Busca Por Freguesia e Concelho - Trás-os -Montes AJUDA!!!

Boa Noite Pessoal !

Estou tentando encontrar a Freguesia e Concelho do meu Bisavô e Bisavó:

Carlos Ferreira - 05/09/1901

Filiação: Manoel Ferreira e Maria de Jesus

Distrito : Trás-os-Montes

Freguesia: ?

Concelho : ?

Palmyra de Jesus - 05/02/1894

Filiação: Maria Emilia Jorge (pai desconhecido)

Freguesia: ?

Concelho: ?

Distrito: ?

Infelizmente a minha bisavó não sei o local de nascimento, mas sei que meu bisavô nasceu em Trás-os- Montes. Ele sempre contava que pastorava ovelhas atravessando a fronteira com a Espanha. Fiz pesquisa em alguns sites... mas não sei se pesquisei corretamente....

Minha avó ( filha deles ) é viva ,mas não possui essas informações. Como posso proceder ? Por onde devo começar primeiro ?

Agradeceria quem me ajudasse !

«13

Comentários

  • guimossguimoss Member
    editado December 2020

    @Julianaguariento

    Ola, boa noite

    Acho que encontrei o seu parente:

    ID Nome Naturalidade Concelho Pai Mãe Profissão Idade Destino Estado Cívil

    270826 Carlos Ferreira Chaves Porto Manuel Ferreira Maria de Jesus Trabalhador 19 Rio de Janeiro Solteiro

    Boa informação a respeito da residencia ser na fronteira da Espanha.

    Infelizmente, aqui se menciona o concelho sendo porto (sendo mais provável o local do embarque para o Rio) e chaves (um concelho em Portugal), como freguesia. O DISTRITO É VILA REAL.

    Sugiro que vc olhe na torre do tombo na freguesia de SANTA MARIA MAIOR (que é o Orago do concelho de Chaves), pois já vi usarem o Orago quando freguesia e concelho tem o mesmo nome, o que pode ser o seu caso.

    Vc tb pode olhar as freguesias que fazem fronteira com a Espanha. São 8: 1)Calvão e Soutelinho da Raia, 2) Ervededo, 3) Lama de Arcos, 4) Marios, 5) São Vicente, 6) Travancas e Roriz, 7) Vila Verde da Raia, 8)Vilarelho da Raia.

    Tambem tem esse CARLOS FERREIRA do concelho de CHAVES e freguesia de ARCOSSÓ, que tem essa informação:

    "Em 1853, foi anexada ao concelho de Vila Pouca de Aguiar, e em 24 de Outubro de 1955, voltou a integrar o município de Chaves. A freguesia e composta pelos lugares de Arcossó, Couces, Lamalonga, Ponte Seca e Salpica.[1]

    Foi unida em 2013 com mais 4 freguesias, no âmbito de uma reforma administrativa nacional, sendo a freguesia de Vidago actualmente sede da união de freguesias."

    Passaporte desse "outro" Carlos Ferreira (com 24 anos):

    "https://digitarq.advrl.arquivos.pt/details?id=1095304"

    Boa sorte

  • @Julianaguariento

    Possiveis Palmiras (com i) de jesus, sem menção ao pai:

    1) 289601 Palmira De Jesus Covilhã Porto Incógnito Maria Rita Doméstica 26 Santos Casado

    2) 323373 Palmira De Jesus Sátão Porto Incógnito Maria de Jesus Doméstica 34 Rio de Janeiro Casado

    3) 378775 Palmira De Jesus Cunha Tondela Sem Indicação Sem Indicação Costureira 17 S. Paulo Solteiro

    4) 420159 Palmira De Jesus Noura Murça Sem Indicação Sem Indicação &bnsp; &bnsp;&bnsp

    Sus bisavos vieram casados ou se casaram no brasil?

    Eles tinham irmãos?

    Vc pode procurar nos mesmos lugares do seu bisavô. Era comum famílias próximas se casararem. Talvez ela fosse do mesmo lugar do seu bisavô.

    Boa sorte

  • @Julianaguariento

    237234 Manuel Ferreira Chaves Porto Manuel Ferreira Maria de Jesus Jornaleiro 16 Rio de Janeiro Solteiro

    Irmão do carlos?

    445784 Ana De Jesus Chaves Porto Manuel Ferreira Maria de Jesus Doméstica 18 Rio de Janeiro Solteiro

    Irmã do carlos?

    Vc pode procurar no familysearch por esses nomes, bem como, na torre do tombo.

    Uma dica: qd vc for responder coloque o @+nome da pessoa com quem vc quer falar. O sistema avisa e a sua resposta vem mais rapido...

  • guimossguimoss Member
    editado December 2020

    @Julianaguariento

    Ola, juliana

    Na freguesia de vidago (na torre do tombo ao menos), não tinha nenhum registro.

    Vc terá que olhar as freguesias (infelizmente são muitas) e os passaportes da torre do tombo para ver se vc acha o seu bisavô.

    Ou, caso esse seja o seu "carlos", vc pode pedir no site do cepese os dados do passaporte. Acho que é 10 euros ou algo assim.

    Obs: Se for atribuição de um neto (com o filho do português já falecido) vc terá que transcrever o casamento e para isso irá precisar necessariamente do batismo da sua bisavó.

    Se o casamento ocorreu antes de 1911, em portugal e estiver no arquivo distrital é so mandar um email que ekes averbam sem custo.

    Se ocorreu no Brasil, por ambos serem portugueses, vc terá que transcrever no consulado da sua residência ou em Portugal.

    Se ocorreu em portugal e após 1911, vc pede o assento pelo civil online. Custa 10 euros. Nesse caso, tem algumas regras específicas e sugiro que vc olhe aqui no fórum.

  • @Julianaguariento

    caso não tenha sucesso nas pesquisas ou não postem mais nenhuma novidade, sugiro solicitar informações da habilitação para o casamento no AN https://www.gov.br/arquivonacional/pt-br/servicos/consulta/acervos-mais-consultados/registro-civil-da-cidade-do-rio-de-janeiro


    Ficha: 26797 - Fundo/Coleção: 4ª Pretoria Cível do Rio de Janeiro, (Freguesias da Glória, Coração de Jesus, Lagoa e Gávea) - Registro Civil - 6O

    Assunto: Habilitação para casamento de Carlos Ferreira e Palmira de Jesus

    Ano Inicial: 1926 / Número: 1924 / Maço: 39

    https://www.familysearch.org/ark:/61903/1:1:QGJB-N9V8

  • @Julianaguariento

    deve ser o registro nº 19 do Carlos https://digitarq.advrl.arquivos.pt/viewer?id=1044045 ...m0009.tif freguesia de Moreiras concelho de Chaves / Vila Real

  • @Kleber Silva Aguiar - boa noite! Primeiramente agradeço muito a localização no livro de batismo, registro 19, as informações de meu bisavô. Realmente pelos dados é ele. Talvez você consiga me ajudar a identificar o nome correto da freguesia, pois não estou entendendo direito. O Concelho de Chaves e Freguesia é Liga de France?

  • LeticialeleLeticialele Member, Moderator
    editado December 2020

    @Julianaguariento , lugar de France, Freguesia de Moreira, Concelho de Chaves, Distrito de Vila Real

  • @guimoss - Boa noite! Muito obrigada pelas dicas. Acredito que são eles sim, Manuel e Ana são irmãos de meu bisavô. Pode me orientar como fazer o familysearch?

  • editado December 2020

    @Leticialele Muito Obrigada !!!! Vou tentar agora alguma informação sobre a minha bisavó! Eles se conheceram e casaram no Brasil , não tinham contato em Portugal

  • @Leticialele @Kleber Silva Aguiar @guimoss não sei como agradecer a colaboração de vocês, realmente pelas informações é o meu bisavô. Quanto a minha bisavó ela veio pro Brasil de forma clandestina como se fosse filha de outras pessoas, mas os dados de nascimento e nome da mãe estão corretos. Podem me orientar como iniciar as buscas a respeito dela ?

  • LeticialeleLeticialele Member, Moderator
    editado December 2020

    @Julianaguariento , você tem que pedir um assento de batismo certificado do seu bisavô, ao Arquivo Distrital de Vila Real.

    "https://digitarq.advrl.arquivos.pt/"

    Pode seguir o passo-a-passo

    "https://forum.cidadaniaportuguesa.com/discussion/17071/roteiro-para-solicitar-certidoes-nos-arquivos-distritais#latest"

  • LeticialeleLeticialele Member, Moderator

    @Julianaguariento , sua bisavó tinha irmãos?

    No Family Search tem uma certidão de casamento de David Jorge, filho de Maria Emilia Jorge e pai desconhecido.

    "https://www.familysearch.org/ark:/61903/3:1:3QSQ-G9SP-TD1G?cc=2014773"

  • @Leticialele Minha Bisavó tinha uma irmã sim de nome Adelina Jorge Alarde. A única informação que tenho que viviam perto de um rio onde lavavam roupa e ela aprendeu a nadar por sinal muito bem.

  • LeticialeleLeticialele Member, Moderator

    @Julianaguariento , tem um atestado de óbito da Adelina Jorge Allarde, filha de Antonio Jorge Valentim e Maria Emilia Jorge. Faleceu em 9 de novembro de 1956 com 59 anos.

    "https://www.familysearch.org/ark:/61903/1:1:7748-JHZM"

  • @Leticialele Fiz o pedido do batismo certificado do meu bisavô conforme você orientou, com relação com minha bisavó, Palmyra de Jesus - Nascida em 5 de fevereiro de 1894 ,sendo o Pai Antonio Jorge Valentim e a Mãe Maria Emilia Jorge você consegue localizar mais alguma informação ?

  • LeticialeleLeticialele Member, Moderator

    @Julianaguariento . os gênios aqui são o @Kleber Silva Aguiar e o @Guilherme Moreira .

    Eu estou fazendo a genealogia da família e já estou relativamente acostumada com pesquisas e aprendendo a decifrar a letra tenebrosa dos párocos e escreventes daquela época.

    Encontrei esses registros de que falei no Family Search, um site maravilhoso para pesquisar registros. Mas eles ainda têm muitos livros não indexados e, às vezes, é preciso folhear uma a um. É um exercício de paciência e perseverança.

  • @Leticialele @Kleber Silva Aguiar @Guilherme Moreira - Bom Dia ! Obtive uma informação nova através da minha avó: Quando minha bisavó veio para o Brasil acompanhada de um outro casal que não era os pais , teve o ano de nascimento alterado porque a filha do casal tinha nascido no mesmo ano. Isso pode inviabilizar a busca. No entanto, Adelina Jorge Allarde era realmente irmã dela , pois é a madrinha da minha avó.

    Provavelmente a Adelina nasceu em 1897, pois faleceu com 59 anos em 1956. Será que encontrado o registro de batismo da Adelina podemos ao menos saber onde elas viviam ?

  • @Julianaguariento

    pesquisei na freguesia de Sebal onde a @Leticialele encontrou o casamento de David Jorge e só encontrei o batismo de um Francisco, filho de Maria Emília Jorge.

    Ao que parece essa não é a sua família, mas na postagem do Kleber

    https://forum.cidadaniaportuguesa.com/discussion/comment/233568/#Comment_233568

    foi encontrado o processo de habilitação de casamento de seus bisavós no Arquivo Nacional onde pode ser soliitada cópia dessa documentação e onde deve achar o local de nascimento de sua bisavó Palmira e confirmar o de seu bisavô Carlos que o Kleber já encontrou.

  • @Kleber Silva Aguiar poderia me orientar como consigo solicitar essa habilitação de casamento no AN ? Estou tentando mexer no site mas estou meio perdida

  • @Julianaguariento

    Sem problemas, estamos aqui para ajudar. O @Kleber Silva Aguiar e o @Guilherme Moreira são muito bons para encontrar antepassados.

    Com relação ao famikysearch (fs), vc faz uma conta gratuita no site.

    Depois tem varias opções. A mais simples delas é clicar em pesquisar e ai vc preenche os dados, tais como: nome, sobrenome, local de residencia, de nascimento, nome dos pais e conjuge.

    Tentes muitas variações e o registro encontrado pode estar um pouco diferente.

    Ao lado dos dados tem 3 simbolos: um e para arvore genealógica, o outro e uma pagina com o resumo do registro e o outro e o registro em si (essa ultima e a melhor, pois vc pode ler o livro e ver se os dados batem).

    Na pagina do registro, há o numero da pagina (x de y) q vc pode virar e ver o livro inteiro, se vc quiser.

    Tem a opcao imagens, onde vc pode localizar no mapa a area perto de pnde vc imagina q a pessoa morou.

    Por fim, tem a opcao catalogo, onde vc pode buscar um monte de coisas por pais, estado ou municipio. Aqui, recomendo buscar livros civis e religiosos (como o que o @Kleber Silva Aguiar te passou). Tem a freguesia e o ano. Ai vc pode folhear os livros e descobrir.

    No ARQUIVO NACIONAL vc tem duas opcoes: o docjud (onde estava a habilitação) e o sian (onde ha o registro do casamento, mas vc teria q olhar os livros, se vc n sabe a data).

    Para acessar a habilitação de casamento, faça da seguinte maneira:

    1) Faça o cadastro no site "http://consulta.an.gov.br/". O cadastro do sian serve.

    2) tem uma area de pedidos, onde vc vai colocar os dados que o Kleber te passou. Aqui entre no site do docjud e clique numa etiqueta com a hab.casamento, que vai conter o numero da ficha, facilitando a busca.

    3) depois coloque os dados do casamento q te foram passados, mencionando numero da ficha. Depois de um mês, eles respondem mandando o arquivo da ficha em pdf. Nesse arquivo tera os dados dis seus parentes. E vc vai poder utilizar essa habilitação para acha-los em portugal.

  • editado March 9

    Boa Tarde Pessoal , fiz o pedido de habilitação do casamento no AN como foi orientada por vocês (@Kleber Silva Aguiar e @guimoss ) e estou esperando a resposta. Além disso, também pedi para fazer o desarquivamento do processo de casamento no cartório onde estava a certidão de casamento, mas eles disseram que não faziam mais esses serviço e também deram a observação de que os itens são arquvados por 5 anos e depois incinerados pela justiça.

    Por causa disso, acham provavel de eles não acharem mais essa habilitação de casamento ?

    Outra questão que achamos que o ano que minha bisavó que foi registrada teve o ano de nascimento alterado por ela sempre falar que colocaram que ela era 1 ano mais velha , ou seja, talvez a data de nascimento dela era 05/02/1895

  • @Julianaguariento

    se o processo de habilitação do casamento está no Arquivo Nacional, não há como estar no cartório.

  • Entendi, muito obrigada !

  • Boa Noite gente! Cheguei num grande impasse na liberação da cidadania portuguesa da minha avó e preciso muito da indicação de um genealogista brasileiro sério e responsável que possa tentar buscar informações da documentação que minha bisavó deu entrada no Brasil para tentar rastrear onde nasceu e foi registrada em Portugal. O CRC de Braga gerou uma única pendência para atribuição da nacionalidade portuguesa de minha avó em virtude de na certidão de nascimento do meu bisavô não constar o sobrenome dele, exigindo assim a transcrição de casamento. O CRC precisa transcrever o casamento de meus bisavós e toda dificuldade se dá pelo motivo da minha bisavó apesar de ser portuguesa saiu de Portugal de forma meio que clandestina, teve o ano de nascimento alterado e nem mesmo sabemos se o nome da mãe dela é a que consta nos documentos no Brasil. O meu bisavô era português e temos toda documentação, no entanto... Na certidão de nascimento dele não consta o sobrenome


  • Olá Pessoal !

    Estou tentando encontrar a Freguesia e Concelho do meu Trisavô:

    Nome: Benedicto Philadelpho/Filadelfo/Filadelpho Barretto - Nascido por volta de 1880

    Filiação: Manoel dos Santos Barretto e Maria da Gloria do Espirito Santo (Barretto)

    Distrito : Trás-os-Montes

    Freguesia: ?

    Concelho : ?


    Ele foi casado com duas brasileiras, a quem a primeira faleceu com pouco mais de dois anos de casamento.


    Primeira esposa:

    Maria dos Santos - Brasileira - Natural de São Simão

    Segunda Esposa:

    Ubaldina dos Santos Barretto - Brasileira - Natural de São Simão


    Encontrei a habilitação de casamento dele que diz que ele é do estado de Minas Gerais. Porém em todo batizado de filho e todos da familia conhecem ele como português.

    No óbito consta que ele era de Trás-os-montes e a filha mais nova (ainda viva) também confirma que ele é de lá.


    Não consegui encontrar nada dele em Portugal. Aqui no Brasil já esgotei minhas fichas.


    Estou tentando achar alguma coisa em Portugal, mas pelo que pesquisei Trás-os-montes é uma região bem grande em Portugal e estou meio desorientado quanto a como conseguir dar prosseguimento a minha pesquisa.


    Vocês podem me ajuda?

  • Sabe se ele veio com os pais para o Brasil?

    No CEPESE consta um passaporte de um Manoel Barreto indo para Minas Gerais.

    ID Nome Naturalidade Concelho Pai Mãe Profissão Idade Destino Estado Cívil

    421747 Manoel Barreto Palhaca Aveiro Sem Indicação Luisa da Cruz Lavrador 34 Minas Gerais Casado

    Mas ele é de Aveiro, que não é Trás os Montes.

    Era então constituída por 31 concelhos, integrando a totalidade do Distrito de Bragança e do Distrito de Vila Real, englobando ainda 4 concelhos do Distrito de Viseu e um concelho do Distrito da Guarda.


  • Olá @CarlosASP ,

    Não tenho essa informação. Não sei se ele veio com os pais para o Brasil.

    Os mais velhos contam uma história que ele foi "capturado" por alguém, eu acho que se é verdade deve ser algum boiadeiro, com 15 anos de idade e depois com 21 anos veio pedir permissão ao pai para fazer a barba. Não sei se a história é verídica, mas é um indicio que ele veio com os pais.

    O nome Manoel Barretto é bem comum, logo a busca pelo nome dele fica bem difícil.

    Vou dar uma olhada e ver se faz sentido e se realmente é esse o Manoel Barretto.

    O pior para mim é ficar sem saber como procurar em Portugal nos arquivos do tombo. Vcs tem algum video de como procurar?

    Vi que existe uma barra de pesquisa, mas não sei se todos os documentos foram digitalizado, ou seja, não sei se apenas fazendo a busca por ali já resolve ou tenho que folhear os livros até encontrar alguma pista de freguesia e conselho.

    Ah, muito obrigado pela ajuda!

  • guimossguimoss Member
    editado July 16

    @Julianaguariento

    Boa noite,

    Voce fez o pedido de atribuição de nacionalidade por filha (a sua avó) de portugues (o seu bisavô) por Braga?

    Se foi isso, acredito (e me desculpe por dizer) que você tenha cometido um erro ao escolher a crc de braga para fazer o pedido.

    O fórum geralmente recomenda a feitura pelo Porto, pois demora menos, tem mais conservadores para analisar os pedidos e geralmente dispensa a transcrição do casamento.

    Você pode tentar suprir essa exigência enviando o casamento dos seus bisavós ou o óbito do seu bisavô, se a a exigência foi apenas a fixação do nome. Pergunte se isso é possível pelo email da Conservatória de Braga.

    Você tem o casamento e/ou o óbito do seu bisavô?

    O AN te mandou a habilitação do casamento dos bisavós?

    Você conseguiu achar o batismo da sua bisavó?

    Por favor, atualize a sua situação dos documentos que voce possui e aqueles que você não possui.

  • guimossguimoss Member
    editado July 16

    @Julianaguariento

    Se você for (ou precisar) fazer a transcrição do casamento dos seus bisavós, vc tem dois caminhos:

    1) Se você achar o batismo da sua bisavó - fazer pelo Consulado do RJ. Nesse caso, vc terá que pedir o batismo de ambos os bisavós pelos Arquivos Distritais de ambos e a certidão brasileira de casamento deles. Demora cerca de 1 mês, pode ser feito pelos correios, o valor total fica entre 800 e 900 reais e te devolvem os documentos;

    2) Se você NÃO achar o batismo da sua bisavó - Você pode tentar a "transcrição com suprimento de certidão do nubente".

    Isso é feito na 4a crc do porto (confira se qinda é feito na 4a crc do porto e pergunte se pode ser feito em braga), quando o nubente é estrangeiro.

    Talvez seja possível fazer quando ambos os nubentes são portugueses. Se for possível, vc precisará de uma certidão negativa dos arquivos Distritais em que ela pode ter nascido (talvez vila real, como o marido ou coimbra, como foi mencionado em uma mensagem acima).

    Esse processo custa 100 euros a mais do que você pagaria normalmente (120 euros + os assentos + envio).

    Boa sorte!

Entre ou Registre-se para fazer um comentário.