Atribuição pelo ACP Porto (informações e Processos)

13637394142769

Comentários

  • @David, o mesmo aqui. Eles me pediram a certidão de casamento de meu bisavô Português, enviei quarta passada, chegou lá hoje. Espero ter novidades esta semana.
  • Comigo não pediram nada ainda, não entendo a demora ou a perda de tempo em me responder que não há novidades, risos. Podiam estimar que está para concluir dentro de algumas semanas, sei lá...
  • Adicione o fato de que está praticamente impossível falar com eles via telefone, realmente é meio desesperante. Ainda não consegui decifrar a lógica do ACP.

    Pra próxima vamos de Ponta Delgada ;)
  • Os processo de minha mãe e tia são bem simples, enviei tudo que é necessário, mas como tem levado agora até 2 meses, ainda tenho 15 dias de espera para entrar nesta nova realidade de prazos do ACP.

    E certamente minha atribuição será via Ponta Delgada, sem pensar duas vezes, risos!
  • David, estou na mesma situação! Acho q vou ligar pra linha de registros, já tem mais de 1 semana q a Ana e o Mario me responderam.
    E com certeza tbm vou fazer a minha via Ponta Delgada!
  • Alguém aí está pelo Oporto pra ir até o ACP e perguntar ao Sr Mario e à Sra Ana pessoalmente? Eu faço a lista de processos aqui ;)

    Há um certo sarcasmo neste post, porém, se alguém realmente está por Portugal, poderia realmente dar uma olhada!
  • @Andressa seu processo só faltava o número de registro de assento, correto? Já ligou na Linha Registos?

    @Marcelo não adianta nada isto, inclusive pode ser pior... sério mesmo. Eles estão com novos prazos, algo acumulou, mas vamos aguardar... Se sair em 2 meses tá ótimo, visto que Lisboa está uma tragédia. Pelo menos temos o consolo de Ponta Delgada, que é extremamente ligeira :)
  • David, isso mesmo! Agora eu ligo pra lá e pergunto se já está pronto, é isso?
  • A AC Porto está complicada mesmo. Ontem, dia 2/NOV, meu amigo telefonou às 9h00 para o sr. Mário e a atendente não passou o telefone porque ele estava atendendo ao público. Mandou que retornasse a ligação às 17h00.
    Hoje às 9h00 ele tentou e conseguiu falar com o sr Mario.
    O problema é que ele já havia enviado 3 emails durante o último mês e o sr Mário não havia respondido a nenhum. Durante o telefonema, o sr Mario abriu o email e NAQUELE MOMENTO é que foi analisar a situação do meu amigo (necessidade de retificações?) pela primeira vez.
    Foram quase 15 minutos em silêncio numa ligação internacional em horário comercial.
  • @Andressa sim. O seu já deve estar concluído há tempos. Ligue e forneça número do processo e pergunte se já está concluído. Se a resposta for sim, peça o número de assento.
  • Pois é @Theresa. O processo de minha mãe chegou dia 18/09, foi numerado apenas em 19/10! Mais 15 dias e serão já 2 meses de espera. Vamos aguardar... É isso sem nenhum problema de retificações.
  • Fernando Matia,

    quando perguntei ao ACP há um tempo atrás, se eu tinha podia pedir a nacionalidade dos meus filhos, sem transcrever meu casamento, a Ana Santos respondeu:
    "Deve dar entrada do seu processo primeiro e só depois de ter nacionalidade portuguesa e transcrever o seu casamento é que deve dar entrada dos seus filhos."

    Ou seja, eles têm orientação para que todos os portugueses mantenham atualizados seu estado civil.
    Por isso você obteve a resposta "É de toda a conveniencia fazer primeiro a transcrição do casamento, assim evitar-se-á que do assento de nascimento conste o estado civil dos pais "solteiros", quando na realidade eram casados"

    É praxe responder desse jeito.
    Porém, não têm com deixar de atribuir a sua mãe, mesmo sem o casamento dos seus avós, se o seu avô for o declarante na certidão dela, for o português e a sua avó não for portuguesa.
  • Ah! A Lúcia Medeiros é o sr Mário de Ponta Delgada. :)
  • edited November 2015
    @marcia voce teve dificuldade com a lei portuguesa de nacionalidade de 1959 que diz que portuguesa que se naturalizou em otro pais por casamento perde a nacionalidade portuguesa! Vou começar o proceso pela minha bisavo! E estou com essa duvida cruel! Ela casou antes de 59
  • Philipe,
    nasci no Brasil e acabo de ter minha dupla cidadania porque meu avô era português, e passou pro meu pai e depois para mim.

    Li o tópico e vc abriu "Lei 1959" e acho que a Theresa está certa.
    Pelo que entendo, ela só perderia a nacionalidade portuguesa caso tivesse se manifestado neste sentido.

    Acho que se vc buscar em Portugal a certidão da sua bisavó, terá como saber a situação dela por lá e só então, poderá ver o que é possível ser feito. Tomara que dê tudo certo!
  • Sim ja localizei a certidão dela e não esta averbada ja foi informatizada um dia a latinoamerica chega nesse nivel de eficácia! agora a minha duvida e se faço o tento pular a averbação da minha bisa! No momento não estou no brasil pretendo fazer quando eu chegar aprox em um mes ja estou com os documentos localizados! @marcia se eu averbar ela se corre o risco de ser declarada como não cidadão por dita lei?
    Grato!
  • Meu bisavo era italiano tambem naturalizado brasileiro!
  • @Philipe por favor não coloque suas dúvidas em quinhentos tópicos, isso atrapalha o bom funcionamento do fórum. Vi que você postou seu caso em outro tópico, peço que mantenha a discussão por lá.
  • Em 1º lugar, @Wesley muito obrigado pelas informações de contato com a ACP lá atrás.

    Em 2º lugar, @Marcia essa sua descoberta é espetacular. Obrigado por compartilhar conosco.

    Abs.
  • Surgiu uma dúvida ontem falando com meu irmão. Depois que ele fizer a atribuição dele, faremos para meus sobrinhos. Porém meu irmão nunca foi legalmente casado com minha cunhada, apesar de terem vivido juntos por uns 15 anos (agora já não estão mais juntos). Como ele foi o declarante na certidão dos filhos isso não vai interferir no processo dos meus sobrinhos, correto? Obs. Um deles é maior de idade, a menina é menor.
  • Michele,
    não tem problema, já que ele foi declarante na certidão dos filhos.
    No processo de atribuição, não se envia certidão de casamento dos pais.
    Nada será cobrado.

    A única diferença será que, para a menina (menor), o processo será gratuito (ufa!), e para o menino, custará os 175 Euros.
  • Atualização:

    Acabo de receber o número de processo através de um email do Sr. Mário. Lembrando que eu remeti um documento adicional a semana passada. Espero que agora já não demore muito para finalizar ;)
  • Aff to arrasada! Acabei de receber um novo e-mail da Ana anexando uma cartinha do Sr. Mario dizendo que a data de nascimento do meu pai não bate (certidão e RG) e acabei de ver essa cagada!! Que ódio.
  • @Patricia, o ACP está atribuindo o seu pai ou você?
  • Bom, se eles estão respondendo os emails é sinal de que as coisas começaram a andar (estão tocando os processos e respondendo os emails), não acham?
  • Foda vai ser ter que tirar outra certidão inteiro teor e legalizar de novo e mandar pra lá. Puta preju
  • edited November 2015
    Pois é, erro de cartório é fogo. Uma vez colocaram meu nome errado em uma certidão de nascimento de inteiro teor, acredita? Tem que ter muita atenção antes de aceitar um documento.

    O negócio é fazer isso o mais rápido possível. Eu também tive que remeter um documento adicional semana passada.
  • A minha veio pelo correio.. Eles te fizeram outra sem ter que pagar novamente? Nossa que raiva.
  • @Patricia você tem que conferir assim que receber.
    Já passou muito? Como veio pelos Correios você pode tentar pedir que o cartório corrija sem custo.... Mas se já passou muito... Torça pro cartório ser legal. Aconteceu isso com a da minha avó e eu consegui sem custo e num tempo recorde

    Aliás, @Patrícia e @Marcelo, os documentos de vocês chegaram lá no ACP que dia? Só pra eu saber quanto tempo vocês já estão na espera.
Cadastre-se ou connecte-se via Facebook para participar.