Nome errado

Ingrid1Ingrid1 Member

Estou fazendo a cidadania da minha avó. No entanto, o nome do pai dela, meu bisavó, foi alterado quando ele veio para o Brasil. O nome dele era Luís Farias e passou a ser Luiz Faria. Eu teria que retificar todos os documentos com o nome errado? Queria saber se com um advogado não precisarei retificar tudo.

Comentários

  • gandalfgandalf Member

    @Ingrid1, Eu não contrataria advogado pra isso. É burocrático, mas simples.

    1. Voce pode mandar junto com o processo de sua avó um requerimento ao Conservador para que ele aceite a mudança da grafia, por se tratar de um registro histórico, e que não afeta a fonética. Ê pouco provável que ele aceite sem retificação, mas se aceitar, dai você não tem que fazer mais nada.
    2. Se falhar, você pode ir ao cartório e requerer uma "Retificação Administrativa" do nome dele no cartório, apresentando o documento original. Pode ser que peçam pra apostilar a certidão dele em PT para ter validade no BR. Como é uma correção mínima, você pode conseguir isso explicando a situação, sem grande esforço.

    Uma vez que você fizer a retificação de seu avô para a sua avó, isso entra nos documentos e oficializa.

    Quando você entrar com o processo de sua mãe (ou pai), você faz um requerimento ao Conservador para manter a grafia atual nos descendentes, porque o erro se propagaria, e tendo em vista que o fato gerador foi de seu bisavô, e não faria sentido mudar a grafia atual. Explica bem, e use um formato de requerimento (busque no google como se faz, porque tem um formato especifico, e é muito simples).

    Se o Conservador aceitar, na sua mãe/pai ele fica como avô, e no seu ele desaparece do documento. A partir daí nada mais precisa ser feito.

    Somente escolha se você vai fazer o requerimento já no da sua avó, ou se vai fazer no da sua mãe, e aí torce pra dar certo. Eu diria que suas chances de sucesso em qualquer dos dois é de mais de 90%. Basta o requerimento.

Entre ou Registre-se para fazer um comentário.