Requerimentos para Transcrição de Casamento em Ponta Delgada e Tondela- Modelos e Preenchimento.

13468964

Comentários

  • Pessoal, boa tarde.

    Estou para dar entrada no processo de transcrição da minha avó, porém:

    - A certidão de casamento da minha avó eu fiz copia reprográfica (em inteiro teor), e não a digitalizada. Então na certidão consta na primeira folha as informações do livro, folha, termo e etc e no verso a cópia do livro. Essa certidão vai ser aceita neste processo, ou terei que pedir uma nova, digitalizada?

    - Não consigo localizar a certidão de nascimento do meu avô, sabemos que é brasileiro e realizamos uma busca no mesmo cartório que realizou o casamento deles, porém nada foi encontrado. Eu tenho a certidão de busca negativa. Um detalhe importante é que na certidão de casamento de minha mãe, consta o nome do meu avô como testemunha.

  • Marco MadeiraMarco Madeira Member
    editado December 2017
    @Nathan Boa tarde. Sobre a primeira pergunta, vou deixar alguém mais experiente responder, embora acredite que a reprográfica sirva, sim!

    Quanto a sua segunda pergunta, de uma olhada neste topico, lá tem bastante material e até modelo de requerimento. Abraços.

    http://forum.cidadaniaportuguesa.com/discussion/5292/e-possivel-transcrever-casamento-de-portugues-a-sem-a-certidao-de-nascimento-do-nubente-estrangeiro/p6
  • Vlad PenVlad Pen Member, Moderator, Banner
    @Nathan, se a Cópia reprográfica estiver de fácil leitura não será necessária a cópia digitada.Procure saber com outros parentes se alguém sabe onde seu avô nasceu ou cidades próximas onde morou.As vezes os cartórios tem "preguiça "de procurar.Ponta Delgada não está aceitando por enquanto certidões negativas.
  • @Marco Madeira,

    Obrigado pela ajuda. Vou tentar pegar todas as negativas na cidade dele, existem mais 2 RCPN.

    @Vlad Pen,

    Obrigado pela ajuda. É possível ler sim, acabei tirando essa pq no processo para netos, se entendi bem, a repográfica é a correta né? Dai acabei tirando ela para a transcrição também.

    Sabe me informar de algum outro local em Portugal que esteja aceitando? Caso eu não consiga localizar a mesma, nos outros 2 cartórios, acho que vou entrar com o processo de suprimento.
  • Boa noite!
    @MarizaGuerra

    Li todos os comentários e estou com uma dúvida ainda. Me desculpe.....
    Seria no modelo 2:

    1) O que preencho no Declarante (s)? Eu preencho os 2 campos: O nubente e A nubente, mesmo com o nubente, brasileiro, falecido?

    2) O que preencho no campo “Se um dos nubentes for estrangeiro”? Preencho somente o campo do Nubente, que é o Brasileiro, ou preencho da Nubente também? A Portuguesa. Preencho também a “Primeira residência conjugal?

    Obrigada se puder me ajudar!
  • Olá, @Fcamuri

    1.Preencha apenas o campo do declarante.
    2. Preencha os dois campos da residências dos nubentes à época do casamento - cidade, estado - país. Consta na certidão de casamento.
    Sim, preencha o campo de primeira residência conjugal; cidade, estado, país.
  • Oi, @MarizaGuerra

    Entendi a sua resposta no item 2, mas no item 1 ainda estou com dúvida....
    No campo “Declarante(s)” tem espaço pra colocar o nome do Nubente e da Nubente, no caso seria a minha avó solicitar a transcrição, aí ela assinaria apenas no campo da Nubente? Ou eu coloco o nome do Nubente também mesmo falecido.

    Obrigada!!!
  • Vlad PenVlad Pen Member, Moderator, Banner
    @Nathan, vc pode fazer na 4 Crc do Porto.
  • @MarizaGuerra,

    Relendo a sua resposta (1 pergunta), acho que eu entendi agora....
    Como é a minha avó a requerente (a Portuguesa), devo apenas colocar o nome dela no "Declarante", certo? O nubente, Brasileiro, já falecido, não preciso colocar. Deixo esse campo em branco. Correto?

    Desculpe a minha insistência...

  • Correto, @Fcamuri. A sua avó é a nubente requerente, portanto ela assinará no cartório para que haja o reconhecimento de firma por autenticidade. O outro campo ficará em branco.
  • @MarcoMadeira
    Recebi a informação na agência do correio do Santos Dumont que foi suspenso em todo o Brasil por tempo indeterminado.
    Porém, fiz o vale postal na agência do Correio de Teresópolis sem nenhum problema.
  • @MarizaGuerra

    Muitíssimo obrigada por sanar a minha dúvida : )
  • Reconheci a assinatura do requerimento por autenticidade. é preciso levar em outro cartório para dar sinal público? como no 1c
  • Pessoal estou com dúvidas no preenchimento:

    Ali embaixo está Rio de Janeiro .... data
    Posso mudar pra minha cidade !?
  • Daniel HenriquesDaniel Henriques Member, Moderator
    @thaisborgomani sim, mude para sua cidade.
  • Obrigada Daniel, também tenho outras dúvidas rs

    Na certidão deles de inteiro teor (meus avós) esta constando a separação.

    Isso influencia em algo?
    E também não fala nada se eh somente civil ou civil e religioso.

    Quando não fala nada assim na certidão eh pq eh só civil ?
  • Daniel HenriquesDaniel Henriques Member, Moderator
    Thais não influencia em nada estar averbada a separação, se não fala nada declare como civil apenas.
  • Mais um detalhe:

    Na certidão de inteiro teor consta também que está sob regime de comunhão de bens.
    Coloco então COM convenção antenupcial,
    Correto!?
  • editado December 2017
    To confusa só nessa parte
    Eles se casaram em 1963
  • @thaisborgomani Nessa epoca, a comunhão de bens era o regime legal, ou seja, era como é hoje a comunhão parcial. Logo, marque sem pacto antenupcial.
  • Marco, muiiiito obrigada!
  • Daniel HenriquesDaniel Henriques Member, Moderator
    Thais não, convenção antenupcial seria o acordo pré-nupcial no Brasil. Coloque SEM convenção antenupcial.
  • De nada.
  • Boa tarde,
    Estou fazendo o processo de transcrição dos meus pais, porém tenho uma dúvida.
    Já tenho a certidão de nascimento do meu pai (brasileiro) e a de casamento dos meus pais (brasileiro com portuguesa). Mas, quando fui reconhecer a firma do notário que assinou as certidões, em uma foi feito o "reconhecimento pro semelhança" e na outra certidão foi feito o "sinal público". Qual seria o correto? Se eu deixar dessa forma terei algum problema para apostilhar?
    Obrigada
  • Minha mãe vai fazer a transcrição do casamento dela modelo 2.
    Eu fui no cartório pedir a certidão de casamento dela em inteiro teor, então atras da certidão está escrito os dados de quem solicitou a certidão (nesse caso, eu). Pode dar algum problema? Porque ela esta pedindo a transcrição mas na certidão esta escrito que eu pedi.
  • Daniel HenriquesDaniel Henriques Member, Moderator
    @LucasLeo não há problema nenhum, é normal vir escrito mesmo só que geralmente o cartório não se dá ao trabalho de colocar o nome do solicitante, se limita a escrever que "a pedido de pessoa interessada"...
  • Bom dia Pessoal, gostaria de confirmar umas informações. Tanto a certidão de casamento quanto a certidão de nascimento do conjugue não precisam ser reprográficas. Correto?

    Quanto ao requerimento, minha mãe, que é a portuguesa e irá assinar. Escolhi o modelo 2. Neste caso, o meu pai precisa assinar também?

    Obrigado
  • Vlad PenVlad Pen Member, Moderator, Banner
    @Lucas, as certidões podem ser apenas de Inteiro teor.Apenas um dos cônjuges é obrigatória a assinatura.
  • Boa tarde pessoal, enviei meu requerimento para Ponta Delgada, mas recebi um email dizendo que o valor do vale postal foi só de 114 euros e que tenho que enviar um de 120 euros (deve ter ocorrido alguma confusão na conversão nos correios). Como devo proceder? Faço um novo vale com o valor complementar? Eles não explicaram nada no email, se alguém puder me dar uma ajuda, agradeço muio!
Entre ou Registre-se para fazer um comentário.