Atribuição pelo ACP Porto (informações e Processos)

13738404243769

Comentários

  • edited November 2015
    David, originalmente chegaram 25/09. Sr. Mario me enviou um email quarta passada pedindo a certidão de casamento de meu bisavô, e neste mesmo dia enviei. O documento adicional chegou lá ontem. Hoje ele me enviou o número do processo.
  • O cartório falou que a data do livro é essa mesmo, e só fazem outra sem cobrar nada apresentando a "errada". Bacana esses cartórios!
  • @Marcelo e @David, vocês sabem me dizer se quando é informado o número do processo, significa que os documentos estão em ordem? Ou ainda corre o risco de pedirem algum documento complementar?
  • quando tem o número é porque o processo foi aberto
  • Faz um novo RG Patrícia.
    Se tá no livro assim eles não vão mudar. O RG é que fez errado.
  • Então só que não, e porque apresentando a anterior ela faz uma nova mesmo a data do livro estando errada? To achando que ela tá me enrolando.
  • @Luan acho que não tem relação. Pode ter número e cair em pendência. Mas acho que quando numera significa que fez uma análise básica e verificou o pagamento do vale, isto é, descontou a grana enviada.

    Aí na segunda etapa analisam os documentos com detalhes e estando tudo OK dão como despachado, para então gerar o número de assento. Acho que o número de assento depende do sistema assimilar o processo, porque quando ligamos na Linha Registos eles informam que está prestes a ser gerado, algo assim. Mas também não tenho certeza.
  • edited November 2015
    @Patricia, ela pode estar te enrolando sim, é verdade, questione isto tipo: "E você vai colocar a data que eu disser e não o que consta no livro?! Isso não é ilegal?"

    Mas se você quer RESOLVER isso, é melhor você fazer uma nova Identidade pro seu avô, é mais rápido e resolve a questão, que é o que lhe interessa neste momento para que Portugal seja concluído.
  • não é meu avô, é pro meu pai... e no caso eu teria que tirar uma nova certidão mesmo que simples para tirar outro RG né e o doc ficaria realmente errado dai. Não sei.
  • Luan e David,
    quando eles numeram, dão "entrada" no processo, o que só acontece depois de descontar o vale.
    Mas aí é que vão analisar os documentos.

    Então, depois de ter o número do processo, pode ter alguma pendência.
    Só não tem pendência alguma, quando o processo está despachado (o despacho é o aval do Conservador).
    Depois de despachado, o processo fica aguardando o registo no sistema.
    Esse registo é feito por um funcionário, não é automático. Alguém tem que gerar o assento de nascimento.
  • Patricia, você não pode ir ao cartório? A certidão de casamento do seu pai mostra a data certa ou errada?
    Isso parece erro do cartório.
  • A antiga simples está 1967, bem como todos os docs do meu pai. A de inteiro teor que já enviei está 1968. E por telefone a escrevente disse que consta no livro 1968. Mas falou que eu teria que levar a que ela fez para emitir uma nova, isso que acho estranho, porque se o livro está 1968 ela não errou. Parece que não quer admitir que errou. Acho que se eu for lá e tiver certo dou com o livro na cabeça dela.
  • Patrícia,

    você não tirou foto, ou scaneou os documentos que enviou ao ACP?
    Poderia mostrar no cartório.

    Poderia pedir ao ACP para te mandar por email a foto da certidão com a data errada, mas acho que eles não fariam isso. Estão atolados de trabalho.

    Vai lá no cartório e conversa, sem raiva. Porque se chegar lá brigando, você não vai conseguir nada.
  • Marcia, eu tirei, mas a escrevente disse que confere com o livro.
  • @Marcia, uma pequena dúvida. Você enviou o vale postal no nome da "conservatória de Ponta Delgada" ou no nome de alguém que trabalha lá?
  • @Marcelo, não se envia Vale Postal nominalmente à funcionários, por diversas razões.

    Sempre envie em nome do lugar + endereço
  • edited November 2015
    Pois é. Pro ACP eu enviei no nome do Sr. Mario, e talvez por isso (talvez porque o Sr. Mario estava de férias?) é que demorou tanto em relação à outros que chegaram depois.

    Obrigado, David.
  • Marcelo,

    enviei, tanto o Vale, como o SEDEX EMS para:

    Conservatória do Registo Civil de Ponta Delgada
    Praça Gonçalo Velho, 12 2o
    Ponta Delgada
    Portugal
    9500-063

    Não pode colocar em nome de nenhum funcionário, pois o vale deve ser descontado pela instituição.
  • edited November 2015
    Obrigado Marcia, boa referência.

    No caso, não se deve, porém, é possível colocar no nome de um funcionário. Em teoria pode ocasionar problemas, e não recomendo, porém foi assim que eu fiz com o vale do ACP, colocando no nome do Sr. Mario. Não sei se foi isso que causou a demora adicional da numeração do meu processo. Para o próximo não o farei, entretanto.
  • Olá! Bom dia! Para pedir a atribuição alem das certidões e preciso de copia do rg do solicitante?
  • edited November 2015
    @Marcelo isso não foi o que causou a demora, outrossim ele sequer teria aceito. A razão de não colocar nome de funcionário é que, além de arriscado, é tecnicamente ilegal. Imagina se o cara saca o dinheiro pra ele? Imagina que o cara morre, se aposenta, é transferido... São diversas as possibilidades e aí você perderia sua grana, entende? Então o correto é mesmo enviar em nome do Registro Civil para onde se está solicitando o serviço. Por isso mesmo há vez em quando um debate por aqui sobre isso, porque há agências dos Correios brasileiros que, de maneira errada, informam que não é possível enviar para um lugar, sendo "obrigatório" enviar para uma pessoa, o que é mentira. Então até nisso temos que caçar uma agência que faça como deve ser.

    @Philipe http://www.cidadaniaportuguesa.com/documentos/
  • Davi! E para a minha avo Ela tem o nome diferente no rg no caso do segundo casamento dela! Eu sou produto do primeiro casamento dela! Eu acredito que terei que justificar a mudanca de nome pelo que eu ja li aqui no formum!! Esses documentos que provam a mudança de nome tambem tem que ser legalizados no consulado? Ela tem 3 nome o atual tenho como provar tenho as duas certidoes de casamento dela ela nao tem mais o nomque de casada que tinha quando casou com meu vo! Pretendo fazer tudo pelos correios!
  • @Philipe
    você está fazendo atribuição para sua avó?

    Sua explicação foi confusa. Ela se casou DUAS VEZES?! Creio que não era possível antigamente, não entendi.
    Ou ela casou-se e depois separou? Coloque mais detalhada a dúvida.
  • Sim david ela se divorcio. E casou de novo entao ela mudou de nome duaz vezes entao ela ja teve 3 nomes diferentes de solteira e dois dos casamentos a minha duvida, como proseguir a atribuicao que e de interese da minha avo e da minha mae filha do primer casamento e meu tambem! Para te aclarar minha avo tem hoje o nome que foi mudado no segundo casamento tenho as duas certidoes de casamento dela se for preciso mandar copia do rg sairiam com nomes distintos nos dois documentos! o que se deve fazer nesse caso?
  • Que caso mais complicado... Realmente não sei com exatidão.
    Mas vamos passo a passo.

    Primeiro sua avó tem que virar portuguesa.
    Então tem que atribuir ela, portanto enviar cópias AUTENTICADAS das certidões de casamento, para justificar a mudança do nome no RG. Caso o nome do RG seja IGUAL ao nome da certidão de nascimento de inteiro teor, não precisa. Caso seja diferente, sim.

    Qual o nome no RG atual, o nome na certidão de nascimento e o nome nas certidões de casamento, pode postar?
  • Nome solteira: Marilena moreira villaça
    Nome 1 casamento:
    Marilena villaça dos santos
    Nome 2 casamento e atual: Marilena villaça lima!
    Esse e o enredo! E ai da samba?
  • Philipe, qual o nome no RG atual e o nome na certidão de nascimento de inteiro teor atual dela?
    O casamento consta averbado nesta certidão de nascimento?
  • edited November 2015
    Boa tarde amigos!!!
    Estou iniciando o processo para a cidadania de minha mãe.
    O pai dela português e já estou com a certidão de nascimento dele em mãos.
    Por tudo que vi preciso:
    Solicitar uma certidão de casamento de inteiro teor do meu avô (casou-se no brasil com uma brasileira);
    Certidão de nascimento de inteiro teor da minha mãe;
    Ir ao consulado para fazer a transcrição do casamento;
    Depois iniciar o processo de cidadania de minha mãe.
    O meu avô é falecido
    É isso gente.
    Help
  • Atual: marilena villaça lima
    Nascimento: marilena moreira villaça eu pedi para nao atualizar os dados na certidao que ja fiz o pedido fiz pelos dados da certidao do primeiro casamento dela pela incerteza do que fazer nao atribui nada!
  • edited November 2015
    @Fernando
    se o pai de sua mãe é português e DECLARANTE do nascimento dela, basta o seguinte:

    1. Certidão de nascimento de inteiro teor ATUAL (de sua mãe) LEGALIZADA no consulado
    2. Preencher Formulário 1C e RECONHECER ASSINATURA PRESENCIALMENTE em Consulado ou Cartório
    3. Xerox autenticada de RG atual
    4. Se sua mãe casou e mudou o nome, colocar também uma CÓPIA AUTENTICADA da certidão de casamento
    5. Vale Postal no valor de 175 euros
    6. Não precisa da certidão do pai dela (português). Se você sabe o número do assento/ano dele, basta informar isto no Formulário 1C.

    Transcrição do casamento dela só se faz DEPOIS que ela virar portuguesa.
    E não faça pelo Consulado, faça o processo enviando para portugal (Arquivo Central do Porto), que é mais veloz e bem atendido que pelos Consulados.
Cadastre-se ou connecte-se via Facebook para participar.