De volta a busca da certidão de Nascimento/ Batismo

Bom galera, boa noite !!!! Dei uma pausa nas minhas buscas pois fiquei desacreditado e de mãos atadas, porém na última semana voltei a carga das buscas e necessitaria de uma ajuda dos amigos presentes !!!

Meu Bisavô Manoel dos Santos Ferreira, nasceu em Portugal segundo dados do Requerimento de Registro Permanente conseguido pelo prontuário dele no Arquivo Nacional do Rio de Janeiro em 13 de Dezembro de 1876. Chegou ao Brasil pela primeira vez em 24 de Maio de 1892 com 15 anos e 5 meses onde procurei sobre listagem de passageiros em navios e nada !!!!

Sobre o concelho e freguesia de nascimento, é a principal dúvida, pois minha avó diz que ele veio de Trás os Montes e a região tem vários concelhos. No Family search existe 1 perfil que diz que ele nasceu em Carrazedo, mas a pessoa que criou o perfil não é da família e não responde e-mails, mas pedi a busca no arquivo distrital de Carrazedo( Concelho de Bragança) o registro de batismo e não foi encontrado. Pesquisei também em Carrazedo de Montenegro ( Concelho de Valpaços " Vila Real" ) e também não achei. Há outro perfil dele, criado por uma outra família dele, já que ele foi casado com outra mulher no Brasil. E não adianta galera, as famílias não se comunicam, então não há troca de informação, apenas eu, meu pai e minha avó.

Busquei nos livros de passaporte do periodo de 1891 até Junho de 1892 de ambos os Concelhos e também não encontrei nada. No prontuário do Arquivo Nacional não há nenhuma informação relevante quanto ao nascimento dele, apenas o passaporte brasileiro que adquiriu com numero da carteira e registro, os quais não sei se serviriam pra algo .....

Enfim amigos, estou bastante saturado de pesquisas, não sei mais pra onde correr, minha avó está ficando com mais idade e parece que meu bisavô foi um fantasma sem nenhum dado da vida dele em Portugal.... Se puderem me ajudar agradeceria demais.

Informaçoes do Bisavô:

Nome> Manoel dos Santos Ferreira

Mãe: Maria da Piedade

Pai: Francisco Ferreira Coelho

Nascimento: 13/12/1876

Chegada ao Brasil: 24/05/1892

Comentários

  • HectorHector Member

    Meu amigo Kleber, estou sem palavras pra lhe agradecer. Não sei como conseguiu achar, mas obrigado.... Creio que essa informação esteja correta. A única coisa estranha é que ele informou ao Serviço de Registro de Estrangeiro em 1944, a data de nascimento em 1876, e nesse casamento com a Carmen ( minha bisavó) 1877. Isso pode dar algum problema?

    Mais uma pergunta, caso essa informação do nascimento em Moimenta da Beira não consiga ser provado, o que você me recomendaria ? Mais uma vez muito obrigado !!!!

  • @Hector

    É comum divergências em datas e acredito que não terá problemas.

    A prova somente com o registro de nascimento português. A principio terá que pesquisar nas freguesias https://tombo.pt/m/mbr no período entre 1875 a 1877 será trabalhoso.

  • HectorHector Member

    @Kleber Silva Aguiar ,

    To pesquisando desde cedo nos livros e muitos deles não consigo realizar a leitura, entao pedi uma busca pelo arquivo distrital de Viseu, já que são 20 freguesias. Acha que vale a pena? Será que eles procuram mesmo ?

  • @Hector

    Realizam pesquisa, e dependendo podem cobrar, só nos arquivos que não estiverem online, no restante provavelmente orientarão que o próprio interessado faça.

  • HectorHector Member

    Pedi a pesquisa ontem e me enviaram o link dos livros que já estou pesquisando, só que eu justamente pedi a pesquisa por conta da leitura ruim de muitos registros.... Complicado isso.

  • HectorHector Member

    @Kleber Silva Aguiar

    Amigo, encontrei a Certidão na freguesia de Sarzedo. Você poderia me explicar o próximo passo ? Tentei entrar no site do consulado mas achei confuso e pouco didático. Mais uma coisa, no Registro de batismo o sobrenome do pai dele está Couto e não Coelho, sinal que houve mudança.... Isso pode dar problema?? Sabe como resolver ???


    VAleu amigão

  • @Hector

    No primeiro casamento do Manuel consta "Colto" no apelido da pai https://www.familysearch.org/ark:/61903/1:1:KFSZ-WF1

    Nos registros dos irmãos "Couto" https://www.familysearch.org/ark:/61903/1:1:QPJQ-ZFBP https://www.familysearch.org/ark:/61903/1:1:QGV9-7D51 https://www.familysearch.org/ark:/61903/1:1:KFS8-VJM https://www.familysearch.org/ark:/61903/1:1:QGJB-47FZ

    Provavelmente algum documento com grafia ilegível e alguém entendeu "Coelho" já se percebe o inicio da alteração no primeiro link.

    Antes de solicitar o registro do Manuel...

    -No registro de nascimento da sua avó consta o que Couto ou Coelho?

    -Manuel é declarante do nascimento da sua Avó na menoridade?

    -Precisa ver no(s) cartório(s) o procedimento para correção dos registros. Talvez os registros encontrados possa ajudar na retificação e tornar menos burocrática.

  • HectorHector Member

    @Kleber Silva Aguiar

    Eu não tenho a certidão de nascimento da minha avó, mas sei que ele é o declarante. Vou entrar em contato com o cartório pra pedir essa certidão dela. Se eu pedir mesmo assim, pode ser que na conservatória que eu escolher passe despercebido ? De qualquer forma vou tentar saber como posso realizar a retificação da melhor forma !!!

    https://digitarq.advis.arquivos.pt/viewer?id=1056587

    O registro está nesse link aí na imagem numero 92* caso queria confirmar a minha leitura quanto o "Couto" ou "Cota". Antes que você me pergunte, ele está com a palavra "morto" ao lado porque ele queria sair de portugal sem passaporte, por isso não consegui encontrar nada sobre a vinda dele. Mas eu consegui uma cópia desse livro no Arquivo da Diocese de Lamego e lá a pagina está limpa sem esse "morto". Você sabe como pode ser o processo de pedido desse documento pelo Arquivo Diocesano, pois creio que será diferente do pedido ao Arquivo Distrital né?

    Mais uma vez muito obrigado Kleber, você é demais cara, grande abraço !!!!

  • @Hector

    Neste não consta "morto" https://cloud.archeevo.pt/viewer?id=22351&FileID=441653


    Emigração do pai Francisco https://digitarq.advrl.arquivos.pt/details?id=1045911 https://digitarq.advrl.arquivos.pt/viewer?id=1040062 ...m0685.tif

    https://digitarq.advis.arquivos.pt/viewer?id=1056586 ...m0316.TIF


    Irmãos da freguesia de Carrazedo de Montenegro https://tombo.pt/f/vlp07

    Zulmira https://digitarq.advrl.arquivos.pt/viewer?id=1085768 ...m0022.tif https://digitarq.advrl.arquivos.pt/details?id=1032074

    Guilhermina https://digitarq.advrl.arquivos.pt/viewer?id=1085768 ...m0057.tif https://digitarq.advrl.arquivos.pt/details?id=1035426

    José Candido https://digitarq.advrl.arquivos.pt/viewer?id=1085768 ...m0111.tif

    Silvano https://digitarq.advrl.arquivos.pt/viewer?id=1085768 ...m0158.tif

    Francisco https://digitarq.advrl.arquivos.pt/viewer?id=1085761 ...m0019.tif


    Provavelmente o apelido é "Coto". O equivoco já vem da emigração do pai do Manuel. Não sei dizer que os balcões de nacionalidade aceitarão esse documento da emigração como prova da alteração. Acredito que o melhor é retificar mas primeiro precisa ver no registro da Avó como está.

  • HectorHector Member

    @Kleber Silva Aguiar

    Cara, eu nem sei como te agradecer, porque eu nem sabia que ele tinha tantos irmãos assim kkkkk. E te confessar que estou perdido a tantas informações que não sei como usa-las. Então a princípio terei que ver como está na certidão de nascimento da minha avó correto?

    • Caso esteja Coelho necessitaria de retificação né, ou depende da conservatória que eu usar?
    • Caso esteja Couto ou Cota, não precisaria de retificação, fluiria direto né?
  • @Hector

    Quem é sua bisa (mãe da Avó) Laura, Marieta ou Carmen?

  • HectorHector Member

    @Kleber Silva Aguiar

    Carmen Rosales.

  • @Hector

    Registro da sua avó? https://www.familysearch.org/ark:/61903/1:1:797H-153Z consta apenas Ferreira.

    No casamento do Manuel com Carmen está "Coelho".


    -Verificar com o cartório o procedimento para retificação.


    Documentos à serem retificados:

    -Registro de casamento (RC) ou obito (RO) do Manuel, será necessário para prova da composição do nome.

    -Registro de nascimento (RN) da sua avó.


    *Aproveite a retificação e corrija qualquer informação que conflite entre os registros e, averigue o RC da sua avó, futuramente será necessário para transcrição,

  • HectorHector Member

    @Kleber Silva Aguiar

    Amigo, essa certidão de nascimento que me enviou é de um irmã da minha avó chamada Lília( 1935 ), e a minha avó se chama Léa Ferreira(1940). Fui hoje no cartório e estou com a certidão de nascimento da minha avó e a cópia repográfica do livro ainda não apostiladas. Na certidao de nascimento dela, o Manoel (bisavô) é declarante e o nome do pai dele está Francisco Ferreira também, sem o Coelho ou Couto/Cotta como está nos registros de batismo que já vimos. Amanhã irei em outro cartório pegar a certidão de casamento que consta o nome certo de Manoel.

    O problema principal é o sobrenome do pai de Manoel, o Francisco, portanto creio que a certidão de casamento da minha avó não precisará ser retificada, já que Francisco não aparece nela.

    Como nos registros existem os 3 nomes Couto, Coelho e Cota em diferentes documentos, como irei proceder na retificação em relação a qual nome usar?

  • @Hector

    A base para retificação será o registro português. O cartório provavelmente irá orienta-lo a pedir o registro português apostilado, mas verifique com eles primeiro o procedimento.

    O nome do Francisco Ferreira *Coto que está no registro português precisar ser igual no RC ou RO do Manuel e também no RN da sua Avó...

    ...e os nomes do Manuel e Carmen precisam ser iguais no RN e no RC da sua Avó. Provavelmente Francisco não é mencionado no casamento da Avó.

    *Coto é o que consegui ler.

    Casamento do Francisco https://cloud.archeevo.pt/viewer?id=22397&FileID=442524 não será usado, apenas para tirar a duvida do apelido.

  • HectorHector Member

    @Kleber Silva Aguiar

    Deixa ver se entendi o que você me falou, então o Cartório daqui pediria o registro de batismo do Manoel apostilado, o qual eu conseguiria em alguma conservatória de lá, assim, conseguiria alterar o registro de casamento e óbito do Manoel e também o RN da minha avó colocando o Coto em todos os nomes confere?

    De acordo com sua experiencia:

    1 - Você indica alguma conservatória em Portugal sem ser central de Lisboa ( pelo consulado) pro processo fluir mais rápido ?

    2- Se sim, sabe informar se o processo pode ser feito por mim enviando todos os documentos por correio expresso e tratando por telefone?

    Digo isso, pois com contato direto com a conservatória teria acesso a todas as exigências e o nome principal que conste na documentação.

  • @Hector

    O registro do Manuel será solicitado no AD de Viseu https://digitarq.advis.arquivos.pt/oservices de copia integral e certificada (em papel), aguardar chegar em casa e depois (*preencher formulário e pagar taxa) e reenviar a Portugal para apostilar em um dos locais em * http://www.ministeriopublico.pt/perguntas-frequentes/servico-apostilas , e seguindo o procedimento do cartório acredito que a retificação será feita.

    https://forum.cidadaniaportuguesa.com/discussion/9608/guia-pratico-apostilhamento-de-docs-portugueses-atraves-da-procuradoria-geral-da-republica/p1


    1- No seu caso, Arquivo Central do Porto (ACP), não vai exigir a transcrição do casamento do Manuel, e o prazo pelo menos 12 meses.

    2- O próprio interessado pode ingressar com o processo sem intermediários, via correios. O acompanhamento do processo será por telefone Linha de Registro https://www.irn.mj.pt/IRN/sections/irn/a_registral/linha-registos/index/ ou pela senha de acesso que vão passar quando for numerado o processo https://nacionalidade.justica.gov.pt/

    Os balcões de nacionalidade não fazem analise ou orientação previa de documentos. Ainda bem que existe esse fórum.

  • HectorHector Member

    @klebergarcya@Kleber Silva Aguiar

    Então, estava pensando na possibilidade de ir pessoalmente na conservatória de registro civil de Lamego por ser perto de onde está o registro sem o "morto" na descrição, já portado de toda documentação daqui do Brasil e dar entrada diretamente. Acha que valeria a pena ? Pois fazer tudo do Brasil via consulado ou por e-mail, acredito que possa demorar muito e minha avó tem 80 anos e já teve AVC .... Estou correndo contra o tempo.

  • gandalfgandalf Member

    @Hector,

    Você tem que pensar é como vai fazer a Prova de Vida (que no BR tem que ser feita presencialmente no consulado, que está fechado), e o reconhecimento da assinatura no 1C por autenticidade (presencial, no cartório ou consulado, mas quando fizer a PV, faz também o 1C). Também o RG tem que ser recente, e autenticado (no consulado basta o original e eles fazer a autenticação; se fizer no cartório tem que autenticar e apostilar).

    Há uma alternativa que já foi usada com sucesso para casos extremos, descrita aqui: https://forum.cidadaniaportuguesa.com/discussion/comment/215146/#Comment_215146

    Não há ganho em entregar pessoalmente. Mande por DHL para a ACP, foi como sugerido. Se fizesse pessoalmente teria a opção de fazer em conservatórias menores, mas vão exigir a transcrição de casamento, e pode complicar. "Estar perto" de algum cartório não ajuda em nada. Ter uma averbação de estar "morto" não atrapalha em nada (certamente ele não estaria vivo com 144 anos, nem é Matusalém). Apenas junte a documentação correta (sem divergências), e mande. Confira tudo 10X antes de mandar. Quando pedir a certidão de batismo já pede duas de uma vez, porque vai precisar.

    Mande junto com o processo uma solicitação de urgência por motivo de saúde, acompanhada de uma carta do médico atestando a situação da paciente em risco de vida iminente pela idade, agravada pelo histórico de AVC e pela situação de micro-coagulação capilar caso ela venha a contrair covid. (tenha muita atenção com a saúde dela. tem que se manter em isolamento absoluto, usar máscara cirúrgica de verdade ou N95. pra ela a proteção de pano é fraca. se puder, use cadeira de rodas no transporte, para evitar que ela se apoie em corrimãos)

    Eu não li todos os documentos, mas os que li claramente era "Coto". Em um deles o texto fala "Coto" mas a pessoa assinou "Cotto". Alguém poderia ter lido como "Colto" (embora haja um único corte do T passando igualmente pelas duas verticais). Coto, Cotto, Colto, ou Couto, não faria muita diferença e provavelmente passaria sem problemas (pela regra da fonética), mas Coelho terá que retificar. Verifique também as datas de nascimento, onde é ainda mais comum haver divergências.

  • @Hector

    Não me entenda mal e muito menos rogando mas, o óbito do interessado durante o andamento do processo não interfere na conclusão, digo de um processo com tudo certo, que não exija interação novamente do interessado.

    Foque nas correções dos registros, o quanto logo isso ficar pronto melhor, depois é colher assinaturas presenciais da sua avó nos documentos necessários e o restante você mesmo pode dar continuidade... cópias, autenticações, registros apostilados, pagamento da taxa, postagem...

  • HectorHector Member
    editado May 26

    @gandalf e @Kleber Silva Aguiar

    A prova de vida só poderá ser feita no consulado ? Em cartório com autenticação não valeria? É que o consulado é muito distante de casa e mesmo com carro ficaria complicado pra leva-la ... mas se não tiver jeito fazer o que ?

    Então a ordem cronológica dos passos será:

    1- Esperar vir o registro de Batismo de Manoel que ja solicitei no Arquivo Distrital de Viseu.

    2- Esse documento chegando, poderei pedir a retificação da certidão de casamento de Manoel (mudando o sobrenome do pai Francisco Ferreira de Coelho para Coto e a data de nascimento de 1877 para 1876) já que como darei entrada numa conservatória menor ela será usada para transcrição como o amigo disse, correto? E retificar a certidão de nascimento da minha avó que consta o nome dos avós paternos (Acrescentando Coto no sobrenome do pai de Manoel ficando Francisco Ferreira Coto) ?

    3- Após as retificações e apostilamentos das novas certidões, preencherei o Formulário 1C onde irei autentica-lo juntamente com a prova de vida de minha avó, onde ambos deverão ser apostilados também.

    4- ~Enviar todos os documentos devidamente apostilados e organizados para a conservatória :

    a) Registro de Batismo de Manoel

    b) Certidão de Nascimento de Lea Ferreira com Manoel sendo declarante *retificada

    c) Certidão de Casamento de Lea Ferreira

    d) Prova de vida autenticada

    e) Formulário 1C autenticado e apostilado

    f) Certidão de Casamento de Manoel *retificada ( esse documento não necessariamente é pedido, apenas se der entrada em alguma conservatória menor, que é o que provavelmente farei confere?)


    ********* Ultima dúvida meus amigos:

    Mesmo tendo o Manoel como declarante na Certidão de Nascimento da Lea, é necessária a Certidão de casamento de Manoel que é onde existem os maiores problemas relacionados a nome e datas? Pois pelo que entendi, só precisaria transcrever a Certidão de Casamento da minha avó para quando for passar para meu pai, concordam?

    A questão da transcrição do casamento é feita aqui no Brasil ou lá em Portugal?

    Gente, só tenho a agradecer vocês , não tenho palavras pela gratidão que tenho. Eu serei eternamente grato a vocês pela paciência, empatia, solidariedade e atenção, pois pessoas assim dispostas a ajudar ao próximo são muito raras e tive a sorte de tê-los no meu caminho. Então mais uma vez obrigado por tudo, pois se não fosse vocês meu sonho não seria possível !!!

  • gandalfgandalf Member

    @Hector,

    Você tem que focar no que precisa pra fazer o processo de sua avó, a descendente direta do português, que está viva.

    No processo de busca foi detectada uma divergência (nome e data de nascimento do pai dela) que tem que ser tratada primeiro, para o processo dela não cair em exigência. Então faça a lista de coisas que ela precisa, e comece a se preparar pra entender como funciona.

    Você precisará de duas certidões de batismo originais, que é o documento do português que origina o processo: 1) uma a ser apostilada em PT pra fazer a retificação da certidão de nascimento de sua avó no BR. 2) outra, original com marca d'água, pra enviar com o processo de sua avó. (Voce pediu somente uma)

    1. Chegando a certidão de batismo, você vai ter que enviar a portugal para apostilar lá, receber de volta e fazer a retificação no BR. Precisa saber no cartório o que você precisa exatamente para fazer a retificação, e se é possível fazer uma retificação extra-judicial. Se eles fizerem com a certidão sem apostilar (possível mas improvável) seria o melhor pra você.
    2. Solicite uma segunda certidão original ao arquivo distrital para orientar o processo de sua avó.
    3. Faça uma lista e comece a buscar os documentos de sua avó, mas não pode pedir ainda, porque prescrevem em 1 ano, e você não sabe ainda quanto tempo vai levar essa retificação.
Entre ou Registre-se para fazer um comentário.