Busca da certidão

Meu avô está tentando buscar a certidão do avô dele para começar processo de atribuição como neto, e estou ajudando a encontrar os documentos.

O único documento de onde consegui alguma informação foi da certidão de nascimento da filha do português. O português, neste caso, foi o declarante.

Consta a seguinte informação:

Nome do português é José da Costa Cavernaes.

Os pais dele se chamavam Antonio da Costa Cavernaes e Maria de Jezus.

Segundo algumas pessoas da minha familia ele deve ter nascido em 1863, provavelmente em por Bodiosa, Viseu.

Qualquer ajuda será muito bem vinda.

Grato,

William

Comentários

  • @williampinho

    As informações que os seu familiares te passaram está quase correta.

    O sobrenome parece ser CAVERNÃES.

    Possíveis parentes do seu trisavô:

    ID Nome Naturalidade Concelho Pai Mãe Profissão Idade Destino Estado Cívil

    112860 Natividade Correia Bodiosa Viseu Manuel da Costa Cavernães Ana Correia Sem Indicação 33 Rio de Janeiro Sem Indicação

    ---

    Manuel Cavernães

    https://digitarq.advis.arquivos.pt/details?id=1414141

    ---

    Os endereços para você buscar o assento do seu antepassado:

    https://tombo.pt/f/vis04

    https://digitarq.advis.arquivos.pt/viewer?id=1196757

    O primeiro é a pagina da freguesia de Bodiosa. O segundo é o livro de batismo que inclui 1863.

    Cuidado, pois abaixo os registros pulam de 1862 a maio/1864.

    Pode ser que o batismo do seu trisavô não esteja online.

    ---

    Caso não ache, vc pode pedir o assento diretamente pelo Arquivo Distrital, se vc tiver a data de nascimento do seu trisavô.

    O guia:

    https://forum.cidadaniaportuguesa.com/discussion/17071/roteiro-para-solicitar-certidoes-nos-arquivos-distritais/p1

    Boa sorte!

  • LeticialeleLeticialele Member, Moderator

    @williampinho , pode pedir para descarregar pela web este documento do Arquivo Distrital de Viseu. http://digitarq.advis.arquivos.pt/details?id=1264173

    O livro de 1863 não está online. Não encontrei o nome no livro anterior nem no posterior.

  • @guimoss e @Leticialele, muitíssimo obrigado pela resposta tão rápida!

    @Leticialele, uma pergunta: quando faço o pedido de reprodução, perguntam a "Finalidade da reprodução". Seria certificação, investigação? Obrigado!

    @guimoss, obrigado pela informação! Sobre o sobrenome, este é realmente o jeito como está escrito na certidão e documento do meu avô e da bisavó. Acredito que o erro tenha acontecido quando ele foi para o Brasil, infelizmente.

    Vou olhar os links que você passou em detalhe, muito obrigado!

  • LeticialeleLeticialele Member, Moderator

    @williampinho , a finalidade pode ser investigação. Peça para descarregar pela web porque custa cêntimos de euro por folha e, se minha memória não está tão ruim, são apenas 5 páginas.

    Fique de olho, pois eles fazem um orçamento válido por 10 dias que você tem que aprovar e pagar com cartão de crédito.

  • williampinhowilliampinho Member
    editado January 13

    Muito obrigado @Leticialele, de verdade! Acabei recebendo o pedido mais cedo e já recebi. Infelizmente, nao vejo o nome dele entre os filhos.

    Vejo então pelo menos duas possibilidades:

    • Ele não era filho do Antonio e Maria que são mencionados nesse documento
    • Ele era filho, mas como faleceu no Brasil em 1903 (portanto, antes da data desse documento), ele não foi mencionado entre os filhos

    Por enquanto vou ter que olhar em mais detalhes nos links que o @guimoss sugeriu, mas acredito que só terei tempo no fim de semana.

    @Leticialele você tem mais alguma outra dica de como posso buscar a certidão de nascimento sem saber a data de nascimento? Valeria a pena ir a esse arquivo pessoalmente, ou não faz diferença alguma?


    Outra vez, muito obrigado pela ajuda!

  • LeticialeleLeticialele Member, Moderator
    editado January 13

    @williampinho , mas confirmou que todos os filhos foram batizados em Bodiosa? Ou aparece outra Freguesia?

    Essa é uma informação importante. Sabendo a Freguesia, dá para procurar nos livros. O livro de 1863 de Bodiosa não está online.

    Os livros de lá estão uma confusão. Estou procurando em 1863.

  • guimossguimoss Member
    editado January 13

    @williampinho

    Você não precisa ir na sede do AD de Viseu.

    No documento que a @Leticialele divulgou e vc recebeu tem informações dos pais e dos demais filhos?

    Deixe aqui esses dados, como idade, por exemplo, que pode ser útil pata confirmar o ano de nascimento do filho.

    Em nenhuma certidão brasileira do seu avô tem a data de nascimento dele? Ou algum documento brasileiro?

    Boa sorte!

  • @williampinho

    Também há outra freguesia chamada Bodiosa no Concelho de Vouzela, também do Distrito de Viseu.

    Pode ser interessante verificar por lá.

  • LeticialeleLeticialele Member, Moderator
    editado January 13

    @williampinho , de onde vem a informação de que ele nasceu em 1863? Não consta, no livro de Bodiosa (completamente doido, o padre usou alguns espaços em branco para escrever assentos de 1865...) o nome dele!

    @guimoss , só tem essa Bodiosa, do Concelho de Vouzela.

  • Uau! Muito obrigado por todas essas informações e ideias.

    Então, vou tentar esclarecer a informação que tenho em mãos:

    • Certidão de nascimento da minha bisavó (filha do português), lá consta:
      1. "compareceu José da Costa Cavernaes - Português"
      2. "Avós paternos: Antonio da Costa Cavernaes e Maria de Jezus"
    • Óbito: "José da Costa Cavernaes -Óbito: 13.março.1903, Arrozal, Pirai-RJ (Pinheiro), de 40 anos presumível" Link: https://www.familysearch.org/tree/person/sources/GWML-CMH

    É da certidão de óbito e de informações de parentes que supomos que ele tenha nascido em 1863, mas certamente pode estar errado. Como ele morreu quando a minha bisavó tinha dez anos, temos muito poucas informações. Eu tenho entrado em contato com parentes para ver se consigo algo mais, mas isso é tudo.

    A única outra informação que tenho não ajuda muito. Diziam algumas tias avós que ele havia saído de Portugal por motivos políticos.

    @guimoss, nos documentos que eu pedi do Arquivo Distrital não encontrei nenhuma data de nascimento, infelizmente. O nome dos filhos são: António da Costa Cavernães, Rosalina de Jesus, Joaquina de Jesus, e outro nome feminino que não consigo decifrar. O documento também parece dizer que o testamenteiro é de Travanca, e um dos filhos de Travanca Grande!

  • @Leticialele

    Se não me engano, ha duas. Uma no Concelho de Viseu e outra no Concelho de Vouzela.

    Os endereços que eu mandei acima foram relativos à Bodiosa do Concelho de Viseu.

  • @williampinho

    É uma pena que nao tenha a idade de nenhuma dessas pessoas nesse testamento.

    Poderia ser um referencial útil.

    Uma dica é você procurar o ÓBITO do cônjuge falecido, nos anos de 1905 a 1907 (anos de produção do documento), pois no óbito terá a idade dele.

    Com a idade, vc terá o ano estimado do nascimento. Soma 16 anos ou mais, pesquisa pelo casamento e finamente, dessa data (1 ano, geralmente) pelo nascimento dos filhos de Antonio e Maria.

    ---

    Esse ano pode estar equivocado. As certidões de óbito são as menos precisas.

    Eu sugiro que você folheie os livros de batismo por um possível parente ou os de casamento, para achar a união de Antonio e Maria.

    E no documento que a @Leticialele encontrou, parece que, no seu caso, travanca (um nome de local bem comum em Portugal) é um local dentro da freguesia de Bodiosa.

    ---

    Ou se nao tiver paciência, pode pedir uma pesquisa pelo Arquivo Distrital.

    Se a busca demorar mais de 30 minutos, o serviço é pago.

    Boa busca!

  • LeticialeleLeticialele Member, Moderator
    editado January 14

    @williampinho ENCONTREI!!!

    José, nascido em 7 de dezembro de 1857 https://digitarq.advis.arquivos.pt/viewer?id=1196757 m0107.tif

    Filho de Antonio da Costa Cavernães e Maria de Jezus

    De brinde:

    Joaquim - 28 de janeiro de 1853 m.0058.tif;

    João - 20 de novembro de 1855 m.0087.tif

    Os portugueses costumavam remoçar alguns anos na viagem entre Portugal e o Brasil!!

  • @Leticialele Muitissimo obrigado!!!

    A minha primeira pergunta é: COMO você encontrou? Incrível!! Não faço ideia de como você fez isso!

    Muito obrigado, de verdade. E sim, devem remoçar uns quantos anos!!


    Uma pergunta, você acha que eu consigo encontrar o pedido de passaporte dele? Eu ainda estou tentando entender como posso provar que ele é a mesma pessoa que consta na certidão de nascimento da minha bisavó? Voce teria mais alguma dica?


    De verdade, nem sei como agradecer! A você e a @guimoss por toda essa ajuda!!

  • LeticialeleLeticialele Member, Moderator

    @williampinho , achei lendo os livros! Quando achei o Joaquim, fiquei animada! E não consegui parar até encontrar o José. Sorte sua que sou coruja teimosa.

    Como está o nome dele na certidão de nascimento de sua bisavó? Se não tiver divergências, não precisa achar passaporte .

    Boa sorte!!

  • @Leticialele Muito obrigado!! Que sorte que eu tenho então!!

    O sobrenome dele na certidão está escrito "Cavernaes", sem tilde! Imagino que terei que encontrar o passaporte então. Talvez alguma certidão de casamento no Brasil também ajude?


    Você poderia recomendar onde posso procurar o passaporte? Para que você não precise ficar buscando como dessa vez!! Muito obrigado!

  • LeticialeleLeticialele Member, Moderator

    @williampinho , não creio que a falta do til irá provocar alguma exigência. Eu não retificaria nada!!

    É provável que ele tenha pedido o passaporte ao Governo Civil do Viseu.

    Se quiser procurar (não precisará dele, mas...) , pode ser que encontre aqui - https://tombo.pt/d/viseu

    Boa sorte!!

    Se você tomar gosto pela procura, pode tentar montar sua árvore genealógica - procure o casamento dos pais de 1855 para trás, e assim por diante!!

  • @williampinho

    De nada! Foi bom que a @Leticialele tenha encontrado.

    Ela é craque.

    Cavernães/Cavernaes não é divergência.

    E para fixar o nome do português (no batismo só consta o prenome), vc envia a certidão do casamento ou óbito do português em inteiro teor.

    Verifique se há divergências entre o batismo português e as certidões brasileiras.

    A questão 1857/1863 pode gerar exigências.

    Nesse caso, vc teria que apostllar o assento em PT (pode enviar diretamente do AD) em uma PGR (Porto ou Lisboa) e seguir as instruções notariais do cartório onde se encontra a certidão com erros.

    Abraços

  • LeticialeleLeticialele Member, Moderator

    @guimoss , @williampinho , eu não mandaria a certidão de casamento justamente por causa das divergências. O apelido Cavernaes não é muito comum, assim, não há dúvida de que se trata da mesma pessoa!

  • Perfeito! Muitissimo obrigado por tirarem essas dúvidas!

    @Leticialele, de fato, estou gostando muito de aprender sobre a minha árvore genealógica... vou buscar mais sobre a minha com certeza!!

    Muito obrigado a vocês dois! Realmente não sei como agradecer tanta ajuda.

    Gostaria de aprender mais sobre tudo isso e poder ajudar outras pessoas como vocês fazem! Um grande abraço!

  • Boa noite!


    Estou fazendo o processo para neto e tenho todos os documentos, exceto a certidão de nascimento do filho do Português, que no caso o filho é brasileiro.


    Tenho RG, CPF, Certidão Militar, Certidão de Óbito, casamento...mas não encontram em nenhum cartório na cidade de origem SOROCABA e nem nos arredores ARAÇOIABA, ITAPETININGA por exemplo. Já paguei pra verificarem manualmente e nada.

    Já procurei nos livros de batismo de 1913 e nada tb. Procurei no cartório da cidade que casou Jaboticabal pra ver qual documento foi apresentado para se casar e nada. Não encontro nada.


    Como proceder?


    Os dados dele:

    José dos Santos (Alves dos Santos)

    Nascimento em Sorocaba SP 13.03.1913

    Filho de Manoel dos Santos e Albertina Antonia


    Se alguém conseguir ajudar, eu agradeço.

  • DênisciroDênisciro Member
    editado January 15

    Pessoal boa tarde, eu estou em busca da certidão de nascimento da minha avó se puderem me ajudar, estou procurando faz 3 anos já pela internet



    Minha avó se chama: ionice Caldeira.

    Natural do RJ

    nascimento dia 13/01/1944

    Nome dos pais dela: Luciano Caldeira e Cecília Vianna.

  • @Leticialele, @guimoss, esqueci de fazer uma pergunta!

    A certidão de nascimento de inteiro teor da minha bisavó (a filha do português nesse caso) tem que ter sido emitida há menos de um ano? Ela já é falecida, e relembrando o processo é para o meu avô.

    Eu apostilei a certidão dela que foi emitida em 2016, mas agora tenho a dúvida, seria possível utilizá-la no processo? Muito obrigado novamente!

  • LeticialeleLeticialele Member, Moderator

    @williampinho , peça outra e agradeça o prejuízo aos fraudadores. `Por causa deles, as certidões brasileiras têm validade de 1 ano entre a emissão e a entrada na Conservatória.

  • @Leticialele, ok, e muito obrigado pela informação mais uma vez!!

Entre ou Registre-se para fazer um comentário.