Transcrição de casamento por Ponta Delgada

24567217

Comentários

  • Tereza LimaTereza Lima Member, Moderator
    editado March 2016
    Celso,

    Algumas pessoas do fórum tiveram problemas com as certidões emitidas mo interior. Peça a fé pública a esses cartórios do interior.

    Particularmente acho arriscado enviar tantos processos de uma única vez. Primeiro porque PD leva muito mais tempo que o normal para trabalhar nesses processos juntos. Segundo, porque se houver o extravio do Sedex, todos os documentos da família serão perdidos de uma vez só. E terceiro porque se um único erro passar desapercebido no primeiro processo, os processos subsequentes ficarão comprometidos.

    Tenha calma. PD é tão rápida! Em pouco tempo você será português.
  • Thereza muito Obrigado!!
  • Por favor, onde diz:
    Nacionalidade dos nubentes a data do casamento:
    Seria brasileiro/ a , correto?
  • Maria NélidaMaria Nélida Member, Moderator, Banner
    @Rosana Nunes, no nubente que já foi atribuido vc coloca portugues
    Isso porque a atribuição é retroativa portanto portugues desde o nascimento e sendo assim,quando casou,já era portugues
  • O casamento da minha avó foi direto no cartório, não consta o horário, como devo proceder no preenchimento?
  • No início do formulário da transcrição, coloco primeiro o nome da minha mãe? Ou o do meu pai? (ela que srá a portuguesa).
    Na certidão de casamento da minha avó não veio nenhum endereço de residência deles, vou precisar inventar algo,
  • Eu vou enviar junto os documento para a atribuição e transcrição de casamento da minha mae...

    Minha duvida é se o xerox do RG dela precisa ser legalizado no consulado.

    E se precisarei de duas copias do RG legalizado no consulado, uma para cada processo?
  • Tereza LimaTereza Lima Member, Moderator
    O RG só precisa ser autenticado em cartório.
  • Láh MartinsLáh Martins Member
    editado March 2016
    @Theresalima o formulário 1 c e o de transcrição precisa ser no cartório e no consulado?
  • O campo da hora do casamento pode ficar em branco? Não consta na certidão
  • Tereza LimaTereza Lima Member, Moderator
    @Láh

    Sai mais barato fazer no Cartório (Reconhecimento de Firma por AUTENTICIDADE).

    Sugiro que você clique aqui embaixo em ORIENTAÇÕES PARA INICIANTES no quadrado azul claro abaixo entre essa postagem e a tecla POSTAR.

    Leia o texto apresentado e clica em GUIA PARA FILHOS E FILHAS e DOCUMENTOS.

    Sugiro também que DEPOIS da leitura acima você leia também TODAS as postagens dos tópicos ATRIBUIÇÃO POR ACP PORTO e ATRIBUIÇÃO PELA CRC PONTA DELGADA. Você terá muitas informações sobre o SEU caso e dicas ótimas para economizar no seu processo.
  • @Theresa Lima, vc disse que alguns consulados pedem que as certidões sejam legalizadas no Itamaraty. Por favor sabe dizer se o consulado de SP precisa desse procedimento?

    Outra dúvida, no site diz que para Transcrição de casamento a certidão de nascimento do cônjuge tem que ser em inteiro teor mas no site do consulado de SP pede certidão simples. Qual devo seguir pra enviar pra PD?

    Obrigado
  • Wesley PradoWesley Prado Member, Moderator, Banner
    editado March 2016
    Cleberson, primeiro vc precisa decidir se irá fazer o processo pelo consulado ou se mandará direto pra Ponta Delgada. Se for pelo consulado, siga as orientações deles, se for direto, certidões em inteiro teor.
  • Wesley, com ctz fazer via PD ou Porto seria muito mais rápido mas meu problema é que não localizo a certidão de nascimento do meu bisavô (casado com a Portuguesa) para fazer a transcrição. Ontem lendo a saga da @Cristia vi que é possível reconstituir a certidão via processo judicial. Provavelmente terei que reconstituir a certidão e não sei se a conservatória irá aceitar.

    Alguma dica?

    Obrigado
  • MarciaMarcia Member, Moderator, Banner
    @Cleberson,

    uma certidão reconstituída e devidamente legalizada pelo consulado é como outra qualquer.
    Não teria porque a Conservatória não aceitar.
  • Uma dúvida pertinente a este tópico: ao enviar dois processos para PD (transcrição e atribuição de minha mãe) vejo que são necessárias algumas mesmas certidões para cada processo. Devo, por exemplo, tirar duas certidões repetidas em inteiro teor e colocá-las em cada envelope ou Ponta Delgada usa a mesma certidão para os dois processos?
  • Tereza LimaTereza Lima Member, Moderator
    Dentro do envelope de Sedex, cada processo deverá estar dentro de um envelope separado contendo cada um o seu combo de documentos necessários.

  • MarciaMarcia Member, Moderator, Banner
    @Eliana,

    complementando o que a Theresa escreveu, eles não costumam aceitar se estiver "faltando" a certidão pertinente, mesmo que ela faça parte do outro processo enviado junto.

    Porém, uma pergunta: vc está fazendo a transcrição do casamento dos avós e depois atribuição da sua mãe.
    Se me lembro do seu caso, era isso!
    Qual certidão teria que ser duplicada nestes processos?
  • Oi, Marcia, na transcrição, por exemplo, preciso da certidão de batismo de meu avô (nubente não português) e na atribuição de minha mãe tb preciso desta certidão. Quanto à atribuição de minha mãe, tb precisarei da certidão de casamento de meus avós, assim como para a transcrição do casamento. Ou será que estou enganada?
  • Ótima pergunta Eliana, agora me gerou essa dúvida, no caso da minha mãe terá atribuição da minha avó portuguesa e transcrição de casamento, vou precisar de 2 certidões de nascimento de inteiro teor ?
    Uma para cada "combo" atribuição e transcrição de casamento?
  • Tereza LimaTereza Lima Member, Moderator
    editado March 2016
    GenteM,

    Os processos vão dentro do mesmo envelope de Sedex mas é como se fossem separados. Podem até serem analisados por pessoas diferentes. Daí a necessidade dos documentos repetidos.

    Como no Brasil, você vai matricular seus 3 filhos na escola e pedem a xerox da sua identidade. Você tem que levar uma xerox da sua identidade para cada filho, ou seja, 3 xerox. Aí eles colocam uma xerox na pastinha de cada filho.
  • E daí, deve-se legalizar tabém todas essas certidões (mesmo as repetidas) no consulado. Calcular custos.
  • Tereza LimaTereza Lima Member, Moderator
    editado July 2018
    Cidadania não é pra qualquer um. É tudo muito caro. Principalmente os emolumentos, calculados em cima do euro. E muitos documentos, muitos.

    Vamos torcer para que a cotação caia e dê uma aliviada.

    Para quem PODE esperar, a partir de 14/8 a Apostila de Haia entrará em vigor (espero) e as legalizações consulares não serão mais necessárias.

  • Theresa, obrigada, pela informação. Acredito que elucida nossas dúvidas e fazem com que nossos processo cheguem de forma correta até Portugal. Vou providenciar já em dobro as certidões que se façam necessárias para os dois processos.
  • MarciaMarcia Member, Moderator, Banner
    Eliana,

    Vc não precisará da certidão de casamento dos avós para atribuição da sua mãe. Após ter feito a transcrição do casamento, essa é uma página virada. Basta indicar o assento da portuguesa em questão é pronto. Não tem duplicidade de documentos.

    Mas se tivesse, claramente teria que seguir o que a Theresa comentou. Esses processos são sérios e caros.
  • Tereza LimaTereza Lima Member, Moderator
    @Eliana

    Conforme orientações postadas da @Marcia, irão 2 envelopes dentro do Sedex.

    O primeiro contendo os documentos da transcrição do Casamento (as certidões de nascimento e casamento dos avós, vale postal, requerimento e etc).

    O segundo envelope contendo os documentos de Atribuição de sua mãe (a certidão de nascimento dela, etc.). SE QUISER, pode anexar uma xerox simples da certidão de nascimento do português e aí não vai precisa anotar nada referente a certidão do português quadro 2 do 1c.

    Devo lembrar que no Consulado só se legalizam as certidões BRASILEIRAS. O assento do português basta ser uma xerox simples, nem mesmo precisa ser autenticada.



  • Os documentos de transcrição do casamento dos meus bisavós chegaram dia 17 de fevereiro lá e nem numerado foi ainda. Parece que nós enchemos eles de trabalho rs
  • Pessoal hoje mandei um e-mail para PD para confirmar se estava correto a atribuição da minha mãe e minha, e a transcrição do casamento do meus pais, eles casaram com Pacto antenupcial, quando fui confirmar o vale postal de 120 euros transcrição do casamento e 30 euros do pacto, fui informado pela Sra Fátoma que o valor é somente de 120 euros. Algum caso como este aqui no Fórum?
  • pessoal um amigo meu vai enviar a atribuição da avó, os bisavós nasceram e se casaram em Portugal, na hora de preencher o formulário 1C p/ atribuição da avó o melhor é marcar a mãe ou pai português? Ele tem o assento dos dois
  • MarciaMarcia Member, Moderator, Banner
    @Celso Araujo,

    acredito ter sido um engano da sra Fátima, pois todas as conservatórias dão o mesmo valor 120 Euros + 30 Euros do pacto. Já recebi essa mesma resposta de várias conservatórias, ano passado.
Entre ou Registre-se para fazer um comentário.