Solicitar transcrição de casamento

Qual o lugar mais rápido para solicitar a transcrição de casamento. Fiquei sabendo que Santos não está mais atendendo .... é verdade? devo mandar para Ponta Delgada ? agradeço a orientação.

Comentários

  • @AFidalgo , ouviu errado!! Santos está aceitando os processos pelos Correios e fazendo a transcrição com rapidez!!

    Ponta Delgada está demorando meses!!

  • Boa noite, dei entrada em minha cidadania, próximo passo é passar para meu esposo, alguém poderia me explicar como faço e quais docs serão necessários? obs somos casados há 14 anos.

    Obrigada

  • @julianahnunes , depois que seu registo português for criado, você terá que transcrever seu casamento e, após, mandar os documentos para a aquisição da cidadania dele para Lisboa. Respondi no outro post

  • AFidalgoAFidalgo Member


    @Leticialele obrigada, fiz o que voce falou enviei para Santos. Agora vou ter que solicitar a cidadania para a minha filha qual o melhor local para enviar ? Santos também ou direto para Portugal. o que vc aconselha. obrigada

  • @AFidalgo , mande o processo de sua filha para o Arquivo Central do Porto!

    Atualmente, é a Conservatória mais rápida e eficiente!!

  • Posso solicitar a cidadania para minha filha e já pedir o cartão cidadão ?

  • @AFidalgo , você pode pedir o Cartão cidadão e o passaporte para você quando desejar (e conseguir agendar, óbvio...! )

    Para ela, apenas após a criação do assento português!!

  • Oi, pessoal!

    Acabei de ter meu pedido de cidadania aprovado! Agora meu irmão vai fazer o pedido dele também. Mas ele é casado. Neste caso, antes de fazer o pedido dele como filho de português, ele precisa fazer o averbamento do casamento dele em Portugal? Ou neste caso não precisaria, já que ele e a esposa são brasileiros? A ideia dele é depois pedir a cidadania para os filhos também.

    Agradeço desde já.

  • @baiucha82

    Só se transcreve casamento quando ao menos um dos nubentes é PT.

    Seu irmão ainda é so BR; a esposa também.

    Depois de ele virar PT, precisará transcrever o casamento para pedir para a esposa.

    Para os filhos, provavelmente não, pois ele deve ter sido o declarante do nascimento deles antes de um ano de idade.

  • Obrigada, @CarlosASP !

  • Bom dai, pessoal!

    Meu esposo acabou de receber a certidão de Assento de Nascimento. Agora vamos fazer a transcrição do casamento. Quais os documentos necessários?

    Desde já agradeço

  • @Andréa123 , depende de onde vai fazer!! Em que Estado vocês moram?

  • @Leticialele , moramos em Pernambuco.

  • @Andréa123 , no Vice-Consulado de Recife, o atendimento é apenas com agendamento.

    Entre em contato com eles, pode ser que aceitem os documentos para a transcrição pelos Correios.

    Contatos de acordo com esse comentário - https://forum.cidadaniaportuguesa.com/discussion/comment/295876/#Comment_295876

  • @Leticialele a transcrição do casamento não pode ser feita nas conservatórias ou arquivos centrais de Portugal? O Vice-Consulado do Recife não atende telefone nem responde e-mail. E só fazem agendamentos para o cartão cidadão e o passaporte.

  • @Andréa123 , sim!

    Sei que a CRC do Porto (NÂO È o ACP) aceita a documentação pelos Correios e, estando tudo correto, manda um link para pagamento com cartão de crédito.

    CRC do Porto

    Palacete das Pestanas

    Ru de Gonçalo Cristóvão 371

    4000-270 - Porto

    Tel: +351 221 156 600

  • Oi Pessoal

    No formulário 1C, o requerente assina nas duas linhas?

  • @Andréa123 , apenas na primeira linha.

  • Pessoal, tudo bem?

    @Leticialele se puder me ajudar!!!

    O avô do meu marido é filho de portugueses (mãe e pai). Estou auxiliando eles na busca e regularização dos documentos necessários para o pedido de nacionalidade do filho. O vô já é bem idoso então estou tentando me inteirar de tudo, mas fiquei confusa com várias informações.

    Neste caso, quando ambos os genitores são portugueses, obrigatoriamente:

    1) tem que transcrever e averbar os casamentos nos dois assentamentos de batismo?

    2) a mãe portuguesa, viúva do pai português, casou uma segunda vez (com outro português) e teve alteração de sobrenome, tem que transcrever o segundo casamento também?

    3) No formulário, preciso indicar o nome atualizado da mãe, do último casamento, e que consta na certidão de óbito? ou o simples nome de batismo de solteira?

    4) Os óbitos de ambos os genitores também precisam ser transcritos e averbados?

    5) tem alguma exceção ou forma que dispense essa transcrições e averbações sem prejudicar o processo?

    6) Os registros de batismos físicos, já certificados pelo arquivo distrital, perdem a validade se tiverem sem essas averbações/atualizações?

    Desde já, agradeço muito quem puder me ajudar!

  • @jessicadzaquin

    1) tem que transcrever e averbar os casamentos nos dois assentamentos de batismo? Sim, tem que transcrever o casamento. Não precisa averbar no assento de batismo!

    2) a mãe portuguesa, viúva do pai português, casou uma segunda vez (com outro português) e teve alteração de sobrenome, tem que transcrever o segundo casamento também? Se o filho é do primeiro casamento, precisa apenas transcrever o primeiro casamento. Se há filhos do segundo casamento, deixe que eles averbem o óbito do português e transcrevam o casamento.

    3) No formulário, preciso indicar o nome atualizado da mãe, do último casamento, e que consta na certidão de óbito? ou o simples nome de batismo de solteira? Coloque o nome que consta no batismo

    4) Os óbitos de ambos os genitores também precisam ser transcritos e averbados? Para a nacionalidade do filho, não.

    5) tem alguma exceção ou forma que dispense essa transcrições e averbações sem prejudicar o processo? Não. A transcrição do casamento entre dois portugueses, se realizada fora de Portugal, tem que ser, necessariamente, averbada.

    6) Os registros de batismos físicos, já certificados pelo arquivo distrital, perdem a validade se tiverem sem essas averbações/atualizações? Não. As averbações não são necessárias para a nacionalidade do filho. Quem é obrigado a informar o casamento é o Consulado/Conservatória que transcreveu o casamento.

    Boa sorte!!

  • @Leticialele Muito grata pela ajuda e explicação!! Você é um anjo!!!

  • @Leticialele

    Boa noite! As certidões de nascimentos dos protugueses chegaram.

    Verifiquei que o nome de batismo da mãe do vô é somente ROZA, e com Z, mas na certidão de casamento consta o nome de solteira como "Rosa Martins da Cruz", sobrenome dos pais e Rosa com S.

    O nome dos pais dela e data de nascimento está tudo ok, sem divergência.

    1) Sabe me dizer se o consulado português do RJ vai aceitar fazer a transcrição do casamento desta forma, com Rosa com S ao invés de Z?

    2) Caso negativo, tem alguma forma ou lugar que aceite essa diferença de grafia do nome próprio sem retificação?

    3) No formulário de pedido de transcrição do casamento o declarante pode ser o bisneto? ou é melhor que seja pelo filho ou neto? Altera o prazo de resposta? Tem que apostilar esse formulário também?

    Desde já, agradeço toda a ajuda.

Entre ou Registre-se para fazer um comentário.