Transcrição de casamento realizado no Brasil

Olá a todos, e principalmente à @Leticialele,

Pretendo correr menos riscos e, mesmo não havendo certeza de que preciso transcrever em Portugal os casamentos no Brasil de meus ascendentes da linhagem portuguesa para o processo de aquisição da nacionalidade por brasileiro, irei fazê-los.

Alguém poderia indicar-me quais seriam os meios possíveis e as suas diferenças, por gentileza?

«13

Comentários

  • LeticialeleLeticialele Member, Moderator

    @gahbedantas , você pode fazer a transcrição por Ponta Delgada. São especializados, mas extremamente exigentes com divergências, por menores que sejam. Não devolvem os documentos

    Consulado do Rio (se mora do RJ ou ES) ou de santos (se mora em SP ou MS) são rápidos e eficientes, mas exigem mais documentos. No entanto, devolvem tudo.

  • Obrigado, @Leticialele!

    Pelo que vi, a transcrição faz com que o registro do casamento do português seja averbado junto aos seus registros de nascimento, correto?

    E quando a transcrição se tratar de filho de português já falecido (o processo está sendo feito para o neto, sendo que o filho não obteve a nacionalidade portuguesa), onde será averbada a transcrição?

  • Aliás, nesse caso, é possível / necessário transcrever o casamento do filho do português que não adquiriu a nacionalidade, em se tratando do processo de cidadania do neto?

  • LeticialeleLeticialele Member, Moderator

    @gahbedantas , sim, com a transcrição você recebe uma certidão de casamento.

    Não é possível transcrever, em Portugal, o casamento do filho do português que não adquiriu a nacionalidade!!! Relaxe, basta transcrever o casamento dos portugueses.

  • Vc é impressionantemente gentil.

    Muito obrigado.

  • Boa noite a todos, em especial a leticialele,

    É a primeira vez que estou acessando e não sei se estou colocando as minhas perguntas no lugar certo.

    Estou querendo tirar a nacionalidade por ser neto de portugueses já falecidos e gostaria de tirar umas dúvidas que são:

    1 Os meus avós se casaram no Brasil e na certidão de casamento não aparece o nome da minha avó de casada, preciso averbar o nome dela com os documentos que tenho para depois mandar transcrever o casamento?;

    2 - Na certidão de casamentos dos meus avós os nomes dos pais da minha avó aparecem diferentes da certidão de nascimento do meu pai, preciso retificar a certidão de nascimento do meu pai para igualar os nomes com a certidão de casamento?

    3 - Para a transcrição de casamento dos meu avós será preciso enviar cópia da certidão de batismo dos dois ( já tem mais de 100 anos );

    4 - Na processo de atribuição de nacionalidade é exigido também que se transcreva o óbito ou basta a certidão de casamento.


    Obrigado a quem puder me ajudar com estas dúvidas

  • LeticialeleLeticialele Member, Moderator

    @SergioMdeoliveira

    1 - Não precisa averbar nada na certidão para transcrever o casamento;

    2 - Quais são as diferenças? Por favor, explicite.

    3 - Sim, precisa do assento de batismo dos portugueses, certificados pelos Arquivos Distritais correspondentes; https://forum.cidadaniaportuguesa.com/discussion/17071/roteiro-para-solicitar-certidoes-nos-arquivos-distritais/p1

    4 - Transcrever apenas o casamento, pois ambos são portugueses. Não precisa do óbito para o processo de nacionalidade.

  • Obrigado Sra. Leticialele,

    2 - As diferenças são as seguintes na certidão de casamento dos meus avós os nomes dos meus bisavós maternos aprecem como " Antônio Pereira de Oliveira e de Maria Pereira das Neves, mas na certidão de nascimento do meu pais aparecem como Antônio Pereira e Maria das Neves.

  • Gostaria de perguntar também um detalhe sobre a sua resposta número 1

    1 - Não precisa averbar nada na certidão para transcrever o casamento;

    Acontece que o nome da minha avó na certidão de nascimento do meu pai aparece o nome de casada dela não vai atrapalhar na conferência da filiação?

  • LeticialeleLeticialele Member, Moderator

    @SergioMdeoliveira , transcreva o casamento dos avós, vai precisar dos assentos de batismo certificados dos dois , da certidão de casamento inteiro teor, de um Requerimento com a firma reconhecida por autenticidade. Não precisa averbar o casamento no assento de batismo! Seria extremamente difícil aceitarem mexer nos livros paroquiais portugueses.

    Se mora no RJ ou ES, faça pelo Consulado do Rio (https://riodejaneiro.consuladoportugal.mne.gov.pt/pt/assuntos-consulares/informacao-geral/lista-de-atos-consulares/registo-civil-nacionalidade#transcri%C3%A7%C3%A3o-de-casamento-entre-dois-cidad%C3%A3os-portugueses) . Se mora em SP ou MS, pelo Consulado de Santos (https://consuladoportugalsp.org.br/transcricao-de-casamento-sem-alteracao-dos-dados-do-cartao-do-cidadao/) . O processo de transcrição tem levado uns 30 dias. Você manda os documentos e, estando tudo correto, informam como fazer o pagamento dos emolumentos.

    Ambos aceitam os documentos pelos Correios e depois devolvem tudo.

    Para retificar a certidão de nascimento do seu pai, pergunte no Cartório em que ele foi registrado o que é necessário para fazer a retificação administrativa. Alguns Cartórios exigem os documentos portugueses apostilados em Portugal , outros, apostilados e registrados em cartório de Títulos e Documentos, outros aceitam as certidões certificadas pelos Arquivos Distritais, sem necessidade de apostilamento.

    Na certidão de nascimento de seu pai, retifique os nomes dos avós maternos.

  • @Leticialele,

    Muito grato, como sempre :)

  • @Leticialele,

    Ficou claro que não é possível transcrever o casamento em Portugal do indivíduo que ainda não obteve a cidadania portuguesa.

    Mas com relação ao requerente da atribuição de cidadania que é casado (inclusive porque o nome que consta no Documento de Identidade tipo RG é o de casado), este precisa necessariamente instruir o processo de atribuição de nacionalidade juntamente ao pedido de transcrição de seu casamento?

  • LeticialeleLeticialele Member, Moderator

    @gahbedantas , o requerente só será português após a conclusão favorável do processo. Depois disso é que transcreve o casamento em Portugal.

    Para o processo, se mudou de nome com o casamento, tem que mandar uma certidão de casamento inteiro teor (não precisa apostilar) APENAS para justificar a diferença entre o nome na certidão de nascimento e o nome no RG

  • Muito obrigado, @Leticialele!!

  • @Leticialele tudo bem com você? :)

    Vi em outro post um relato de exigência de transcrição de casamento mesmo sendo o pai declarante (processo de neto).

    No meu caso, o pai é declarante mas o registro foi feito anos depois. Na sua opinião (isenta de qualquer responsabilidade, porque a decisão será minha), é muito arriscado ou vale a pena aguardar e fazer somente caso exijam? Caso eu optasse por transcrever, o cidadão português (meu bisavô) era viúvo quando casou com minha bisavó, meu receio é ter que ir atrás desse primeiro casamento para transcrever (não há registro dele em Portugal), que eu só descobri o nome da primeira esposa após investigação na internet kkkkk e claro que não tenho os documentos (do primeiro).

  • LeticialeleLeticialele Member, Moderator

    @laisenml , se for transcrever, como seu avô era viúvo, você não tem que se preocupar com o primeiro casamento! Transcreva apenas o casamento com sua avó.

    Há muita divergência sobre a necessidade ou não da transcrição do casamento. Se o registro foi feito após 1 ano de idade, o melhor é transcrever, para não deixar nenhuma margem para exigências.

  • Bom dia Colegas,

    finalizei meu processo de atribuição de nacionalidade portuguesa e agora ia fazer meu cartão cidadão, mas no consulado de SP dizia que eu teria que estar com meu estado civil atualizado, e sou casada. Então pergunto:

    1- Tenho mesmo que averbar antes meu casamento para fazer o cartão cidadão ou posso fazer o cartão e a averbação mais tarde?

    2- Para averbar o casamento, alguém sabe se o escritório consular de Curitiba é muito lento?

    3- Tenho acordo pré nupcial no Brasil, e vi que sai bem mais caro para registrá-lo em Portugal, sabem se posso averbar somente o casamento sem o acordo ou se vão exigir?


    Obrigada!!!!!

  • @Leticia54 vc sabe quanto tempo está levando para sair a transcrição de casamento via santos?

  • Boa tarde a todos!!

    Gostaria de uma ajuda.

    Estou organizando a documentação para dar entrada no meu processo de cidadania por atribuição.

    Meu avô (o português) já é falecido e eu consegui achar a certidão de batismo em Portugal, mas não há número de registro e pelo que vi os formulários pedem o número do assento. Como eu faço nesta situação?

    É obrigatório transcrever o casamento do meu avô com minha avó para dar entrada no processo?

    Pois não estou conseguindo localizar a certidão de casamentos deles e minha avó nasceu nos EUA e não tenho nenhum documento dela muito menos a certidão de nascimento.

    Meu pai já é falecido. Preciso juntar a certidão de casamento dele com a minha mãe e sua certidão de óbito?

    Se alguém puder me ajudar eu agradeço.

  • LeticialeleLeticialele Member, Moderator

    @Bruno_Freire , se seu avô nasceu antes de 1911, tem que pedir o assento de batismo certificado pelo Arquivo Distrital em Portugal. Se nasceu após 1911, peça pelo civil online.

    Veja se seu avô foi o declarante do nascimento do seu pai até que ele tivesse completado 1 ano de idade. Se foi, não precisa transcrever o casamento.

    Do seu pai, precisa enviar apenas a certidão de nascimento inteiro teor. Não precisa do casamento nem do óbito.

  • Obrigado pela resposta Leticialele!!!

    Meu avô nasceu em 1910 e já tenho o assento de batismo certificado pelo Arquivo Distrital, ocorre que não há numero nem no assento de batismo e nem na certidão. Basta mandar a cópia?


    Meu avô registrou meu pai e meu pai me registrou ambos com menos de um ano de idade. Então não preciso transcrever o casamento do meu avô correto?

    Com a lei nova preciso juntar histórico escolar (ou diploma da faculdade) ou pelo fato de ser brasileiro já basta para configurar os laços com língua portuguesa?

  • LeticialeleLeticialele Member, Moderator

    @Bruno_Freire , faça uma cópia para você e mande o original.

    Sim, se o registro foi feito até completar 1 ano, não precisa transcrever.

    Não precisa juntar nada, o conhecimento da língua é presumido para os Brasileiros.

  • Bom dia...enviei de SP para RJ via sedex o assento de nascimento da minha avó Portuguesa que recebi da Distrital do Porto e o correio do RJ simplesmente perdeu o envelope ou a carga que continha o envelope foi roubada,estou aguardando resposta.

    Gostaria de saber se posso enviar para o Consulado do Rio de Janeiro junto com os demais documentos para trascrição do casamento uma cópia deste assento frente e verso simples?

    Após a transcrição do casamento quando for enviar o processo de atribuição do meu pai para Portugal posso enviar uma cópia simples deste assento da minha avó Portuguesa?

    Aguardo resposta e muitíssimo obrigado.

  • Boa tarde.

    Minha irmã concluiu o processo de nacionalidade recentemente. Agora a minha sobrinha qr fazer o processo dela de nacionalidade. Para minha sobrinha iniciar o processo de nacionalidade dela, a minha irmã precisa fazer a transcricao do seu casamento?

  • LeticialeleLeticialele Member, Moderator

    @Fabio Paiva , sim, a não ser que sua irmã, agora portuguesa, tenha sido a declarante do nascimento da filha.

  • @Leticialele

    Boa tarde. O declarante foi o marido dela.

    Para a transcricao, qual o melhor meio (custo e tempo)?

    Enviar direto a Portugal ou para o consulado?

  • Boa tarde pessoal.

    Estou iniciando o levantamento de documentos e fiquei com uma dúvida em relação a necessidade de transcrição de casamento dos avós do meu sogro, os dois portugueses, que se casaram no Brasil.

    Entendo que como seu avô era portugues e este sendo o declarante do nascimento do pai do meu sogro antes deste completar 1 ano de idade, e posteriormente este sendo o declarante do nascimento do meu sogro também antes dele completar um ano de idade, não seria necessário a transcrição do casamento dos seus avós portugueses.

    Caso seja necessário esta transcrição, verifiquei que a data de nascimento dos avôs portugueses na certidão de casamento não conferem com os documentos portugueses. Seria necessário pedir uma correção desta certidão de casamento?

    Obrigado pela ajuda!

  • Boa tarde...poderiam informar como está sendo feito o pagamento da taxa de transcrição de casamento ultimamente no Consulado do RJ e se mudou alguma forma mais rápida e prática para pagar?

  • Boa noite...gostaria de saber se o Consulado do RJ aceita PIX?

Entre ou Registre-se para fazer um comentário.