Dúvidas sobre processo de atribuição e transcrição de casamento

13»

Comentários

  • amaftamaft Member

    @gandalf

    Quanto tempo está levando, em média, para VNG (1C)? Vi na planilha, mas tem poucos casos lá!


    Obrigado,

  • @amaft

    É o que você viu.

    VNG é para desbravadores que queiram correr o risco, e provavelmente concluir muito mais rápido. Por enquanto somente 2 casos foram relatados. O mais recente levou apenas 60 dias, o que seria excelente.

    A medida que mais gente arriscar e tivermos relatos, iremos confirmando o prazo. Quem chegar primeiro sairá mais rápido.

  • amaftamaft Member

    @gandalf

    Entendi, obrigado!!

    Por medo de arriscar, acabei sendo mais conservador e seguindo com o processo por Tondela (1-C).

    Agora é esperar e torcer para dar tudo certo rs!


    Obrigado pelas dicas, att.

  • @amaft

    Fique tranquilo que foi uma boa decisão. Pode levar alguns meses a mais, mas tempo não é tudo a considerar. "https://forum.cidadaniaportuguesa.com/discussion/comment/227608/#Comment_227608"

    Afinal estamos atravessando uma pandemia, cheios de excessões, onde você iria? :-)

    O importante é garantir o direito.

  • Olá...

    Bom dia! Acompanho o fórum a bastante tempo, primeiro queria agradecer por já conseguir a atribuição do meu pai (avô português) e também já realizei a transcrição do casamento dele com a minha mãe, uma vez que ele não consta como declarante na minha certidão. (Porém, já estavam casado a época do meu nascimento).

    E a minha dúvida é quanto a isso, além da transcrição, preciso enviar algum outro documento, como a certidão de casamento deles apostilada (brasileira)? Ou, como já foi transcrito os documentos são os mesmos, só enviar a certidão com a transcrição?

    Agradeço se puderem me ajudar!

  • LeticialeleLeticialele Member, Moderator

    @DanizinhaF , se o casamento está transcrito, não precisa enviar nenhum documento a mais, basta enviar a certidão com a transcrição do casamento averbada.

  • Certo... mto obrigada @Leticialele

  • Olá colegas,

    Sou neto de avós portugueses, casados em Portugal.

    Na certidão de minha mãe nascida na Brasil e não nacionalizada portuguesa consta como declarante o pai.

    Pergunto : além das certidões de nascimento dos portugueses, e do passaporte do grupo familiar , todos certificados, preciso apresentar certidão de casamento dos avós.

    Possuo ainda as certidões de óbito dos avós e meus pais.

    Tenho que transmiti-las , mesmo sendo nascimentos há mais de 100 anos?

    Grato Leticialele

  • LeticialeleLeticialele Member, Moderator

    @Alberto_carneiro2 , se seus avós são casados em Portugal, o casamento deve estar averbado no casamento de um dos dois.

    Faça o processo com a certidão de seu avô.

    Se o assento dele é anterior a 1911, tem que ser solicitado no Arquivo Distrital correspondente, cópia certificada.

    Se é posterior a 1911, peça no civil online.

    Não vai precisar de passaportes, apenas das certidões. A de nascimento da sua mãe tem que ser por Inteiro Teor, apostilada

    Dos antepassados, apenas esses documentos.

    A sua certidão tem que ser por cópia reprográfica do livro, apostilada.

    O documento de identidade (RG) tem que ter sido emitido há menos de 10 anos, cópia autenticada apostilada.

  • Continuo ainda com uma dúvida.

    Apesar de em algumas certidões constarem que meus avós são casados em Portugal, ainda não consegui a certidão de casamento.

    Sendo meu avô o declarante do nascimento de minha mãe, mesmo assim tenho que apresentar a certidão de casamento?

    É as certidões de óbito tem quer transcritas em Portugal, uma vez que faleceram no Brasil e ainda sendo registros antigos arquivados no arquivo distrital?

    Por favor Leticialele , agradeço sua ajuda.

  • LeticialeleLeticialele Member, Moderator

    @Alberto_carneiro2 , se seu avô foi o declarante na certidão da sua mãe, não precisa mandar a certidão de casamento dele. Se sua mãe mudou de nome após casar, mande uma certidão de casamento dela, inteiro teor, apenas para justificar a mudança de nome, e combinar com o que consta na sua certidão de nascimento.

    Embora todos os atos da vida civil de portugueses tenham que ser registrados em Portugal, nos processos de atribuição não é obrigatória a transcrição dos óbitos, exceto se você fizer o processo por um Consulado, o que não é aconselhável.

    Com a mudança na lei, excluindo a necessidade de os netos apresentarem laços efetivos com Portugal, ainda não se sabe se apenas a CRC Lisboa continuará a analisar os processos de netos.

    Em que ano nasceu seu avô? Você já tem a certidão de nascimento (ou o assento de batismo ) dele?

    Já sabe onde pedir a certidão de nascimento de sua mãe? A de casamento? É importante fazer logo essas pesquisas, para ir se adiantando na montagem do processo!

  • Agora estou mais animado com os seus esclarecimentos .

    Já possuo as certidões certificadas dos assentos de meu avô e de minha avó.

    Ele nasceu em 1880 e minha avó em 1878.

    Tenho a certidão de inteiro teor do nascimento , da certidão de casamento de minha mãe.

    Será que vou precisar do óbito de minha mãe e de meus avós?

    E de meu pai nenhuma certidão é necessária?

    Creio que é só aguardar a publicação da lei de nacionalidade para netos.

    Em tempo, preciso renovar o inteiro teor das certidões vencidas a mais de 6 meses, será o momento ou aguardo a sanção do presidente ?

    Muito grato

  • LeticialeleLeticialele Member, Moderator
    editado October 18

    @Alberto_carneiro2 , você vai precisar de uma certidão de casamento ou de óbito do seu avô para fixar o nome que ele adotou na vida adulta. Só para isso. Não significa transcrever o casamento nem o óbito.

    As certidões portuguesas não têm validade.

    As brasileiras, sim, valem por 1 ano entre a emissão e a numeração em Portugal.

    Acompanhe diariamente o post abaixo e, assim que o presidente sancionar, você pede as certidões renovadas, SE FOR O CASO.

    https://forum.cidadaniaportuguesa.com/discussion/16191/alteracao-na-lei-de-nacionalidade-para-netos-fim-da-ligacao-efetiva-com-portugal#latest"

    Parece que ele sanciona ainda no mês de outubro.

  • Mais uma vez estou muito grato pela atenção e presteza com que trata nossas dúvidas.

    Bom fim de semana!

    Deus A abençoe!!!

  • É possível dar entrada no requerimento de nacionalidade, prevendo seu julgamento após ser promulgada a alteração da lei?

    Ou depende da vigência da lei na data do protocolo?

    Penso que se demora por volta de 20 meses para a conservatória julgar o processo, com certeza já teríamos a vigência da nova lei.

    Seria pertinente?

  • Em tempo: Minhas dúvidas já foram tiradas em outros grupos.

    Grato

Entre ou Registre-se para fazer um comentário.