neto (meu pai) , já que o encaminhado pela conservatória encaixava para ser assinado pelos Nubentes, só que no meu caso foi feito pelo descendente direto. Vou anexar o modelo neste post. Façam as adaptações que são necessárias no teu caso e confirme sempre com a conservatória.

    Com tudo juntado, coloquei dia 18/08/22 na DHL em Campinas, entregaram na Conservatória em 29/08/22 e foi finalizado em 31/08/22 . Enviei um email no dia 02/09/22 perguntando do andamento e o Sr. João já anexou para mim no email a transcrição, informando também que estava encaminhando uma cópia por correio.

    Espero que todos tenham sucesso também!


  • @fgantoniazi que bom que deu certo o seu processo também! Achei o atendimento de Angra muito bom, super prestativos.

    Fico feliz em ter ajudado.

Entre ou Registre-se para fazer um comentário.