Requerimentos para Transcrição de Casamento em Ponta Delgada e Tondela- Modelos e Preenchimento.

145791064

Comentários

  • Vlad PenVlad Pen Member, Moderator, Banner
    editado January 2018
    @Gustavo, vc deve ter feito pelo euro exportação. Envie outro vale com o valor complementar e mande a cópia por e-mail.

    OBS: não fazer a conversão pelo euro exportação

    http://www2.correios.com.br/sistemas/efi/consulta/cotacaomoeda/
  • editado January 2018
    Meu povo....
    Uma dúvida, desculpe não ficou claro para mim...

    NACIONALIDADE DOS NUBENTES À DATA DO CASAMENTO:
    Se o nubente(s) for nascido (s) em Portugal ou com a nacionalidade originária, preencher: PORTUGUESA
    Se a nacionalidade fora adquirida por aquisição, preencher: BRASILEIRA.
    O assento português indicará a nacionalidade.

    Na data do casamento a minha esposa ainda não tinha a atribuição concluída, ou seja o processo de cidadania não tinha sido concluído. ((( NUBENTES À DATA DO CASAMENTO ))
    Informo Portuguesa ou Brasileira ?

    Obs: Eu sou Brasileiro....
  • @Felipe Rodrigues

    Se a sua esposa tem a nacionalidade portuguesa originária preencha como portuguesa - afinal o assento português dela fará parte do processo.
    Só não não confunda naturalidade x nacionalidade.
  • @Mariza Guerra obrigado, fiquei em dúvida devido ela ter obtido (atribuição) a nacionalidade após o casamento.
  • @Felipe

    A nacionalidade adquirida através de um dos pais ou de ambos é originária, isto é, possui efeito desde o nascimento, portanto se for o caso, a nacionalidade à época do casamento é portuguesa.

    Isso é para o requerimento pois, na certidão de casamento portuguesa - que por sinal é bem resumida - constará os dados da certidão de casamento brasileira.
  • Pessoal, segue minha experiencia para transcrição de casamento dos meus pais:
    Data de Postagem BR: 05/12/2017
    Entrega no CRC PT: 15/12/2017
    Confirmação por e-mail de Transcrição: 15/01/2018
    Gostaria de agradecer as informações contidas nesse Fórum, estão de parabéns por compartilhar tanta informação.
    Agora vou seguir para solicitação da minha nacionalidade portuguesa por atribuição. Devo aguardar a chegada da certidão de casamento transcrita? Um dos documentos para atribuição é a certidão de nascimento do português, no caso, minha mãe, porem a certidão
    de nascimento que possuo, ainda não havia sido realizado a transcrição, será que preciso solicitar outra atualizada ou somente a certidão de casamento (transcrição) seja suficiente?
  • Mariza GuerraMariza Guerra Member
    editado January 2018
    @rodrigomso

    Não precisa aguardar o assento de casamento e nem da atualização do assento de nascimento. Estará no sistema integrado.

    Envie um cópia simples do assento de sua mãe com o número do assento do casamento à parte - ex: cópia do e-mail que recebeu de PD.
  • Boa tarde, no formulário 2 no campo dos nubentes, o estado civil é antes do casamento? no caso coloca-se solteiro ou é casado mesmo? Obrigado.
  • Mariza GuerraMariza Guerra Member
    editado January 2018
    @Rodrigo TSilva

    O estado civil dos nubentes é o mesmo que consta na certidão de casamento. Se tiver solteiro para ambos preencha igual.
  • @Mariza
    Muito obrigado, agradeço 1.000 vezes a você, pois me ajudou a localizar a conservatória que meu avô foi registrado e semana passada meu processo foi deferido. Agora sou português também.
  • @Rodrigo

    Parabéns pela conquista. Fico feliz por ter tido a oportunidade de contribuir para essa importante realização. Abraços.
  • @Marisa Guerra. Li seu post sobre o requerimento para transcrição de casamento. Estou em dúvida quanto ao documento de nascimento dos cônjuges portugueses. Ambos nasceram antes de 1911. Por conseguinte temos as certidões de batismos emitidas pelo Arquivo Distrital da Guarda. No requerimento apontei os dados dos registros, bem como as referências PT/ ADGRD.......
    Pergunto: há necessidade de se mandar os originais para Ponta Delgada ou pode ser apenas cópias simples?
    Uma delas, a da nubente "CERTIDÃO NARRATIVA DE NASCIMENTO" foi apostilada em Portugal. A do nubente é "CERTIDÃO NARRATIVA de Registo do Livro Duplicado"
    Segundo o AD da Guarda houve dois registros com os mesmos dados, sendo o primeiro em nome de "Maria" e o segundo considerado duplicado em nome de "JOZE", que é o do meu tio em pauta. Provavelmente era um caso gemelar que não foi explicitado e a família na atualidade não sabe dizer.
    Enviei eMail a Ponta Delgada e não me contestaram.
    Muito obrigado
  • @Marisa Guerra Obrigado. Já me inteirei com a solução da minha dúvida pelas postagens de @Marcia e @Vlad Pen, aos quais volto a agradecer e peço desculpas pela duplicidade.
  • augusto1370augusto1370 Member
    editado January 2018
    Fala galera, boa tarde. Estou com um problema, mandei meus documentos dia 08-01-18, e até agora nao chegou em ponta delgada. Mandei pelos correios, e no site da CTT consta que dia 08 ocorreu a aceitação, no dia 09 na alfandega para exportação e no dia 10 saída da alfandega para exportação, porem consta que o local nao está definido, desde o dia 10. Mandei um email para a CTT e falaram que meu pedido esta sobre uma analise rigorosa, alguem de voces ja passaram por esse problema ? Obrigado
  • @augusto

    Os Sedex estão demorando mesmo. Despachei dia 05/01, ficou oito dias sem atualização e só chegou hoje em Lisboa. Para Ponta Delgada leva mais tempo ainda.
  • Boa tarde!
    Recebi a informação pelo rastreamento que a minha documentação chegou em Ponta Delgada. Alguém tem idéia de quanto tempo está demorando o processo de transcrição de casamento?
  • Menos de uns 20 dias.
  • augusto1370augusto1370 Member
    editado January 2018
    @Mariza Voce ligou para Lisboa para saber se chegou ou mandaram email? Obrigado
  • Depois que for feita a transcrição do casamento, sabem dizer quais conservatórias aceitam o processo de cônjuge? Antes era só Lisboa, mas parece que porto também está aceitando é isso mesmo?
  • Vlad PenVlad Pen Member, Moderator, Banner
    @applessa não entendi sua pergunta
  • Queria saber se Porto está aceitando processo de cidadania para cônjuge. Estou fazendo o meu processo de cidadania, pois sou filha de português. Vou fazer dos meus filhos e por último do meu marido. Antes só Lisboa aceitava processo de cidadania para marido/esposa. Mas li em algum lugar que Porto também está aceitando. queria saber se é isso mesmo. Consegui explicar?
  • Vlad PenVlad Pen Member, Moderator, Banner
    @applessa não temos informação q Porto faz esse tipo de processo, somente Lisboa.
  • Pessoal, mês que vem farei a atribuição da minha mãe e depois farei a transcrição de casamento dos meus pais para então solicitar a minha.
    O ponto delicado é o seguinte:
    Minha mãe alterou o nome dela adicionando o do meu pai e depois que se divorciou alterou novamente.
    Na minha documentação ela está com o nome de casada e não pretendemos averbar o divórcio em Portugal.
    A questão é que a assinatura dela atual já não leva mais o nome do meu pai. Então o ideal seria eu requerer a transcrição, correto?
    Alguém teve um caso parecido?
    Será que terei problemas ao transcrever o casamento com essas alterações de nome?

    Desde já, obrigada!
  • @Raissa Felix

    A transcrição do casamento dos seus pais será obrigatória para que você possa entrar com o seu processo. Providencie a averbação do divórcio na certidão de casamento brasileira de sua mãe, assim todas as alterações de nome estarão explícitas. Não precisará homologar o divórcio se não quiser, porém a sua mãe estará com o nome de casada nos documentos portugueses.
  • Boa tarde prezados,

    Estou com duficulddes de preencher o requerimento da transcrição do meu casamento em PD, devido o meu casamento ter sido o RELIGIOSO PARA EFEITOS CIVIS, ou seja, primeiro nos casamos na igreja evangélica, com todas as testemunhas presentes nesta ocasião, depois q o religioso foi inscrito no cartório, ou seja, a data da cerimônia foi 30 Out 04, e a data de inscrição em cartório foi dia 10 Nov 04, 10 dias depois....constam essas duas datas na minha certidão de casamento.

    1. Qual data devo considerar como a data do casamento, para fins de preenchimento do requerimento?

    2. No campo "casamento", devo especificá-lo como: CIVIL, RELIGIOSO ou RELIGIOSO PARA EFEITOS CIVIS?

    Obrigado.
  • @Rosie

    1. A data da cerimônia e não da inscrição, dia no qual as testemunhas assinaram.
    2. Religioso para efeitos civis.
  • Obrigado @Mariza Guerra.
  • Pessoal, bom dia. Recebi meu assento português semana passada e mantive meu nome de solteiro. Agora, preciso fazer a averbação de meu casamento e alterar o meu nome, já que ao casar eu fiz essa alteração e não minha esposa. Qual documento eu devo preencher e como proceder para tirar o CC e passaporte após a averbação realizada. Obrigado.
  • @André

    A partir da página 1 dessa discussão tem a lista de documentos e instruções. Para Cartão cidadão e passaporte é preciso agendar no Consulado ou pessoalmente em Portugal.
Entre ou Registre-se para fazer um comentário.