Legalização de documentos no Consulado

edited February 2016 in Consulados
Me lembro que esse assunto já foi comentado em algum lugar do fórum, mas não consegui encontrá-lo. Quando o acordo entrar em vigor (14/04/2016), simplificará bastante e será mais barato enviarmos nossos processos para Portugal.

http://www.infomoney.com.br/minhas-financas/turismo/noticia/4599361/vai-tirar-dupla-cidadania-partir-abril-pode-ser-mais-facil

Comentários

  • Puxa, Wesley, pensei que só sairia no final do ano. Que ótimo!
  • Só que a data no artigo está errada, infelizmente.

    A data correta é 14/8/2016.

    @:(
  • Ola bom dia

    Estou com os documentos para legalizar no consulado e me surgiu uma dúvida...

    Para legalizar no consulado precisa ser eu pessoalmente como sou a requerente, ou posso pedir para uma amiga que mora em são paulo ir?
    E eu morando no Paraná, posso legalizar em são paulo? Ou somente no consulado de curitiba?
  • Láh,

    O Consulado de São Paulo só legaliza documentos pelos Correios de residentes em São Paulo.

    Se você reside em Curitiba, faça direto aí.

    Lembrando que os consulados têm área de abrangência para legalizações e as certidões que foram emitidas fora da área de abrangência do consulado (geralmente interior e outros estados) precisam também ter fé pública.
  • Theresa só hj vi a resposta...

    Enviei para Curitiba... Chegou ontem lá, hj estou tentando ligar a manha toda, porque enviei as certidões e o dinheiro para legalização e SEDEX dentro do envelope da certo medo disso... Vamos ver quando conseguirei falar com eles...

    Mais alguem passando por isso?
  • Então para legalizar documentos nos consulados portugueses não precisa ser da área de emissão da certidão? (Ex. sou do Rio de Janeiro mais moro nos EUA)
  • Prezados, tenho dúvidas relativas à legalização no consulado do RJ dos documentos que vou enviar para o caso de atribuição, em PD, e espero que elas possam ajudar a outras pessoas também.

    1. Preciso reconhecer a firma dos notários que assinaram as certidões emitidas pelo estado do RJ?
    2. Uma das certidões de nascimento (a do meu pai, não descendente de português) é de Pernambuco, o que preciso fazer?
    3. É preciso mandar xerox autenticada e legalizada das certidões também, quando eu mandar o processo pra CRC?
  • 1) Sim. Deveria ter pedido a certidão já com a firma reconhecida.

    2) Telefone para o Cartório e peça a FÉ PÚBLICA do notário que assinou a certidão.

    3) As certidões brasileiras, somente as originais com a firma reconhecida do notário que assinou E com a FÉ PÚBLICA caso a certidão seja de cartório fora da área de abrangência do Consulado E LEGALIZADA NO CONSULADO.

    Ou seja, xerox não precisa.
  • Caros Boa Tarde,
    Solicitei junto ao Arquivo distrital de Bragança a certidão de nascimento de meu avô paterno e hoje recebi um email da diretora do arquivo que encontrou a certidão, porém para dar entrada no processo de naturalização, esta certidão precisa estar autenticada pelo Consulado do Brasil em Portugal.

    Encaminhei uma msg para esta Sra. para saber se eles enviariam a mesma já autenticada - pelas consultas que realizei para o cartório de Portugal este serviço é chamado de Fé Pública.

    Alguém saberia me informar como proceder neste caso?
    Agradeço!
  • @Flávia certidões portuguesas nao precisam ser legalizadas, somente as certidões brasileiras
  • Flavia,

    Complementando o que a Maria disse, até uma xerox serve.

    E se você não tiver a xerox e só tiver a INFORMAÇÃO do número do assento/ano, freguesia e concelho além da conservatória, também serve. Se nesse e-mail tiver o número do assento/ano, imprima o e-mail que também serve.
  • obrigada meninas, como não tenho a certidão tive que pedir...agora a duvida era se ela precisaria ser autenticada..
  • xerox SIMPLES.

    Você tem o número e ano do assento?
  • Bom dia!!!

    Gostaria de saber se no envelope de retorno do consulado que é enviado junto com as certidões para serem legalizadas, é necessário, além dos dados é claro, de selos para envoi pelos correios?

    Ou se isso é por conta deles?

    Muito obrigado
  • @Rafael Castro,basta o envelope.
  • edited May 2016
    Olá ,
    Estou fazendo o processo da minha sogra e preciso legalizar a certidão dela , no Consulado , pós Itamaraty . O cadastro ( CPF ) deverá ser no nome dela , ou no meu nome ( que levará a certidão ) ? Alguem sabe o valor ?Obrigada.
  • @Carla,

    o cadastro é no nome de quem detém a certidão, no caso, dela.
  • Alguém saberia dizer o que precisa reconhecer dos Diplomas e históricos? (No diploma tem várias assinaturas, só a do Reitor)?
  • edited May 2016
    Não precisa reconhecer nenhuma assinatura, somente cópia autenticada.
  • @Láh deu certo a documentação que você enviou para Curitiba? Sou do interior do Paraná e preciso encaminhar minha certidão para legalização.
    Pode me falar como vc fez?
    Obrigada
  • @Byanca,
    procure as certidões de casamento e/ou óbito dele, nessas certidões costumam ter maiores informações sobre o concelho e a freguesia onde ele nasceu, de posse dessas informações, mande um e-mail para a CRC que atua na freguesia pedindo para verificar o registo de assento dele. Foi assim que consegui a certidão do meu avô.
    Boa sorte!
  • Olá pessoal, bom dia!
    Sou de Fortaleza e estou com umas dúvidas e como já "perturbei" bastante no Consulado, recorro a vocês para me ajudarem! Após enviar email pro consulado e eles me responderem que meu processo sairia por R$ 930,00, questionei esse valor pois em todas as pesquisas que fiz, vi que a taxa é 175 Euros (claro que este valor não engloba as certidões que vou ter que apostilar e a emissão pelos correios, caso eu faça direto, o que já percebi que seria melhor)

    Email enviado:

    Muito obrigada pelas informações!
    Pra finalizar, gostaria somente de saber, o que está incluso no valor de R$ 930,00 além da taxa de 175 euros.

    Aguardo retorno.

    ----------------------------------------------------------------------------
    RESPOSTA RECEBIDA
    Prezada Andréa Lima

    Informo que a taxa para a atribuição de nacionalidade ocorrida no estrangeiro para maiores de idade, foi alterada para 220 euros (art. 22º.1.a).

    Para além da taxa do pedido, ao valor se acresce taxa diversas como registo de nascimento do nacional (art. 15.1), confirmações de documentação, diligências oficiosas, receção e encaminhamento de pedidos (art. 76º) e portes de correio e comunicação (601)


    Com os melhores cumprimentos,
    ----------------------------------------------------------------------------
    Então fiquei em dúvida... se o Consulado não autentica mais os documentos, como vai me cobrar pelo "registro de nascimento do nacional"? E essas demais taxas... alguém sabe a que se refere? E essa Lei, onde posso encontrar pra ler se é isso mesmo?

    Agradeço
  • Realizamos dois processos de atribuição de nacionalidade primeiro para a avó do meu genro demorou 6 meses depois para a mãe do meu genro, demorou outros seis meses todos pelo Consulado do Rio de Janeiro .Interessante para fazer averbação da avó não tínhamos conseguido localizar a certidão de nascimento do avô e o consulado deu prosseguimento assim mesmo no processo, informando que o nome da avó sairia com nome de solteira em qualquer registro.
    No no caso da mãe demos entrada sem averbar o casamento da avó e tudo correu bem Demorou 6 meses
    A agora fomos fazer uma averbação de casamento, Demoramos dois meses para tentar marcar não havia data disponível, finalmente ontem dia 30/07/2017 conseguimos uma desistência para o dia seguinte hohe1/8/2017 O que foi fácil pois já tínhamos a taxa paga.
    Hoje ao compareceu ao consulado ficamos muito surpresos, pois conseguimos averbar o casamento em 15 minutos e já saímos do consulado com a cópia da certidão de casamento averbada e o agendamento do cartão cidadão para daqui a 2 dias é inacreditável
Cadastre-se ou connecte-se via Facebook para participar.