Atribuição pelo ACP Porto (informações e Processos)

1927928930932933937

Comentários

  • LeticialeleLeticialele Member, Moderator

    @Carlos_7 , eu retirei os 3 últimos números de seu processo, para sua segurança. Não o divulgue publicamente.

  • @gandalf

    Obrigado pelo retorno.

    Estão bem demorados os processos então.

    Quando fiz o do meu avô pelo Porto em 2018/2019 demorou 5 meses ainda porque caiu em exigência.

  • @gandalf Obrigado!O número do processo é esse mesmo.

  • @Carlos_7 Esse mesmo qual? 76XXX ou 66XXX?

  • @gandalf ou qualquer outro adm , ja houve algum problema com passaporte apostilado e autenticado mas em preto e branco ? ( meu primo postou hoje os documentos e na fto que ele me mandou tava em preto e branco a copia do passaporte tudo legivel e perfeito mas preto e branco , quando fiz os da minha famila os rg e passaporte sempre foram entregues pelo cartorio em colorido ) caso tenha caso parecido da pra mandar o colorido ser for necessario antes que caia em exigencia ?

  • @gandalf boa tarde... quando ambos os avós nascidos em Portugal e registrados em livros de Paróquia, agora para transcrever o casamento do Brasil la precisam daquela pagina certificada pela universidade la , após o casamento transcrito, para o filho fazer a atribuição como conseguir uma cópia do assento dos Pais ? ou no caso PONTA DELGADA insere no SISTEMA um assento com as atuais informações enfim como funciona para conseguirmos esta cópia de ASSENTO para o filho fazer a sua ATRIBUIÇÃO ? entendeu? kkkk

  • LeticialeleLeticialele Member, Moderator

    @luan soares , se a cópia está autenticada e apostilada, não tem problema a cópia ser preto e branco!!!

  • @Leticialele obrigado pela resposta

  • ARFDFARFDF Member

    Boa noite a todos. Tenho uma tia de 70 anos.de idade. Os pais dela sao portugueses e se casaram no Rio de Janeiro. O pai dela foi o declarante em sua certidão de nascimento. Ela pode dar entrada direto sem transcrever o casamento dos pais? E o local seia pela ACP?

  • Gente, muito obrigada pela ajuda! Consegui tirar a nacionalidade do meu pai! Agora eu queria saber se eu posso tirar a minha pelo arquivo do porto também, ou se só vale para filhos de portugueses nascidos em território português. Alguem sabem me informar?

  • ARFDF quando ambos genitores sao portugueses e necessario realizar a transcricao antes de solicitar a atribuição.

  • LeticialeleLeticialele Member, Moderator

    @Rebeca Elisie , sim, pode tirar pela ACP (12 meses) ou por Tondela (8 meses)

  • @Leticialele muito obrigada! Aproveitando para tirar outra dúvida, só para ter certeza: já que ele foi o declarante na minha certidão (antes de 1 ano de idade), não tem necessidade de fazer a transcrição do casamento, certo?

  • LeticialeleLeticialele Member, Moderator

    @Rebeca Elisie , sim, não precisa transcrever o casamento

  • Vlad PenVlad Pen Member, Moderator, Banner

    @ARFDF Sim, sendo ambos portugueses, é obrigatória a transcrição de casamento.

  • @Leticialele

    Boa noite!

    Meu caso é: acabei de finalizar o processo do meu pai que está com assento (já atualizei a planilha). Agora estou preparando os meus documentos (maior de idade e registrado por ele com até 1 ano), surgiu uma dúvida. Preciso fazer a transcrição do casamento do meu pai? Caso sim, posso enviar os documentos e em paralelo fazer a transcrição?Qual a melhor opção pra transcrever?

    muito obrigado!

  • @Leticialele

    acho que vc respondeu minha pergunta na resposta anterior da Rebeca ;)

  • LeticialeleLeticialele Member, Moderator

    @Rogeriom4 , não precisa transcrever.

  • @Rebeca Elisie, @blancout Bom dia a todos..... é o caso do meu irmão de outra familia..... os avós dele nasceram em PORTUGAL registro em livros de paróquia, casaram-se no"BRASIL ai é que esta a diferença " pelo que que pude entender se tivessem casados em PORTUGAL não precisariam transcrever o casamento ou seja voce precisaria encontrar o assento nem que fosse paroquial de casamento tambem , mas é o caso do meu irmão aqui (de outra familia) o s avós nasceram em PORTUGAL , casaram-se no BRASIL.... ai precisa sim transcrever la ... a MINHA DUVIDA É ? se mandar par PONTA DELGADA eles formam um novo assento no SIRIC no sistema de certidões dos PORTUGUESES ? é bem estranho apesar que se se vão transcrever um casamento é lógico que vão precisar de um assento né? ou não? como ficaria esta situação e quem poderia nos ajudar?

  • pessoal, bom dia, como estão?

    no final de setembro enviei meu processo e da minha irmã juntos, no mesmo pacote DHL. estavam separados mas não em envelopes diferentes.

    7 dias depois eu recebi o código por email e ela não. em seguida, ela enviou email e foi respondida que nao a encontraram.

    há chances deles terem descartado o processo dela? alguma dica do que fazer ou a única solução é enviar novamente os documentos dela?

  • gandalfgandalf Member
    editado October 31

    @ARFDF Quem são os pais dessa tia? A transcrição é obrigatória mas só se faz uma vez.

    Você havia dito: A transcrição de casamento dos pais da requerente já foi realizada em Ponta Delgada em 23/09/20

  • gandalfgandalf Member
    editado October 31

    @brendaclz

    Eu acredito que tenha sido escaneado tudo como um único processo.

    Ambos estão digitalizados sob o mesmo número. Não sei se conseguiria separá-los depois de escaneado. Provavelmente não.

    • Como você fez o pagamento? Por cartão de crédito, gerando form-1C diferentes com o recibo?
    • Você nem grampeou cada processo separado?
    • Você compartilhou documentos comuns aos dois processos? Não pode.

    Tendo em vista o seu histórico, a exigência no processo de seu pai, e o tempo (2 anos) que demorou pra dar entrada no seu, não sei como te aconselhar. O Conservador que receber o processo digitalizado assim pode ficar muito confundido.

    Essa "economia" na postagem vai lhe sair muito mais cara.

    Veja a Mensagem Privada (envelope do canto direito) que lhe mandei

  • @MAYARACELLI

    Não há como introduzir averbações de casamento em registros antigos das igrejas.

    Você pede as duas certidões de batismo originais. Junta a certidão de casamento no BR. Leva no consulado ou manda para PD. Eles fazem o a transcrição de casamento. Mandam a informação de volta para o AD, e eles geram um assento informatizado (transcritos os dados da certidão de batismo) e faz a averbação, onde consta o nome+apelido.

    Em seu lugar eu já pediria tantas certidões de batismo originais quantas precisasse. Pelo menos uma pra transcrição e outra para a nacionalidade (e outra se quiser guardar). Depois que fizer a averbação o AD não lhe dará mais a original manuscrita. Somente a transcrição informatizada.

    Entenda que uma coisa é a certidão de batismo, o registo religioso histórico. A outra coisa é o registo civil, com a data e numeração de quando foi feito (atual).

  • ARFDFARFDF Member
    • gandalf10:10AM  editado 10:12AM
    • @ARFDF Quem são os pais dessa tia? Joaquim Martins e Elvira Rodrigues ( irmã de Hermínio)
    • Ainda não consegui a certidão de batismo deles.
    • A transcrição é obrigatória mas só se faz uma vez. - Eu sei.
    • Você havia dito: A transcrição de casamento dos pais da requerente já foi realizada em Ponta Delgada em 23/09/20 - Essa foi a transcrição de meus avós Clara ( Port) e Hermínio Rodrigues.
    • processo de cidadania de minha mãe já foi iniciado dia 26/10 ( bolinha 1).


  • Inacreditável. ACP havia posto avós Paternos estranhos na certidão da minha mãe. 2 pessoas completamente desconhecidas. Minha mãe pediu retificação e conseguiram errar novamente. Mantiveram os 2 estranhos como avós paternos, e pegaram os avós paternos reais e os colocaram como avós maternos... Ou seja, agora todos os avós estão errados. Minha mãe pediu nova retificação.

    Pergunta: ficará para sempre essas pessoas estranhas na certidão, tendo que olhar as averbações pra descobrir os certos, é isso? Quando eu pedir a certidão dela pra fazer o meu processo vai vir assim, com o acerto somente nas averbações?

  • Pessoal, boa tarde.

    Finalizei meu processo pelo ACP e minha irmã pediu para auxiliá-la no dela, porém ao analisar a documentação verifiquei que a certidão por cópia reprográfica já estava apostilada e tanto a certidão quanto ao apostilamento tem 1 ano e 2 meses. Vi que o Consulado exige documentos com no máximo 1 ano porém em Portugal não existe lei ou norma específica que regule validade de certidões. Peço para tirar de novo ou mando assim mesmo? Seria melhor Tondela ou ACP?

  • LeticialeleLeticialele Member, Moderator

    @mzanetti , tem que tirar outra.

    As Conservatórias estão cada vez mais exigentes com os documentos. A validade dos documentos brasileiros é de, no máximo, 1 ano, entre a expedição e a numeração do processo.

  • @Leticialele Obrigado pela informação.

    Mandei a atribuição do meu filho menor para Tondela por passarem esse tipo de processo na frente. Será que hoje seria melhor Tondela também para maiores?

  • LeticialeleLeticialele Member, Moderator

    @mzanetti , Tondela é uma boa opção para maiores, também, O processo , sem exigências, leva uns 8 meses.

Entre ou Registre-se para fazer um comentário.