É possível transcrever casamento de português/a sem a certidão de nascimento do nubente estrangeiro.

168101112

Comentários

  • Pessoal, boa noite!

    Eu preciso transcrever o casamento dos meus bisavós que são portugueses de Braga e Aveiro.

    Pretendo fazer por Ponta Delgada.

    Eu consegui uma cópia digital do assento do meu bisavô no site do arquivo distrital, porém, da minha bisavó, apesar de ter a exata localização do assento, não tenho a cópia.

    1) Consigo realizar a averbação do casamento via conservatória de PD apenas com essa cópia simples do assento do meu bisavô e com a "localização" do assento da bisavó?

    Pelo que eu entendi do e-mail que recebi de PD, uma cópia simples seria suficiente, mas aqui no fórum algumas pessoas dizem que precisa das cópias certificadas. Parece não haver consenso.

    2) Certidão de casamento (brasileira) de inteiro teor apostilhada precisa digitada ou reprográfica?

    No e-mail de PD eles não mencionam o tipo, só dizem que precisa ser de inteiro teor e apostilhada.

    Essas informações divergentes têm me deixado um pouco confuso

    Obrigado!

    Abraços
  • @Arthur vc precisa da cópia das certidões de ambos os portugueses para fazer a transcrição de casamento.A certidão de casamento tem que ser de inteiro teor apostilada.
  • @Vlad Pen

    Obrigado pela resposta!

    Ocorre que as certidões de inteiro teor podem ser digitadas ou reprográficas (fotocópia autenticada do livro de registros original)

    Você sabe qual das modalidades de certidões é exigida: digitada ou reprográfica?

    Obrigado!

    Abraços
  • Pessoal, para o processo de atribuicao de meu pai, neto de portugues, com mae e pai falecidos, preciso fazer transcricao de casamento do portugues que casou no brasil ou da minha avo brasileira casada no brasil? Grata!
  • @Arthur para transcrição de casamento as certidões(brasileiras) são de inteiro teor apostiladas. Para atribuição de nacionalidade por cópia reprográfica apostilada.
  • @AndreaPacheco precisa sim!!
  • @Vlad Pen obrigada! precisa ser transcrita apenas a do portugues, certo?
  • @Andrea a transcrição de casamento é de ambos os portugueses e precisa de ambas as certidões de nascimento e tb a certidão de casamento.
  • Boa tarde,
    Tenho um caso peculiar que já foi exposto em outro tópico, e em minhas buscas pelas documentações, esbarrei em uma dificuldade que trouxe-me a esse tópico.

    Meus avós são ambos portugueses. Casaram no Brasil. Foi o segundo casamento de ambos. Primeiro casamento deles foi com brasileiros. Consegui todos os documentos para a transcrição desses três casamentos, exceto a certidão de nascimento da primeira esposa de meu avô (ela é brasileira). Portanto, pretendo enviar os documentos para transcrição de 3 casamentos sendo que um deles, terá que ter a supressão da certidão de nascimento da primeira esposa do meu avô.

    Tenho algumas dúvidas:

    -4 ª CRC do Porto continua sendo a única opção para tal feito? Ponta Delgada voltou a fazer transcrição com supressão de certidão?
    -Tenho a certidão de óbito da primeira esposa do meu avô apostilada e também as certidões negativas apostiladas. Preciso de uma certidão de nascimento de algum filho deles (mais provas de ela existiu)?
    -Sabendo de um nível alto de exigência vindo da 4ª CRC do Porto, os dois casamentos de minha avó no Brasil tem a data de nascimento dela errado (colocaram a data de seu batismo). Como será avaliado isso?
    -Posso utilizar os modelos de transcrição e de supressão de certidão de Ponta Delgada para o envio a 4ª CRC do Porto?
    Obrigado mais uma vez.
  • @Varenga a 4a Crc está relutante em fazer transcrições de casamentos com supressão de certidões. Aconselho a tentar outra , mas nao saberia te informar.
  • @Vlad Pen se tentar pelo CRC de Vila Nova de Gaia, conforme @Mariza Guerra postou como primeiro comentário desse tópico? Alguém tem alguma experiência por lá?
  • Vlad, por que relutantes? Aquele caso da Rebecca foi uma exceção? Pq faz pouco tempo que ela relatou e deu certo... Eu tento ligar lá mas não atendem e também não respondem e-mail, tá difícil desse jeito. Tava quase mandando na fé (e com base no relato recente dela).
    @Varenga eu mandei um e-mail pra Gaia essa semana, mas não fui respondida. Qualquer novidade eu posto aqui
  • @ferrju obrigado pela resposta. Fico aguardando alguma novidade.
  • Vlad PenVlad Pen Member
    editado August 2018
    @Varenga, Gaia é uma conservatória extremamente lenta e enrolada.Não recomendo enviar nada para lá
  • Pessoal, estou penando para fazer a transcrição de casamento dos meus avós.
    Será que podem me ajudar? Minha avó é portuguesa e meu avô brasileiro. Ele nasceu numa cidade do interior e não teve registro de nascimento. Corri atrás com o cartório 24h no Brasil que foi quando descobri que não há este registro. Consultei o Felix Pacheco, já que ele possui carteira de identidade e também recebi a informação que foi usado a certidão de casamento para emissão. Para carteira de trabalho, também foi utilizado esta certidão.
    Já possuo a certidão da minha avó portuguesa, certidão de casamento de inteiro teor e os docs do requerente + requerimento com assinatura autenticados no cartório.

    Neste caso, como procedo? Poderiam me ajudar? To desesperada.
  • Carla, o seu caso é igual ao meu: precisamos fazer a transcrição do casamento com suprimento de certidão. Tô sofrendo pra encontrar informações mais recentes sobre o assunto e a 4ª do Porto não atende o telefone e nem responde e-mails. Por esse motivo, decidi fazer através do Consulado de SP.
    Liguei lá hoje e fui informada que consigo transcrever o casamento sem a certidão de nascimento do nubente brasileiro desde que envie a certidão negativa do cartório em que ele supostamente deveria ter sido registrado. O prazo para finalização do processo e o preço é o mesmo de uma transcrição normal (20 dias úteis e R$ 587,01). Não sei se vc é de São Paulo, mas recomendo fortemente fazer via consulado. Além de sair beeeeeem mais barato do que os 220 euros que ficaria em Portugal, o prazo está parecido e a comunicação é muito mais facilitada. Não sei qual é o posicionamento dos demais consulados.
    Boa sorte!
  • @Varenga dá uma olhada no que escrevi acima.
  • @ferrju que boa notícia essa! Estou em Goiânia e vou tentar no consulado honorário de cá. Estou impressionado com os 20 dias que falaram que levariam pra transcrever esse casamento com o suprimento de certidão. No próprio site do Consulado de São Paulo eles avisam que demora cerca de 8 meses para transcrição ou atribuição. Portanto, uma boa surpresa que tenham dito isso.
    Estou há alguns dias tentando contato telefônico com Ponta Delgada e 4ª CRC Porto e também não atendem. Havia descartado há tempos fazer pelo consulado, mas diante dessa falta de resposta das conservatórias de Portugal, talvez seja uma boa opção fazer pelo Consulado.
    Os documentos exigidos para a transcrição de casamento com suprimento de certidão de nascimento mudam? Eles possuem alguma outra exigência? Terei que apresentar as certidões de óbito apostiladas de ambos avós?
  • @Varenga muita insegurança mandar assim, ainda mais com esses comentários esparsos de que eles estariam relutantes a fazer... fico imaginando depois do envio, o tanto que eu ficaria agoniada sem conseguir contata-los para saber do andamento do processo. Qto ao consulado de SP, vi comentários no facebook de que a transcrição anda rápido mesmo e 20 dias úteis foi o prazo que me passaram pelo telefone. Sem dúvidas a melhor opção até agora, especialmente quando se considera a facilidade de conversar com eles (tem até um sistema de login e senha que você acessa pra acompanhar o processo) e o preço da transcrição. Os documentos que eles pedem são esses, não muda muito e não precisa de certidão de óbito:

    - certidão de casamento em INTEIRO TEOR, original, digitada e emitida há menos de 1 (um) ano e devidamente apostilhada;
    - cópia do pacto antenupcial (se existir e devidamente apostilhada). O pacto só tem valor legal se ambos os nubentes forem portugueses;
    - certidão de nascimento do(a) nubente que NÃO possui a nacionalidade portuguesa, original (não enviar cópia) e emitida há menos de 1 (um) ano e devidamente apostilhada;
    - envelope (preferencialmente de plástico) para devolução de documentos com os dados do requerente no destinatário;
    - requerimento preenchido (clique aqui para preencher o respectivo formulário) devidamente assinado e apostilhado;
    - comprovante de pagamento;

    No lugar da certidão de nascimento do meu avô enviarei a certidão negativa do cartório, cópia autenticada de seu RG e cópia da certidão de casamento dos pais dele, onde ele foi legitimado como filho.
  • @ferrju que ótima notícia.
    Sou do RJ, será que aqui no RJ é igual?
  • @TeresaFarias17 olha o que escrevi acima, talvez possa te ajudar também.
  • Pessoal, dei uma pesquisada, mas não vi info sobre isso. Meu pai é o português e minha mãe é libanesa, ela veio pro Brasil com 10 anos e se naturalizou. Seria possível fazer a transcrição com o doc da naturalização? Porque o documento libanês que ela tem, é um que tem dados da minha vó e do meu tio juntos que vieram com ela. (Imagino que por ser menor na época, emitiram o documento da minha avó libanesa com os dados dos filhos).
  • @saluaribeiro

    É pra fazer a sua atribuição?
    Se for,sendo seu pai portugues e declarante do seu nascimento faça pelo ACP
  • @Maria Nélida a minha já está correndo por lá. Mas como correram muitos boatos sobre uma possivel solicitação na transcrição, fiquei curiosa em como faria o procedimento nesse caso.
  • @saluaribeiro por enquanto ACP não ta sendo exigida a transcrição de casamento quando o pai for o declarante do nascimento do filho.
  • @Vlad Pen Obrigada. Mas caso eu quisesse transcrever o casamento posteriormente, sabe se com o documento da naturalização seria possível?
  • @waldo @vlad @rebecca, Li todo topico, muito boas as dicas! Vou dar entrada no processo de transcrição com supressão da certidão de meu avô pois não tenho documento nenhum dele...
    Perguntas:
    - Ponta Delgada já normalizou?
    - 4a CRC Porto está aceitando?
    - Meu avô nasceu em MG conforme certidão de casamento (não menciona cidade), nesse caso quais cartórios eu devo buscar certidão negativa? Estado de MG é enorme e creio que em 1900 existiam vários cartórios no estado...

    OBS: Familiares dizem que ele nasceu no Grama/Juiz de Fora, mas ja busquei em todos os cartórios de lá e nada encontrei. Fui também no Arquivo central da Arquidiocese e fiz busca pessoalmente do batismo e não encontrei nada.

    Obrigado,
    Flavio
  • Maria NélidaMaria Nélida Member
    editado October 2018
    @Flavio_portuga

    As conservatórias não estão mais aceitando fazer processos com supressão de certidão
    Veja se consegue pelo Consulado
  • @salua vc está se referindo à sua transcrição de casamento?
Entre ou Registre-se para fazer um comentário.