Transcrição de casamento por Ponta Delgada

15681011217

Comentários

  • MarciaMarcia Member, Moderator, Banner
    @Rafaela da Rocha,

    te respondi inbox.
  • Amigos a minha TRANSCRIÇÃO DE CASAMENTO, foi concluída no dia 25/08/2016, juntamente com a do meu irmão. Quanto ao processo de AQUISIÇÃO do outro irmão, já se encontra numerado, tudo em Ponta Delegada. Encaminhei o processo na última semana de julho de 2016.
  • Que ótima notícia!!!
    As coisas estão acontecendo, graças a Deus!
    Parabéns, @NilopolisdaSilva
  • No formulário de PD para transcrição, abaixo de Celebrante, aparece CASAMENTO. O que devo preencher? Se foi Comunhão de bens? Aí abaixo disso pergunta se PROCESSO PREVIO DE PUBLICAÇÃO DE EDITAIS, PERANTE AUTORIDADE PORTUGUESA:(SIM/NAO). O que é isso?

    Grato
  • Outra pergunta: Minha avó brasileira é viva e meu avô português falecido. Na primeira linha eu boto o nome dos dois ou só da minha avó?
  • Márcia, em relação à transcrição do casamento de meus avós, descobri que a data de nascimento de ambos que constam na certidão de casamento brasileira diferem da data que consta nas certidões de batismo portuguesas. Pergunto: para fazer a transcrição do casamento, devo antes fazer a retificação de ambos na certidão brasileira ou somente de meu avô (a partir de quem solicitarei a naturalização)? Coloco isso porque no requerimento solicitam somente os dados dela e penso não ser necessário enviar a cópia de batismo dela, somente de meu avô, correto?
  • MarciaMarcia Member, Moderator, Banner
    @Felippe Augusto,

    Casamento --> civil, religioso ou civil/religioso
    Processo prévio.... portuguesa (sim/não)? --> indica se alguém colocou os reclames do casamento em Portugal. Diga Não.

    Primeira linha --> nome dos dois (os dois casaram, mesmo que um já tenha falecido)
  • MarciaMarcia Member, Moderator, Banner
    @rcmachado2006,

    deve fazer a retificação na certidão de casamento (da data de nascimento de ambos).
    Você tem que obrigatoriamente, antes de pedir o seu processo de aquisição de cidadania, fazer a transcrição de casamento de seus avós, já que ambos são portugueses. Então, as datas de nascimento de ambos na certidão de casamento (em relação à certidão de batismo) têm que estar coerentes.
  • @marcia nome dos dois, os dois casaram mas só minha avó que assina o documento? valeu
  • devido meu avô já ser falecido
  • MarciaMarcia Member, Moderator, Banner
    @Felippe Augusto,

    sim, o pedido da transcrição é assinado somente pela sua avó.
  • Obrigado Márcia, vou fazer isso, estou só aguardando o Arquivo de Viseu enviar o Registo de Baptismo de minha avó. Uma outra questão: posso enviar concomitantemente os dois processos para Tondela, ou antes a transcrição para depois a aquisição?
  • MarciaMarcia Member, Moderator, Banner
    editado August 2016
    @rcmachado2006,

    Tondela aceita receber somente 2 processos por vez, em cada remessa.
    Pode enviar os 2 juntos.

    Percebi agora que estamos na discussão errada, esta aqui é sobre casamento em PD...
  • Bom dia Pessoal..

    Onde consigo o Formulário para transcrição de casamento ?
  • Maria NélidaMaria Nélida Member, Moderator, Banner
    @Pedro Campos,veja aqui em uma postagem da Marcia que já te respondeu.
    Evite colocar em 2 tópicos suas dúvidas

    http://forum.cidadaniaportuguesa.com/discussion/2177/transcricao-de-casamento-necessaria#latest
  • Pessoal, pretendo pedir a transcrição de casamento dos meus avós portugueses por Ponta Delgada para depois pedir a atribuição do meu pai, porém estou com dúvida se isso será possível.
    Minha avó tornou-se viúva bem jovem,e posteriormente casou-se novamente com o meu avô,dessa união temos a certidão.Nessa certidão de seu segundo casamento,informa sua situação como viúva,e discrimina de quem é viúva. Porém esse primeiro casamento dela não foi transcrito para Portugal e não fazemos idéia de quando e onde ela se casou.

    Será que Ponta Delgada fará exigência da transcrição do primeiro casamento da minha avó?

    Muito Obrigada!
  • MarciaMarcia Member, Moderator, Banner
    @Vanessa Rodrigues,
    a princípio, teria que transcrever o primeiro casamento, enviando junto a certidão de óbito do primeiro marido.
    O casamento, então, seria transcrito e a viuvez também.

    Depois disso, teria que transcrever o segundo casamento, com seu avô, para somente após, pedir a atribuição de seu pai.

    Veja se o DETRAN de sua cidade pode ajudar, levantando dados referentes ao RG (sua avó deve ter entregue ao então Instituto Félix Pacheco, a certidão do primeiro casamento, para mudar de nome). O DETRAN pode desarquivar o processo do IFP, e informar onde está a certidão.
  • Pessoal, vou pedir atribuição da minha mãe por ser filha de portuguesa. Já consegui o número do assento de nascimento de minha avó. Ocorre que ambos já faleceram. Meu avô primeiro e depois minha avó. Em PD eles requerem a certidão de óbito? Ou posso transcrever o casamento e depois solicitar a atribuição de minha mãe sem averbar o óbito? No requerimento a cópia do RG será da minha mãe correto?
  • @Renato, seu avô e sua avó eram portugueses? Ou so avó? Nao precisa transcrever o obito
    PD nao faz mais atribuiçao so transcricao!
    Quem declarou o nascimento da sua mae? Pai?
  • Adelaide, apenas minha avô era portuguesa e casou no Brasil com um brasileiro. Quem declarou o nascimento de minha mãe foi o pai dela. Nesse caso então sou obrigado a transcrever o casamento do meu vô, correto? E fico livre dos óbitos... Vou fazer primeiro a transcrição por Delgada e depois faço a atribuição da minha mãe.
  • @Renato, correto!
    Sim, nao precisa de transcrever o obito.
  • Olá a todos!!
    Quanto tempo Ponta Delgada está demorando para concluir as transcrições de casamento??
    Ou alguém indica fazer esse processo em outra crc??
    Muito Obrigada desde já!!
  • @Bruna Serralha, o feedback que temos de outras pessoas aqui no forum eh que tem sido rapida.... em menos de 1 semana. Atualmente é a melhor conservatória, na minha opinião, quando se deseja fazer somente a transcrição.
  • @Bruno Serralha,

    Concordo com a @Edilaine Reis. A minha transcrição em PD foi concluída em um dia. Como o balcão de nacionalidade foi encerrado e a Conservatória fica fora do Continente o atendimento é super rápido.
  • @edilaine reis e @mariza guerra , que incrível!!!
    Muito obrigada pelas respostas, farei por PD mesmo!!
  • Pessoal, acabei de fazer a transcrição de casamento de minha mãe por PD:

    - Envio pelos Correios à Portugal: 25/11/2016
    - Chegada dos documentos em PD: 9/12/2016
    - Conclusão da transcrição: 16/12/2016
    - Chegada da transcrição e atualização do estado civil no Brasil: 4/1/2017

    Acredito que tenha demorado um pouco mais por ser final de ano. Abraço a todos e Feliz Ano Novo!
  • É importante dizer também que a carteira de habilitação vale como documento de identificação para o declarante do requerimento. Como meu RG é antigo e minha assinatura já mudou desde então, preferi usar minha habilitação, já que é reconhecida por lei como identificação no Brasil.

    Confesso que fiquei um pouco em dúvida se iriam aceitá-la e, por via das dúvidas, anexei aos documentos uma carta à Conservatória, explicando-lhes este fato:

    Artigo 159 da Lei nº 9.503/97 do Código de Trânsito Brasileiro, atesta: “A Carteira Nacional de Habilitação, expedida em modelo único e de acordo com as especificações do CONTRAN, atendidos os pré-requisitos estabelecidos neste Código, conterá fotografia, identificação e CPF do condutor, terá fé pública e equivalerá a documento de identidade em todo o território nacional.”

    Com isso, não houve problema algum e a transcrição foi feita. Somente para informação aos que irão fazê-la.
  • Olá,

    Vou enviar a transcrição de casamento da minha mãe para Ponta Delgada e tenho duas dúvidas.

    1 - No requerimento não há espaço para preencher o endereço para envio da certidão após a conclusão do processo nem dados para contato caso falte algum documento. Como devo fazer? Posso imprimir esses dados numa folha simples e mandar junto?

    2 - A minha mãe está esperando sair a atribuição dela em Tondela e já temos todos os documentos necessários para a transcrição de casamento. Assim que o processo em Tondela acabar, já gostaria de enviar a transcrição de casamento dela, sem esperar que o assento dela chegue por correios. Li que no lugar da cópia do assento poderia ser enviado apenas os dados do registro dela. Nesse caso, também poderia fazer apenas imprimindo esses dados numa folha simples e enviando junto com os outros documentos?

    Obrigado
  • Adicionalmente a dúvida postada acima pelo Daniel Avila, pergunto:
    1. Deve-se apostilar o requerimento (formulário) para transcrição de casamento?
    2. A cópia autenticada do RG precisa ser apostilada?
    Vou fazer o procedimento em Ponta Delgada. Agradeço a atenção de todos.
Entre ou Registre-se para fazer um comentário.