Atribuição pelo ACP Porto (informações e Processos)

19859869889909911457

Comentários

  • Olá galerinha,

    Se alguém puder dar um help... Ficarei grata.

    Estou no desespero para concluir o processo de cidadania, bem... Eu dei entrada em Tondela na transcrição de Casamento dos meus avós (março/21), acontece que está bem lento lá...

    Então estou pensando em prosseguir com a cidadania do meu pai, enviando os documentos para ACP que já me informaram que está um pouco mais rápido (06 meses), para ganhar tempo.

    Isso é possível, ou posso ter negado o pedido por falta transcrição ou eles solicitam isso no caminho?

    Porque acredito que seria o tempo de concluir em Tondela...

    Alguém já fez isso ou pode me orientar...? Please!

    Desde já agradeço atenção e ajuda.

  • @Nandalobao

    Escreva em uma folha em branco, o título "Transcrição de casamento", o nome do português, Em andamento na Conservatória de Tondela.

    Mande junto no processo do seu pai.

    Se quando chegarem na analise já estiver pronto, eles verificam e o processo segue sem problemas. Se não estiver pronto, pode dar uma pequena parada, mas não terá maiores consequências. Seria ótimo se tivesse o número do processo de transcrição para anotar nessa folha, mas pode mandar sem ele mesmo.

  • Boa tarde, pessoal

    Processo de atribuição de filho (1C) enviado via DHL no dia 19/05 e entregue na ACP em 24/05. Hoje, 28/05, recebi o número do processo e chave de acesso para acompanhar o trâmite. Previsão de conclusão para o início de novembro!

    Obrigado a todos pelas precisas e inestimáveis contribuições.

    Abraços,

  • @gandalf, assim como o Magno também tomei a liberdade de já preencher a planilha.

  • @Magnoitalo @fernando9vieira

    Não há que pedir permissão para colocar seus dados lá e mantê-los em dia.

    Acho ótimo que façam assim e quanto mais gente fizer melhor.

  • @gandalf muito obrigado!

    Você é um anjo aqui... Seguirei dessa forma.

  • @Nandalobao

    As asas aqui estão todas reservadas para a @Leticialele Hehehe

  • Estou com uma dúvida, processo de pai para filho, a relação de documentos e essa:

    Cópia simples da certidão portuguesa do seu pai;

    Certidão de nascimento por cópia reprográfica do livro, apostilada;

    Cópia autenticada e apostilada do RG, CNH ou passaporte que contenha a filiação (emitida há menos de 10 anos);

    Pagamento de emolumentos no valor de 175 euros;

    Formulário 1C impresso colorido, frente e verso, preenchido sem rasuras e com a assinatura reconhecida por autenticidade.

    O pai foi declarante no 1° ano de vida, porém, analfabeto, outra pessoa assinou no lugar, podemos ter problema?

    O processo e do nosso avô, ele tem 83 anos, precisa enviar a prova de vida junto?

  • Ola Pessoal!

    Sou novo aqui e tenho a seguinte dúvida:

    Em vez do RG do pai e da mãe, estaria correto enviar cópias autenticadas (não apostiladas) do passaporte de cada um dos genitores?

    Pergunto isto porque não residimos no Brasil e nossos RGs são muito antigos (mais de 10 anos). Com a pandemia, está complicado ir e voltar do Brasil.

    Agradeço se puderem informar!

  • @Lopes_alvs , não importa se o pai era analfabeto, ele foi ao Cartório declarar o nascimento do filho. Quem assinou, o fez a rogo. Não tem problema.

    Se mandar o processo para o ACP, sim, precisa mandar prova de vida feita no Consulado.

    Se for impossível para ele ir ao Consulado, mande o processo para Tondela. Lá é mais demorado que o ACP, mas não exigem prov de vida.

  • @Sergio1 , sim, se os passaportes tiverem filiação.

  • editado May 2021

    Obrigado, Letícia! Porém, trata-se do registo de um menor de idade (menor de 14 anos). Sendo menor de 14 anos, não há necessidade de apresentar documento de identificação para o registando. Porém, parece ser unânime, neste fórum, de que se deve enviar documentos de identificação dos pais. Portanto, por este método, parece impossível estabelecer a filiação entre mim e meu filho menor de 14 anos, a não ser que eu envie também o documento de identificação do menor, o qual não é necessário, uma vez que ele tem menos de 14 anos. Isto parece ser um tanto paradoxal! Creio estar havendo algum equívoco, ou não?

    Mais uma vez, agradeço imensamente se puder esclarecer!

  • editado May 2021

    Gente revisando o pedido da minha tia filha:

    Cópia simpes da certidão da portuguesa ( emitida pelo consulado de pt no RIo não consegui passar mue cartão pelo civil online)

    transcrição de casamento da portuguesa ( mudou de nome quando casou - )

    Certidão de nasc. Inteiro teor repográfica apostilada

    Certidão de Casamento inteiro teor apostilada ( a requerente mudou o nome quando casou )

    xerox autenticada e apostilada da CNH

    formulário 1-c reconhecido

    xerox do vale postal 175 euros( não tem como pagar no cartão)

    ps.: se ela mudou de nome eu boto o nome atual no formulário, não o da certidão ne ?

  • @Leticialele nos moramos na região de Curitiba, vou tentar fazer no consulado, sabe se e feito aqui da cidade? Caso não consiga existe a prova de vida feita em cartório, esse modelo e aceito também?

  • @Sergio1 , os documentos dos pais são exigidos pelas Conservatórias.

  • @rafamello25 , se já transcreveu o casamento, não precisa mandar a certidão de nascimento inteiro teor para comprovar a mudança do nome! Se não fez a transcrição, mande a certidão de casamento, não precisa apostilar. Servirá apenas para justificar a mudança de nome.

    Sim, o nome no Formulário deve ser o atual

  • @Sergio1

    Não é nada paradoxal. No seu documento RG consta o seu nome e a filiação.

    O documento do seu filho é a certidão de nascimento, onde consta o nome dos pais, com data de nascimento, e o nome dos avós. São os mesmos nomes e datas que constam no seu documento RG.

    Quando seu filho for fazer o RG dele, é na certidão de nascimento dele que vão se basear para obter essas mesmas informações.

  • editado May 2021

    Oi gandalf

    Vamos ver se eu te ajudo....

    • Ainda não teve o despacho e conclusão do processo da minha mãe! O processo foi recebido em 14/07.2019, numerado 19.07.2019


    @Leticialele Desculpe, tentei localizar o topic de lisboa mas não encontrei pra perguntar. hahahaha


    Pode me ajudar a encontrar?


    Obrigado mais uma vez


    ____________________________________________________

    @g0ham

    Preciso de sua ajuda para "fechar" os lançamentos que ainda estão em aberto.

    Quando teve o Despacho e a Conclusão do processo de sua mãe Cintia (art-1D), Recebido em 14/07, numerado 19.07.2019?

    Em outro post você diz "meu processo consta apenas como recebido desde 30.07.2019" (postado 30/10/19). É o mesmo processo acima?

    Agora diz que o seu (art-1C) foi Recebido 20/04/20 e recebeu chave de acesso em 29.05.2020, e está também na CRCentrais? Tem o número do seu processo (234xx/20)?

  • Bom dia, preciso de um auxílio para uma duvida

    Para o formulário 1C, como meu pai já tem 82 anos (prova de vida), vou reconhecer a assinatura no cartório, a minha pergunta é preciso apostilar esse documento. Obrigada!

  • @isabelfontinha , não precisa apostilar o formulário 1C!!

  • @g0ham

    Dia 14/07/19 foi um domingo. Fechado. Não pode ter sido recebido nesse dia. Você havia dito que ele havia sido recebido 19/07/19 aqui. https://forum.cidadaniaportuguesa.com/discussion/comment/216513/#Comment_216513

    E se sua mãe ainda não recebeu o assento, Esse processo que você mencionou no tópico do ACP é o processo de sua mãe como neta. Só recebeu a chave de acesso em 29/05/20, quase 1 ano depois?

    E o outro que "consta como recebido desde 30/07/19"? se você teve essa informação é porque já fazia a consulta naquela época. https://forum.cidadaniaportuguesa.com/discussion/comment/209045/#Comment_209045

    O processo de sua mãe Cintia deve demorar ainda uns 6 meses para ter o despacho de aprovação.

  • Pessoal, boa noite!

    Estou na saga de tirar a cidadania da minha mãe (q tem 52 anos), filha de português nato, já falecido. Foi ele quem a registrou. Vou fazer pela ACP de Porto (obrigada @Leticialele por toda a ajuda). O meu objetivo é tirar minha cidadania logo que ela tirar a dela.

    Vou providenciar os seguintes documentos para a cidadania da minha mãe:

    • certidão de nascimento da minha mãe por fotocópia do livro, em inteiro teor e apostilada;
    • certidão de óbito apostilada do meu avô (acabei tirando antes de saber que não precisava, aí vou enviar já que não consta o óbito dele na certidão de nascimento que solicitei no Civil Online)
    • cópia simples da certidão de nascimento do meu avô português no Civil Online
    • Formulário C1, assinatura reconhecida por autenticidade, depois do pgto dos 175 euros.
    • xerox autenticado do RG da minha mãe, apostilado, emitido há menos de 10 anos;

    Está certinho, falta algo?

    Outra dúvida: a minha mãe se casou com o meu pai mas já se divorciou. Ela tinha acrescentado o sobrenome dele mas agora já retirou o nome de casada e voltou para o que nasceu (já está o de solteira no RG). Levando em conta que: (i) eu quero tirar a minha cidadania portuguesa logo que a minha mãe conseguir a dela; (ii) o meu pai é brasileiro, está vivo e foi ele que me registrou; já devo enviar a certidão de casamento dela e/ou a certidão de nascimento em inteiro teor (sem ser a por fotocópia)? Isso facilitaria algo para mim? Obrigada!

  • @padilhamalu , não precisa mandar a certidão de óbito do avô. Não mande documentos além dos necessários.

    Depois que o processo de atribuição de sua mãe for concluído, você terá que transcrever o casamento dela com seu pai, antes de pedir a sua atribuição, pois não foi ela a declarante do seu nascimento.

    Não precisa homologar o divórcio, basta transcrever o casamento.

    Mandar a certidão de casamento agora em nada adiantará. Somente seria necessária se, no RG ou CNH ou passaporte dela o nome ainda estivesse como o de casada.

  • @Leticialele perfeito, muito obrigada!

    Então vou enviar esses documentos aqui só:

    • certidão de nascimento da minha mãe por fotocópia do livro, em inteiro teor e apostilada (eu estava pedindo 2 certidões, a inteiro teor por fotocopia e a normal, mas como o nome da minha mãe está igual no nascimento e no RG vou solicitar só a por fotocopia do livro então, em inteiro teor)
    • cópia simples da certidão de nascimento do meu avô português no Civil Online
    • Formulário 1C, assinatura reconhecida por autenticidade, depois do pgto dos 175 euros.
    • xerox autenticado do RG da minha mãe, apostilado, emitido há menos de 10 anos

    Tudo certinho, né?! Pretendo enviar por DHL esse mês para a ACP de Porto. Ansiosa!

  • @padilhamalu , exato! A DHL está levando de 3 a 4 dias para entregar os documentos em Portugal.

    Boa sorte!!

  • @Leticialele poderia me ajudar com uma dúvida?

    Minha sobrinha maior não tem o nome do pai na certidão de nascimento, somente o nome da minha irmã. Teria que fazer alguma declaração como as mães portuguesas fazem quando não foram casadas com o pai? Ou somente a relação típica?

    obrigada!

  • @SandraP , se foi sua irmã a declarante, não precisa fazer nada

  • @Leticialele sim, foi ela. Obrigada!

Entre ou Registre-se para fazer um comentário.