RECONHECER FIRMA DOS DOIS FORMULARIOS 1-D ?

editado May 3 em Dúvidas básicas

Boa noite pessoal.

Estou finalizando o formulario 1d para enviar a Lisboa.

O nome do meu avô português não cabe todo no respectivo campo do formulário.

Nas instruções de preenchimento que eu recebi junto com o formulario consta:

► Caso o espaço destinado a cada campo não seja suficiente para o preenchimento de toda a informação, deverá utilizar um novo impresso, do mesmo modelo, preenchendo, apenas, no campo respetivo, os elementos em falta. Neste caso, devem ser anexados os dois impressos.

Eis minha dúvida:

Esse meu segundo formulario vai escrito apenas "Ramos" que é o sobrenome que faltou? O restante todo vai em branco ?

E o principal: Preciso reconhecer firma por autenticidade dos dois formularios ou só do primeiro ?

Me ajudem pf.

Comentários

  • LeticialeleLeticialele Member, Moderator

    @vitorhugoev1992 , não tem como abreviar um sobrenome?

    Se precisar usar outro formulário, reconheça a firma apenas no que contém todas as informações

  • editado May 3

    Ok. Vou mandar os dois então, com a firma do primeiro reconhecida.

  • gandalfgandalf Member

    @vitorhugoev1992

    É bom você conferir antes as regras de formação de nome.

    Certamente deveria preservar o nome próprio e o último apelido no primeiro formulário. Suprimir partículas de ligação (de, dos, etc). Suprimir ou abreviar apelidos intermediários (principalmente se são de parentes distantes) que seriam descritos no segundo formulário.

    "O nome completo deve compor-se, no máximo, de seis vocábulos gramaticais, simples ou compostos, dos quais só dois podem corresponder ao nome próprio e quatro apelidos."

    "Os apelidos constituem a segunda parte do nome das pessoas e, juntos ao nome próprio, completam a sua designação oficial, permitindo estabelecer a ligação do registando à família a que pertence.'

    https://www.irn.mj.pt/IRN/sections/irn/a_registral/registo-civil/docs-do-civil/dar-o-nome/

  • laisenmllaisenml Member

    Olá! Meu pai mora no interior e não poderá reconhecer a autenticidade no Consulado. Reconhecendo em cartório, passaria a ter necessidade de apostilamento? Agradeço desde já =)

  • gandalfgandalf Member
    editado May 4

    @laisenml

    A Leticialele já lhe respondeu aqui: https://forum.cidadaniaportuguesa.com/discussion/comment/243719/#Comment_243719

    O formulário 1C não precisa ser apostilado. Ele é assinado presencialmente no cartório e certificado por autenticidade.

    A cópia do RG (menos de 10 anos), pode ser feita no cartório, certificada e apostilada.

    A certidão de nascimento do requerente (seu pai), por cópia reprográfica do livro, certificada e apostilada.

    A certidão de nascimento do pai (ou mãe) brasileiro dele (filho do português), em inteiro teor digitada e apostilada. Se for a mãe, inclua a certidão de casamento inteiro teor digitada apostilada.

    Até aqui tudo é no cartório.

    O assento do português, obtida pelo civilonline se após 1911, ou se for anterior, o original obtido pelo Arquivo Distrital correspondente.

    A transcrição de casamento deve estar averbada no assento, ou se tiver casado no BR deverá transcrever o casamento do português.

    Somente se seu pai tiver mais de 70 anos, teria que fazer Prova de Vida presencialmente no consulado. Pode mandar sem ela e esperar. Não pedirão antes de 1 ano. Você tem esse tempo pra fazer e pode mandar depois, e pedir para juntarem ao processo.

  • @gandalf

    O nome dele era Manoel Teodoro Fernandes dos Ramos

    O primeiro formulario ficou " Manuel Teodoro Fernandes dos "

    e o segundo " Ramos. "

    Apelidos: Fernandes dos Ramos.

    Acho que está dentro da lei.

    Embora tenha ficado estranho um formulario totalmente em branco, somente escrito Ramos no respectivo campo.

    Acha que pode dar problema ?

  • gandalfgandalf Member

    @vitorhugoev1992

    O formulário 1D (e também 1C) tem 41 posições para o nome, mais 62 posições para o apelido.

    No nome dos progenitores, tem 41 posições cada.

    O nome "Manoel Teodoro Fernandes dos Ramos" tem 35 letras. Caberia em qualquer lugar do formulário 1D.

    Realmente não entendi o que aconteceu no seu caso. (na lógica portuguesa, o irmão diz: Manoel, venha cá! Esse é o nome próprio)

    • Nome: Manoel
    • Apelido: Teodoro Fernandes dos Ramos

    Menos comum seria: (na lógica portuguesa, seria: Maria José, venha cá! Nome composto. Ninguém vai chamar: Manoel Teodoro, venha cá!)

    • Nome: Manoel Teodoro
    • Apelido: Fernandes dos Santos


  • LeticialeleLeticialele Member, Moderator

    @gandalf ... se fosse a mãe a chamar o menino por alguma traquinagem, chamaria: "Venha cá, Manoel Teodoro!!!" ...

  • gandalfgandalf Member
    editado May 4

    @Leticialele Só a mãe chamaria assim, e quando ele for entrar no couro! LOL

  • LeticialeleLeticialele Member, Moderator

    @gandalf , exatamente!!!

  • @gandalf @Leticia54 O nome acima citado não coube no campo NOME DO AVÔ PORTUGUÊS. Conforme anexo. Recebi o formulario por email e só tinha 30 "espacinhos" nesse campo.

    Vejam só.

  • gandalfgandalf Member

    @vitorhugoev1992 OK. Use dois formulários.

Entre ou Registre-se para fazer um comentário.