Tempo médio para conclusão da Transcrição de Casamento no Consulado do Rio de Janeiro

Olá, pessoal!

Primeiramente obrigado pelo espaço para sanar dúvidas.

Minha noiva e eu casaremos no dia 11/11 e como ela possui a cidadania, irá solicitar o cartão a transcrição do casamento, cartão cidadão e passaporte pois nos mudaremos para a Europa em Março.

Porém temos uma dúvida. Qual o tempo médio para Consulado do Rio de Janeiro concluir o processo de transcrição de casamento sem prenupcial? Alguém recentemente fez esta solicitação?

Tenho esta dúvida pois o atendimento telefônico do Consulado do RJ diz que a conclusão está levando até 180 dias, já o consulado de São Paulo informa que em no máximo 30 dias corridos o processo é finalizado.

Adiciono a informação que não estamos mudando nossos nomes. De forma a evitar esta possível demora no Consulado do RJ, é possível que ela solicite o Cartão Cidadão e Passaporte e só depois solicite a transcrição? Não sei se o fato de não mudarmos nossos nomes evitaríamos algum tipo de problema na viagem.

Podem me ajudar?

Agradeço desde já!

Hudson

«1

Comentários

  • @Hudson Senra,
    Faça vc mesmo direto enviando para Portugal pelo Correio ou DHL os doc, ficaria pronto em 1 mês a 2 no máximo. Consulado vai demorar muito além de cobrar uma grana.
    Vc lendo aqui nos arquivos transcrição e com a nossa orientação vc vai fazer é facil!
    Não tem segredo!!
  • @M Adelaide Velloso

    Muito obrigado pelo esclarecimento!

    Lendo os posts aqui encontrei a informação de que o 4ª crc do porto realiza a transcrição via Correios! Já enviei um e-mail para eles pedindo orientação.

    Vocês são nota 10!

    Abraços!
  • @Hudson Senra, Faça a transcrição lá é tranquilo!! Fiz do meu pai lá. Eles não fazem atribuição, somente transcrição! O ideal é vc tirar todas as duvidas aqui no fórum, eles não gostam que envie e-mail pois atrabapalha o andamento dos processos, eles não tem uma pessoa para fazer atendimento online.
    Estamos aqui para ajudar! consegui minha atribuição e todo processo de minha familia só com ajuda daqui!! Essas pessoas ajudam sem ganhar um centavo. Agora estou fazendo a minha parte tambem!!
  • @Hudson, você mora aonde no Rio ou em SP? Digo isso pq pelo que sei você tem que dar entrada na repartição referente ao seu endereço (mas sinceramente não tenho certeza). Bom eu moro em SP mandei meus documentos para transcrição do meu casamento dia 01/10 foram entregues dia 03/10 porém só mudaram no sistema para recebidos dia 06/10, enviaram para o setor ( no próprio consulado) só dia 18/10 e eu já estava p.. da vida com a demora, me arrependendo de ter feito via consulado, quando no dia 20/10 recebi um e-mail liberando a agenda para a visita no consulado! a partir de novembro. Então realmente demora os 30 dias corridos.
    E não acho que valha a pena pra quem quer fazer o pacote completo: transcrição +CC + passaporte fazer por Portugal, pelo menos em SP vale a pena sim fazer pelo consulado e sai mais barato fazendo os 3 juntos. Agora se vc for do Rio manda pelo Correio pq 180 dias é piada de mau gosto!
  • @Vanessa Rodrigues Pinto Obrigado pelas informações! Sim, esse prazo de 180 dias é brincadeira...
    Já decidimos eu e minha noiva que a transcrição será feita em Portugal via Correios mesmo, mandei o questionamento via e-mail e me responderam em 10 minutos! Achei fantástico já que estou acostumado com a morosidade das coisas no Rio de Janeiro.
    Somente o cartão cidadão que teremos que obrigatoriamente tirar por aqui pois é necessário fazer a biometria..

    Grande abraço!
  • Boa noite,
    tenho uma duvida e se alguém puder esclarecer vou ficar extremamente grata.
    Minha mãe é filha de português e estou providenciando a atribuição dela, minha dúvida é: É necessário fazer a transcricão do casamento dela com meu pai para dar entrada no pedido de cidadania? Eu já estou com a certidão de nascimento dela de inteiro teor e apostilada onde o pai dela que era portugês foi o declarante na certidão, mas quanto a transcrição tenho essa dúvida. No caso do meu avô que é morto, ele casou e morreu no Brasil, mas a certidão de nascimento dele já consta todas essas informações, logo creio que não é preciso pedir transcrição de casamento nem de óbito dele, mas preciso ter certeza disso. Minha irmã mora em SP, será que com o endereço dela podemos pedir por lá, já que é mais ráoido? Obrigada!!!
  • @Fabiola,
    sim. Para que você possa pedir sua cidadania, após sua mãe ter conquistado a dela, é necessária a transcrição do casamento de seus pais.

    Quanto à transcrição do casamento de seus avós, uma vez que o seu avô português foi o declarante na certidão de sua mãe, só seria necessário transcrever o casamento dele se sua avó também for portuguesa. Porém, entendi que o casamento dele já está transcrito.

    A certidão de sua mãe precisa ser do tipo reprográfica. Veja:
    http://forum.cidadaniaportuguesa.com/discussion/comment/57071/#Comment_57071

  • Marcia muito obrigada pela resposta. Gostaria de saber também se é necessário a transcrição do casamento da minha mãe no processo dela. No meu eu já entendi que é necessário. No caso no casamento dela com meu pai o nome dela foi alterado então não sei se é preciso a transcrição do casamento. Uma outra dúvida é se o processo de atribuição pode ser realizado em qualquer CRC pois eu vejo aqui as pessoas falando que mandaram para Ovar, VN Gaia ou Tondela mas não vi nada sobre outras localidades, claro lisboa e porto tb. Obrigada
  • @Fabiola, nao falamos em Lisboa nem Porto por demorar demais!!! Essas que falamos aqui é que demora menos que essas citadas.
    Transcriçao somente dá pra fazer 4ª CRC de Porto, essa nao faz atribuiçao de nacionalidade.
  • Obrigada Adelaide. No caso em Tondela faz as duas coisas? Transcrição e atribuição? E quanto a minha dúvida se minha mãe precisa ou não transcrever o casamento dela para a atribuição dela? Agradecida
  • @Fabiola, Sim, faz as duas coisas. Primeiro ela faz atribuição e nem seguida fazem a transcrição. Você pode mandar as duas coisas no mesmo envelope, apenas separado por clipse. Os vales são separados tambem.
    Mas em tondela você precisa que sua mãe tire a certidão de nascimento dela por cópia reprografica, caso contrário não consegue fazer a atribuição lá.
    Para transcrição não precisa cópia reprografica. Precisa da certidão de inteiro teor do seu pai e certidão de inteiro teor do casamento deles, mais cópia do RG autenticado + requerimento assinado por autenticidade(assinado no cartório)
  • @M Adelaide Velloso , desculpe incomodar, mas só para confirmar os documentos a serem enviados para a transcrição de casamento em Tondela.
    No meu caso, estou enviando os documentos para o processo de atribuição de minha mãe (filha de pais portugueses) junto com o processo de transcrição do casamento dela com meu pai.
    Não é necessário apostilhar nenhum dos documentos que você citou acima? E o RG autenticado de minha mãe substituiria o documento "certidão de nascimento do português" citado na página do site? (http://www.cidadaniaportuguesa.com/documentos/)
    Desde já, muito obrigada pela imensa ajuda!
  • @Vivian Brandão, sim todas as certidões apostiladas e RG tambem.
    Não substitui!! Precisa do RG
    Seus avós portugueses casaram em Portugal?
  • @M Adelaide Velloso, obrigada por ajudar!
    Sim, meus avós casaram em Portugal antes de virem ao Brasil. Por isso apenas estou enviando a cópia da certidão de nascimento de meu avô (que foi quem registrou o nascimento da minha mãe), e não anexei nem a certidão de nascimento de minha avó, nem a certidão de casamento dos dois.
    Você acredita que estou agindo corretamente, ou seria prudente enviar a cópia desses documentos também?
  • @Vivian Brandão,
    Que tipo de certidão você conseguiu da sua mãe? ´Reprografica? Ou inteiro teor?Para enviar a atribuição da sua mãe para Tondela ela precisa ter certidão reprográfica, vc conseguiu?
  • @M Adelaide Velloso, levantei a relação de documentos que tenho para enviar através do fórum...
    Pretendo enviar os processos de atribuição e transcrição de casamento de minha mãe a Tondela em dois envelopes separados dentro do mesmo EMC.

    ENVELOPE 1 (Atribuição): <<esses documentos eu já consegui providenciar essa semana>>
    - Cópia da certidão de nascimento de meu avô português
    - Certidão de nascimento de inteiro teor por cópia reprográfica da minha mãe + APOSTILHADA + firma reconhecida do tabelião
    - Cópia autenticada do RG de minha mãe + APOSTILHADA
    - Cópia autenticada da certidão de casamento de minha mãe (já que ela mudou o nome de solteira com o casamento)
    - Mod. 1C + firma da minha mãe reconhecida por autenticidade
    - Cópia do Vale Postal (ainda não paguei)

    ENVELOPE 2 (Transcrição de Casamento): <<esses documentos eu ainda estou providenciando>>
    - Certidão de nascimento de inteiro teor simples do meu pai + APOSTILHADA + firma reconhecida do tabelião
    - Certidão de casamento de inteiro teor simples dos meus pais + APOSTILHADA + firma reconhecida do tabelião
    - Cópia autenticada do RG de minha mãe + APOSTILHADA
    - Mod. transcrição de casamento + firma da minha mãe reconhecida por autenticidade
    - Cópia do Vale Postal (ainda não paguei)

    Você acha que estou esquecendo de algo? Confesso que apesar de ter me esforçado bastante nas pesquisas aqui no fórum, ainda bate a insegurança de que estou fazendo alguma coisinha errada...

    Novamente, obrigada pela ajuda!
  • @M Adelaide Velloso, boa tarde!
    vou solicitar cidadania por atribuição para minha avó que é neta de portugueses que se casaram no Brasil.
    Pelo que tenho lido, precisarei transcrever o casamento e óbito de ambos.
    Vi acima que você sugeriu a transcrição e atribuição em uma única remessa dos documentos. No meu caso também é possível ou preciso fazer em duas etapas? Se possível, para qual órgão/local você sugere que os documentos sejam enviados?
  • edited November 2016
    @Vivian Brandão, tudo show!! Essa insegurança é normal!! Rs...
    Faça os vales separados, não pode somar os valores e fazer 1 só!! Coloque em casa processo cópia dos vales e fique com o original e fora de cada envelope escreva atribuição de fulana.... e no outro transcrição de fulana...
    Nota mil!! Parabéns!!
  • @Carlos Guilherme Nazario, se a sua avó é neta de portugueses os pais dela já faleceram, correto? Então não será possivel atribuição!! me fale detalhes...
  • @M Adelaide Velloso, Muito obrigada pela ajuda!! Agora estou muito mais confiante ;-)
  • @vivian Brandão, desejo tudo de bom e que em breve vc consiga dar entrada na sua cidadania!! Vai dando notícias!!
    No seu processo você vai tirar de letra!!
    Você pode pagar o vale num dia e enviar os doc no dia seguinte ou o contrário.ou ainda pagar e mandar no mesmo dia! Só não esquece de ficar com comprovante do vale!!bj
  • @M Adelaide Velloso me perdoe o engano, minha avó é filha de portugueses que se casaram no Brasil. o restante está correto. rs
    a dúvida é se posso transcrever o casamento e os óbitos, e ainda fazer o pedido da atribuição para minha avó de uma só vez. é possível? o q vc recomenda? para qual órgão mandaria a papelada?
  • @Carlos Guilherme Nazario,
    Se vc fizer direto com a conservatória em Portugal(cartório) enviando os docs pelo correio ou outra empresa tipo DHL, é mais rápido e mais barato!! Você não vai precisar transcrever o óbito!! Só consulado exige transcrever óbitos
    Você pode transcrever o óbito dos pais dela e enviar a atribuição dela juntos.
    Ela tem certidão de casamento dos pais? Precisa fazer 2ªvia de inteiro teor, apostilar e reconhecer firma de quem assina, certidão de nascimento dos portugueses cópia simples, requerimento assinado por autenticidade(assinar no cartório) cópia do }RG de quem vai solicitar e assinar o requerimento, algumas CRCs exigem apostilamento.
  • @M Adelaide Velloso, sou primo do Carlos, que postou acima. Temos em mãos as certidões de casamento dos nossos bisavós, - certidão de nascimento da nossa avó. O primeiro passo é tirar as certidões de inteiro teor de ambas, com o apostilhamento e firma de quem assina reconhecida também, correto? Não é necessário levar no consulado e itamaraty, ou é?

    Já localizamos as certidões de batismo deles nos arquivos distritais. Essa cópia simples é uma impressão dessas paginas ou precisamos solicitar algo aos arquivos?

    A carteira de identidade da minha avó está com o nome de casada dela. Isso implica que temos que transcrever o seu casamento junto ou podemos fazer isso posteriormente? Qual o crc mais recomendado para fazer tudo? Ou é no acp?

    Desculpe a avalanche de perguntas, mas somos novos no assunto e mil dúvidas vão surgindo.

    Muito obrigado,

    Fabricio
  • @Fabricio Gonçalves, @Carlos Guilherme Nazario, a avó de você está viva? Ela é filha de portugueses pai e mãe portugueses?
  • @M Adelaide Velloso, isso mesmo. Ela está viva e seus pais era portugueses. Eles se casaram aqui o Brasil.
  • edited November 2016
    @Fabricio Gonçalves, @Carlos Guilherme Nazario, então prepare a a documentação transcrição dos pais dela e atribuição da sua avó.
    O FILHO OU FILHA DA AVÓ ESTÁ VIVO(A)??

    Não sei se precisa pedir outro documento dos portugueses sem ser a de batismo. Tente ler nos arquivos o que tem de registro no fórum.
    Acp é muito demorado!!
    vc pode transcrever o casamento dela depois. Agora vc faz a transcrição dos pais dela e atribuição dela.

    Vamos ver o que a @Mariza Guerra fala sobre o doc dos portugues
  • Fabricio,

    Para a transcrição do casamento dos bisavós serão necessárias cópias simples dos assentos, certidão de casamento de inteiro teor apostilada, formulário preenchido com assinatura reconhecida por autenticidade, xerox autenticada da identidade do requerente que pode ser a sua avó, vale postal de 120 euros.
    A atribuição da sua avó poderá ir junto com essa transcrição. Nessa etapa sua avó terá o assento com o nome de solteira. Não terá problemas com a identidade de casada. Talvez precise fazer a transcrição do casamento da sua avó para as futuras cidadanias, isto é, dos filhos dela.

    Faça dois processos de cada vez.
  • Muito obrigado, Mariza e M Adelaide!

    Sim, nossa avó ainda está viva. Quando se fala em cópia símples dos assentos estamos falando de uma simples impressão dos documentos ou é necessário pedir essa cópia aos arquivos distritais?

    Por prática, recomendam algum CRC? O vale postal tem validade?

  • @Fabricio Gonçalves,

    a filha ou filho da avó vivo tambem?
Cadastre-se ou connecte-se via Facebook para participar.