Conservatória mais rápida

Boa noite. Já vi que possui uma discussão com o mesmo nome, mas sem resposta concreta. Atualmente quantos dias em média o processo retorna para o Brasil concluído? E qual a conservatória mais rápida para conclusão da transcrição?

Comentários

  • @Vitor

    No momento, Ponta Delgada está sendo a melhor opção
    A conclusão do processo leva em média de 30/40 dias
    Vi uma postagem antiga
    http://forum.cidadaniaportuguesa.com/discussion/comment/42493/#Comment_42493
    Vc quer fazer a transcrição do casamento do seu avô ou a atribuição da sua mãe já foi feita e vc quer transcrever o casamento dela?

  • Maria, sim vou enviar a transcrição do casamento dos meus pais. Via DHL mesmo. de acordo?
  • @Vitor Abreu Mollo

    Sim,pode ser DHL ou EMS (sedex)dos correios
  • Ok. Documentos enviados para transcrição de casamento dos meus pais . Assim que chegar a transcrição deles envio meus documentos para atribuição. Alguma conservatória mais rápida? Será que até fevereiro/19 está pronto?
  • As certidões de casamento e nascimento para a transcrição precisam ser por cópias reprográficas?
  • @Sergio, inteiro teor apostiladas.
  • @Maria Nelida, este prazo 30/40 dias também para o pedido de cidadania?
  • @Vitor processo de atribuição de nacionalidade de filhos de portugueses demoram de 3 a 5 meses
  • Bom dia. Agora sim. Tudo organizado. Certidoes, transcrição de casamento dos pais etc etc. Alguma atualização ou novidade referente a rapidez de alguma conservatoria? Sera que consigo pra final de janeiro?? ou é dificil?? viagem marcada para 02/03/2019. Será que vou precisar tirar o passaporte aqui no br???
  • @Vitor Abreu Mollo mesmo ACP, o local mais rápido hoje, está levando uns 3 a 4 meses o processo. Muito pouco provável treinar antes disso. Depois ainda tem o tempo de fazer os documentos no consulado. Melhor providenciar o passaporte brasileiro.
  • Olá, bom dia a todos! Agradeço primeiramente a possibilidade de poder tirar minhas dúvidas neste forum muito precioso.
    Este tempo todo estive estudando várias postagens.. e consegui graças as orientações deste forum, a certidão do assento de meu Avô JAYME TENREIRO no site http://www.civilonline.mj.pt/CivilOnline/Certidao/avisoCertificadoOnline.jsp
    Minha mãe está viva, filha de Português. Pelo que vi no forum preciso fazer a transcrição de casamento de meu avô português primeiro e depois fazer a atribuição de cidadania para minha mãe. Está correto?

    Agora minha dúvida para os próximos passos, está na documentação que preciso para a
    TRANSCRIÇÃO DO CASAMENTO de meu avô:

    1-Certidão de nascimento de inteiro teor do cônjuge brasileiro( LEONTINA DE CARVALHO) (apostilada).
    Preciso realmente desta certidão de nascimento de minha Avó, ou somente averbar a mudança de nome de casamento? Pergunto porque vi algumas pessoas dizendo que não precisa.
    Ela nasceu em Bebedouro-SP. O Cartório lá não faz apostilamento. neste caso será que tem como pedir a certidão de inteiro teor, com cópia reprográfica lá e apostilar em outro cartório?

    2)-Certidão de casamento dos meus avós: JAYME TENREIRO e LEONTINA DE CARVALHO (com averbação do nome de casada: LEONTINA DE CARVALHO TENREIRO, de inteiro teor (por cópia reprográfica) , apostilada em cartório de notas
    Minha dúvida neste quesito é se precisa também da cópia digitada, ou apenas a cópia reprográfica é suficiente? (o cartório de Marília-SP não sabe dar esta informação)

    3) Certidão de óbito de Jayme Tenreiro
    Necessita ser feito neste momento, ou pode fazer depois? e precisa ser por cópia reprográfica e apostilada também?

    PARA A ATRIBUIÇÃO DA CIDADANIA de minha mãe:

    1) Certidão de nascimento de minha mãe: JURACY DE CARVALHO RUIZ, de inteiro teor (por cópia reprográfica), apostilada em cartório de notas
    2) Cópia do RG atualizado, autenticado e reconhecido firma
    3) Comprovante de Endereço autenticado
    4) formulário 1C com firma reconhecida por autenticidade
    5) Pagamento do vale postal
    6) Envio para a conservatória
    Posso enviar tudo de uma vez, ou é bom fazer separado.. a transcrição de casamento e a Atribuição?

    Muito agradecido a vocês todos
    Airton







  • @Airton.se foi seu avô foi o declarante do nascimento da sua mãe , vc não precisa transcrever o casamento dele de fizer o processo por ACP do Porto
    .
    para Atribuição da sua mãe:

    1-OK
    2-precisa ser apostilado tb.
    3-Não precisa
    4-ok
    5-Pode pagar por cartão de crédito internacional(aqui no fórum tem o tópico com as instruções)
    6-OK
    e 7- Cópia do assento do avô português
  • Vlad, por gentileza... seria este endereço, da ACP do Porto?
    Rua Visconde de Setúbal, 328
    4200-498 - Porto
    E-mails Geral: arqc.porto@dgrn.mj.pt
    Processos de nacionalidade: arqc.porto-nacionalidade@dgrn.mj.pt

    Você acha necessário enviar um email antes, com os documentos para eles vericarem, antes de postar pelo correio?
  • @Airton

    Endereço para envio do VALE POSTAL:
    (Finalidade: Manutenção de Residente)

    IRN, IP
    Rua Visconde de Setubal, nº 328
    4200-498 – Porto


    Endereços para envio dos DOCUMENTOS:

    Arquivo Central do Porto
    Rua Visconde de Setubal, nº 328
    4200-498 – Porto

    As conservatórias não fazem pré-analise de documentos
  • @VladPen , eu fiquei em duvida.. desculpe-me..mas sua informação contradiz o que foi falado no forum pela @Flavia Pires...

    @Flavia Pires, quando o português for declarante na certidão de nascimento do requerente, algumas Conservatórias podem não exigir a transcrição de casamento. Vila Nova de Gaia e Tondela não exigem, já Ovar, as CRCs do Porto e o ACP exigem (a 4ª CRC do Porto exige até transcrição dos óbitos).
  • @Airton RUIZ

    Poderia,por gentileza,postar o link dessa informação para vermos em que data foi postado?

    Algumas conservatórias não exigiam a transcrição e passaram a exigir,como Tondela

    No momento,somente o ACP do Porto não exige a transcrição do casamento quando o pai português foi o declarante do nascimento do(a) filho(a)na menoridade
  • Maria Nélida,

    FEV/17 foi o Caio:
    http://forum.cidadaniaportuguesa.com/discussion/comment/73458/#Comment_73458

    Não lembro do ACPorto exigir transcrição de casamento quando o declarante for o português.
  • @Guilherme Moreira

    Obrigada.Também nunca ouvi falar que o ACP exigia transcrição quando o pai português é o declarante
  • Essa declaração do @Caiodib foi em Abril de 2017.Os procedimentos de ACP mudaram.
  • Só para clarificar o que foi escrito à época, @Guilherme Moreira, @Vlad Pen e @Maria Nélida:
    Quando mencionei as CRCs do Porto me tinha esquecido do ACP e generalizei, e até mesmo naquela época aquilo ficou errado. Hoje já está completamente fora de sítio.

    De toda forma, peço desculpas por qualquer inconveniente causado.
  • @caiodib.. não precisa se desculpar... os procedimentos mudam de tempos em tempo nas conservatórias.
Cadastre-se ou connecte-se via Facebook para participar.