Retificação de assentos brasileiros

Pessoal bom dia , percebi erros ( Faltas de sobrenome ) nos assentos brasileiros , com base no suposto assento do nativo português , pesquisei bastante e até consultei advogados , é um serviço caro que cobram para fazer isso , irei recorrer á defensoria publica , onde a pessoa deve comprovar no máximo 3 salários mínimos por mês , para que o serviço e apoio dos advogados concursados da defensoria , preste o serviço gratuitamente , talvez seja caso de alguns , vai uma dica !
«13

Comentários

  • Então Sergio, não tem como fazer no cartório extrajudicial? eu também estou com um problema para retificar a certidão do meu avo pois o nome da avó dele esta errado, tentei extrajudicial e não foi possível, não fui mais atrás pois tanto meu bisavó e bisavô são portugueses e é preciso apenas um ser português.
    mas quando for dar entrada no processo, ser for necessário vou tentar também a defensoria publica, o problema é que demora né. boa sorte.
  • @Sergio e @Rodrigoo

    Abri um tópico novo intitulado COMO RETIFICAR CERTIDÕES BRASILEIRAS VIA CARTÓRIO. Espero que ajude.
  • Boa tarde. Sergio Miranda e Rodrigo. Eu fiz todo o procedimento de RETIFICAÇÃO do registro de casamento do meu avô, diretamente no cartório. Foi super simples e o gasto foi cerca de 300 reais. Procure o cartorio primeiramente. Qualquer dúvida, mas mensagem. Fiz o procedimento no Rio de Janeiro, sem burocracia, super rápido e simples, cerca de 30 dias.
  • edited April 2016
    @Sergio e @Rodrigoo

    No tópico COMO RETIFICAR CERTIDÕES BRASILEIRAS VIA CARTÓRIO relato com minúcia os procedimentos a serem realizados.

    Leiam tudo e tire as dúvidas com o @Nilopolis que foi o autor do relato.

    http://forum.cidadaniaportuguesa.com/discussion/3403/como-retificar-certidoes-brasileiras-via-cartorio#latest
  • Olá, pessola:

    Vou entrar com o pedido de naturalização portuguesa com base em meu avô ter sido português. O problema é que na certidão de nascimento de meu pai, aparece "Amelia", como nome da minha avó. Enquanto isso, na minha certidão de nascimento está " Amalia" (assim como em todos os outros documentos que eu conheça). Alguém poderia por favor me dar alguma assistência nesse problema? Devo retificar ou seria isso um erro pequeno, do tipo que eles deixam passar. Obrigado.
  • Parece ser um erro pequeno. Não acredito que gere problemas.

    Sugiro que digitalize em PDF todos os documentos envolvidos e solicite a análise da divergência para a conservatória escolhida para enviar o seu processo.
  • Boa noite a todos.

    Olhando aqui a certidão de nascimento da minha mãe, que será a primeira a ter atribuida a cidadania portuguesa, o nome da avó dela materna estava escrito errado, ao invés de colocarem Maria Julia, colocaram Maria Julião. Ai por setença judicial, um Juiz mandou que acertessem o dado errado e isso ficou registrado na certidão da minha mãe.

    Hoje o nome está correto Maria Julia.

    Isso pode ser algum motivo para eles não aceitarem o pedido ? Mandar fazer alguma averbação em Portugal ?
  • Carlos,
    Se já houve a retificação não haverá problema, além do mais a linha de ascendência portuguesa da sua mãe tem a origem paterna. Não há motivos para se preocupar.
  • após receber o assento de nascimento de meu pai onde estava diferente os dados:
    - local do nascimento (estava Motiz, o correto é: Pombal);
    - o nome do meu avô (Manuel ao invés de Manoel) e;
    - a data de nascimento(estava 21/09/20, sendo o correto: 01/08/20),
    levei ao cartório de onde é a certidão de casamento, paguei R$ 119,00 e foi realizada a correção. Foi rápido, 15 dias
  • Olá pessoal

    Alguém sabe me informar se é mais rápido entrar com a retificação via judicial ou via cartório. Meu cunhado é advogado e faria o processo pra mim.

    Obrigada!!
  • edited August 2017
    Olá amigos,
    Dei entrada na retificação da certidão de casamento de meus avós Antonio/Felisbella.
    Na certidão de casamento consta Florisbella [APAGADO]. Porém não veio como passou a se chamar depois de casada.
    Na certidão de nascimento dela veio apenas FELISBELLA.
    Na certidão de nascimento de minha mãe ela se transformou em Felisbella [APAGADO].
    Uma bagunça. O promotor do cartório fez a exigência de ter documentos dela assinando com o REGINA (que não sabemos de onde surgiu). Não temos mais nada dela.
    Fui orientada no cartório a fazer uma cartinha pedindo então que tirasse esse REGINA.
    Li tudo do fórum e vi um caso parecido com esse que chegou em Portugal foi exigido o porquê do nome próprio ser transformado em nome composto.
    Estou me consumindo , com isso. Será que errei ??
  • Olá, @Tania Regina,
    respondi ao seu inbox.
  • @Lorenz Hofmann,

    De acordo com o meu conhecimento da causa posso te afirmar que os assentos paroquiais só registravam o primeiro nome. Mais tarde, no casamento, eram acrescidos os sobrenomes. Dificilmente existe um registro de batismo com o mesmo nome no registro de casamento, portanto o caso do seu amigo não foge à regra. Os nomes dos pais do português os quais constam como avós nos registros do brasileiro confirmam a linhagem. Aos processos de nacionalidades dos descendentes desses portugueses, às vezes, é juntada a certidão de casamento como prova de se tratar da mesma pessoa.
  • Boa noite pessoal,

    Esta é minha primeira postagem aqui no fórum, por isso, desculpem se escrevi no lugar errado. Estou juntando os documentos para iniciar o processo de atribuição para o meu avô (filho do português), porém, me deparei com a data de nascimento diferentes: Na certidão de nascimento, bem como no livro, conta 09/11/1935 e em todos os seus outros documentos, inclusive casamento e RG estão como 07/11/1935.
    Minha dúvida é se essa diferença atrapalha o processo de atribuição, pretendo fazer por NVG? Ou seria melhor se eu tirasse um novo RG para ele com a data da certidão? Mas isso não o atrapalharia na questão dos outros documentos, aposentadoria e afins?

    Agradeço pela ajuda!
  • Boa noite
    Nas certidão de nascimento de meu avô, português, consta seu nome singelo "José" e no sobrenome dos seus pais contas "Alves das Neves".
    Aqui no Brasil todos os documentos do meu avô estão José Alves Neves
    Será que vou ter que corrigir tudo?
  • @Fernando Cesar Esteves

    A regra para os registros anteriores a 1911 era considerar apenas o primeiro nome. Não precisar retificar.
  • Pessoal, boa noite, estou com o seguinte problema.

    Estou fazendo a naturalização de minha avó através do consulado português de São Paulo.

    Ocorre que, ao pesquisar a certidão de batismo de meu bisavô, a grafia do nome dele está como ManUel, com "U", mas nos documentos brasileiros o nome dele aparece como ManOel, com "O'.....Isso já seria motivo para que indeferissem o pedido?? Como devo proceder para retificação dos documentos com a grafica correto, caso necessário? É por via judicial?? Outra coisa, eu necessito de algum documento original dele para comprovar a grafia correta?

    Desde já agradeço!
  • Jonas

    As Conservatórias não consideram divergência quando o nome mantém a mesma sonoridade ou quase a mesma. É o caso de Manoel x Manuel. Já o Consulado não posso afirmar.

    Considere a possibilidade de enviar o processo diretamente à uma Conservatória sem a intermediação do Consulado.Leia alguns tópicos sobre o assunto.
  • Gente, me tirem uma dúvida.

    Minha bisavó brasileira se casou com o meu bisavô português e manteve o nome dela MARIA RITA FERRAZ", porém, na certidão de Nascimento do meu avô, ela aparece como apenas MARIA RITA (sem sobrenome mesmo).


    Preciso fazer a retificação do lado brasileiro?

    Estou pensando em mandar o processo para Gaia, Ovar ou Tondela. Eles são tranquilos quanto a esse tipo de erro do lado brasileiro?

    Eu cheguei a mandar um e-mail para essas conservatórias tem uns 2 meses, mas não obtive resposta.

    Ponta Delgada me respondeu quanto a transcrição de casamento dos meus bisavós e me disse que a única coisa que eu precisava retificar era o nome do pai do meu bisavô, que em vez de Antonino, virou Antonio no Brasil.

    Mais alguém para me dar uma luz?

    Obrigada
  • @CarolinaALeite,
    era comum aparecer apenas o primeiro nome, sem o sobrenome.
    Não precisa de retificação. E, se vai transcrever o casamento dos bisavós, melhor ainda, pois estará provado que a Maria Rita é aquela que casou-se com o português.

    Na certidão do seu avô, constam os nomes dos avós brasileiros dele?
    Se constarem, nem precisaria transcrever o casamento, e teria que enviar para ACP ou VNGaia (se seu bisavô tiver sido o declarante na certidão do seu avô).
  • Até onde eu sei, constam sim. :D

    Então, se meu bisavô foi o declarante na certidão do meu avô(o que tenho quase certeza que sim), posso fazer por VNGaia sem medo? :D
    Nossa! Que ótimo, pq estou tentando retificar o nome do pai do meu bisô e, segundo o cartório, o juiz que autoriza a retificação administrativa fica colocando vários empecilhos. Vou ter que pedir para o acervo de Coimbra uma certidão narrativa, pq parece q o bonito nem tenta ler aquelas manuscritas (mesmo estando legíveis)
  • Acho que o restante do meu comentário anterior foi comido hehe. Vc saberia me dizer se o RG do meu avô precisa de uma nova via? O dele tem uns 30 anos mas está mega conservado.

    E, muito obrigada por toda a ajuda. Me tirou um peso dos ombros <3
  • @Carolina , as conservatórias pedem no máximo identidade com até 10 anos.
  • Então, vou falar com a família aqui para levarem meu avô para tirar a segunda via! Muito obrigada :D
  • Olá, pessoal,
    estou juntando a documentação para pedir a nacionalidade de minha avó, e deparei com as seguintes divergências:
    O nome de minha bisavó no assento de batismo é apenas Maria. Nas demais certidões brasileiras, Maria Conceição. O nome da mãe da minha bisavó, no assento de batismo, é Isabel Maria, e na certidão brasileira, Maria Isabel. Isso pode ser um problema?
    Muito obrigada.
  • edited August 2017
    @MARCELLA ,os assentos antigos só constava o primeiro nome.Na certidão brasileira essa divergência de Isabel Maria para Maria Conceição creio q terá q ser retificada.
  • @Vlad Pen, A divergência é Isabel Maria e Maria Isabel. Será que não passa?
  • edited August 2017
    @Marcela, desculpe eu li Maria Conceição.Olha, só tentando pra saber.Mande para Ovar q são mais flexíveis.
  • edited August 2017
    @Marcia, você disse:

    "Não precisa de retificação. E, se vai transcrever o casamento dos bisavós, melhor ainda, pois estará provado que a Maria Rita é aquela que casou-se com o português."

    No caso da minha mãe (ela é a requerente), ela vai pedir a transcrição do casamento dos avós portugueses (dela), que se casaram no Brasil. Se a transcrição for feita, então não preciso mais me preocupar em retificar documentos?

    Pq constam pequenas divergências (data de nascimento e nome composto da bisavó materna - era Maria DA CRUZ Conceição, no Brasil só ficou Maria da Conceição). Eu acredito que PD vai fazer a transcrição sem exigir retificação, mas infelizmente não estão analisando documentos por email.

    Ressalto que minha mãe tentara a atribuição pelo AVÔ, então eu entendo que pequenas divergências no lado da avó portuguesa não comprometerão o processo, né?

    Enfim, se a transcrição foi feita, então não precisarei retificar documentos para entrar com o pedido de atribuição?
  • Observo que, no caso em que eu disse isso, a pessoa gostaria de saber se precisava retificar a certidão de batismo, que contém apenas o primeiro nome do português. Contudo, não contém nenhuma outra divergência (nomes dos pais dos cônjuges estão certos e também as datas).
Cadastre-se ou connecte-se via Facebook para participar.