Atribuição pelo ACP Porto (informações e Processos)

1110411051107110911101218

Comentários

  • @gandalf mas minha avó é a portuguesa. Como não constaria? Talvez não constasse o nome do meu avô (brasileiro).

    Mas saiu com o nome dos dois, porém minha avó (portuguesa) com o nome de solteira, diferente dos documentos enviados que consta o nome de casada.

  • @Nandalobao vamos que vamos!

  • @Max

    ACP, agora mais que nunca. Rápida e segura.

    Todas as outras estão passando por reestruturações, sendo imprevisíveis. Seis conservatórias pequenas foram fechadas p/ nacionalidade.

  • @AndreAAlmeida

    Parabens!

    De fato foi quase um mês mais rápido que a maioria.

    Você disse que o processo é de seu avô. Qual a idade dele? Que ano ele nasceu? Será que o ACP está dando prioridade para idosos como a CRCentrais, nos mesmos padrões, e isso tem passado despercebido? Ele teve alguma exigência, ou já "limpou" todas as retificações antes de iniciar?

  • @Nandalobao

    Acho que tinha visto isso num comentário quando estava olhando as msgs antigas. Posso ter me confundido e era pra outra pessoa.

  • Olá boa tarde,

    @gandalf , também recebi minha chave hoje por email, já está tudo preenchido no final da planilha, pode por favor posicionar ela na posição correta?

    Muito obrigado!

  • Boa tarde pessoal.

    Só falta concluir um processo de menores no mês de setembro/2021.

  • Acredito que já tenha sido concluído ou caiu em exigência, mas a galera não preenche. Não tem jeito, @Rogeriof

  • Pois é @Destefano

    O de hoje, segundo as observações, foi da bolinha 4 a 7 no mesmo dia.

  • @gandalf recapitulando....

    Mãe portuguesa

    Pai brasileiro

    Transcrição de casamento parada em Tondela

    Registro de nascimento português (filho - meu pai) com o nome da mãe de solteira, divergindo dos documentos brasileiros. Mas de acordo com a certidão portuguesa da mãe.

    É o procedimento deles (pelo fato da transcrição não ter sido concluída) ou teria que de fato constar o nome de casada?

    Essa era a minha dúvida...

    Então, pela sua resposta não teria problemas futuros.... é isso? Tudo ok, tudo certo na Bahia! Estou na esperança de ser procedimento padrão. Porque gostaria que pelo menos o meu processo fosse tranquilo sem retificações, processos judiciais, exigências, etc... já deu pra mim! Rsrsrs

  • @Nandalobao

    Se a transcrição não foi concluída, eles não tinham ela com o nome de casada ainda.

    Na6o mudariam o nome dela só porque aparece na certidão brasileira. Para todos os efeitos ela fica solteira, com nome de solteira, até que haja a transcrição. E como documentos portugueses têm precedência, assim também fica o nome dela no assento dos descendentes.

    Mas não causa nenhum problema futuro.

  • @isabelfontinha

    Me desculpe na6o ter visto sua pergunta antes sobre a exigência. Eu respondi a outra pessoa um caso semelhante: https://forum.cidadaniaportuguesa.com/discussion/comment/274478/#Comment_274478

  • Oi, @gandalf !

    Ele tem 83 anos, não pedi nenhuma urgência. Acho que não é a idade, há alguns meses os processos eram despachados com 140/150 dias e hoje já é comum ver processos despachados com 120/130. Os processos vizinhos foram todos despachados mais ou menos na mesma data (alguns, de pessoas jovens do grupo do facebook, foram despachados no dia anterior, o que me deu alguma ansiedade).

    Sobre as retificações, tivemos que fazer uma retificação judicial mesmo. O nome do Português estava errado nas certidões brasileiras, então complicaria bastante o processo e impossibilitava a retificação administrativa (o erro era relativamente grande). A única coisa que deixamos de retificar foi um "d'xxxx" pra de "xxxxxx". Pela gravidade do erro, imaginei que tivessemos alguma exigência solicitando esclarecimentos, mas a Conservadora aceitou a retificação. Não fizemos transcrição do casamento e mandamos apenas o óbito em inteiro teor apostilado para fixar o nome (português nascido antes de 1911).

  • LeognobregaLeognobrega Member
    editado January 21

    Gente, mais uma dúvida (ah va)

    Ja tenho o arquivo que a conservatória enviou, com a carta afirmando ser real e já solicitei a repografica do meu avô (filho do tuga). Eu preciso apostilhar a certidão original que vão emitir e mandar ou e uma copia autenticada e apostilhada? Pq se eu mandar a original eu perco ela ne?

  • RogeriofRogeriof Member
    editado January 21

    @dennisasilva tu teve o despacho e conclusão hoje?

  • Fala @Rogeriof tudo certo ai?


    Sim, na verdade esse pedido é para minha mãe e hoje ao consultar tive esse resultado.



  • RogeriofRogeriof Member
    editado January 21

    @dennisasilva

    Então, na planilha desmarca a coluna "K" , retira a data, porque ainda não foi concluído, e no despacho coluna "I" coloca DESPACHO em azul

    Só teve o despacho favorável, que já é uma vitória, mas ainda não foi emitido o assento.

    De qualquer forma, parabéns!!!

  • Agora ficou correto @dennisasilva , valeu.

  • Ah entendi. Obrigado pela ajuda @Rogeriof pela ajuda. FIz os ajustes necessários e caso seja necessário fazer alguma alteração, por favor me avise.

    Obrigado,

    Dennis.

  • Saberia informar se eles mandam a informação do assento? Como que funcionaria os próximos passos?

    Abraço,

    Dennis.

  • LeticialeleLeticialele Member, Moderator

    @Leognobrega , tem que mandar todas as certidões originais!! Só aceitam cópia simples se a certidão for do civil online, porque sua autenticidade pode ser verificada por eles no Sistema.

    Tire uma cópia para guardar para você.

  • MaxMax Member


  • MaxMax Member

    @gandalf obrigado pela resposta

    Aproveitando... sei que a morada é R. Visconde de Setúbal, 328 - Porto 4200-428

    Mas além de ser pela DHL, qual é a recomendação para envio?

    Há necessidade de envelope especial?

    No destinatário tem que indicar algum setor específico ou aos cuidados de algum funcionário?

    Mandei email pra ACP perguntando mas sem resposta...

  • Eles vão te mandar por e-mail @dennisasilva

  • LeticialeleLeticialele Member, Moderator

    @Max , apenas o endereço do ACP; o envelope é fornecido pela DHL e está incluído no preço. Eles fazem a etiqueta.

    Como é envio internacional, você tem que apresentar um documento com foto.

    Não precisa ser encaminhado a nenhum setor específico.

    Vão dar um recibo, em que o "WAYBILL" é o código de rastreamento.

    Procure uma loja próxima - https://locator.dhl.com/

  • gandalfgandalf Member
    editado January 21

    @Max

    Basta colocar os documentos diretamente dentro do envelope amarelo da DHL, e passar o endereço para a funcionária que vai criar a etiqueta. Quem for entregar no DHL, tem que apresentar a identidade (RG). Basta declarar que são documentos, a funcionária confere que só tem papel, lacra, põe a etiqueta e manda. Diga que o destino é uma empresa (órgão de governo), que fica €5 mais barato.

    Faça antes uma cópia xerox de todos os documentos que está mandando, grampeie e guarde com você como referência.

    Só precisa de envelope interno, se estiver compartilhando o envio DHL com mais de um processo, para não misturar os documentos dentro.

    Arquivo Central do Porto | Rua Visconde de Setúbal, 328 | 4200-498 - Porto | Telefone: +351 22 557 3849

  • MaxMax Member

    @Leticialele @gandalf muito obrigado, vocês são ótimos

    Todos os patrícios em potenciam tinham que saber dessa comunidade aqui... a quantidade de tempo que se perde com processos iniciados nos consulados é absurda!!!

  • @AndreAAlmeida

    Eu acho que a idade pode ter ajudado a sair mais rápido sim. Normalmente quase não se nota a diferença.

    No ACP o Despacho é em 5 meses e o assento em 26 dias. (da maioria)

    Sua avó foi 4,5 meses, e 10 dias.

  • @gandalf, particularmente em relação aos processos de setembro, tenho notado um prazo menor sim. Dos 7 processos despachados, o maior prazo foi com 140 dias. E ele tem 3 dias a mais que o segundo colocado, ou seja, parece haver uma tendência a redução do prazo.

  • @Destefano Deus te ouça, porque continuo com a sensação de processos paralisados.

    A verdade é que os meses de julho, agosto e setembro tiveram um aumento absurdo de processos, talvez isso esteja me causando essa sensação.

    Tivemos acho que 3 despachos hoje... Tomara que esses "casos isolados" de antecipação se tornem frequentes. Rsrsrsrs

Entre ou Registre-se para fazer um comentário.