Divergência na certidão de nascimento e casamento

Ola! Estou ajudando meu sogro na coleta de documentos para que ele possa solicitar a cidadania, porém surgiram algumas divergências nas certidões de nascimento e casamento. Vamos la: meu sogro é filho de portuguesa, Elda da Conceição Gomes (nome de casada) - Elda da Conceição Cardoso (nome de solteira que consta na certidão de casamento). Na certidão de nascimento adquirida pelo registro civil online consta: Elda da Conceição (sem sobrenome), não tem o nome do pai. Ela era da freguesia de Queimada no concelho de Armamar. Ainda tem a divergência na data de nascimento: 22/09/1929 e na certidão de casamento: 29/09/1929. Ela veio com a mãe quando tinha 1 ano e meio. A mãe veio solteira para o Brasil, com o nome de solteira também, Belmira da Conceição como consta na certidão de nascimento da mãe do meu sogro. Temos que retificar os documentos? Estou perdida depois dessas divergências. Agradeço desde já a ajuda.

Comentários

  • edited August 2018
    @Natalic no registro de nascimento só veio o primeiro nome "Elda da Conceição" e o "Gomes" e "Cardoso" pelo que entendi, veio do marido ou do pai e portanto acredito que não há necessidade de retificação, nem no nome e nem na data de nascimento.Envie junto a certidão de casamento de inteiro teor apostilada para comprovar essa mudança no nome.
  • Obrigada @Vlad Pen! Foi isso mesmo a questão do sobrenome dela aqui no Brasil. Aproveitando seu auxilio, como os pais do meu sogro são falecidos devemos fazer a transcrição de casamento deles e o obtido dela? Quem registro meu sogro foi o pai. Obrigada mais uma vez:)
  • @Natalic se fizer o processo em ACP do Porto, não precisa transcrever o casamento e nem o óbito do pai do seu sogro.
  • Ola @Vlad Pen, tive que parar o processo mas agora estou retomando. Estava pesquisando no fórum e vi que como o pai foi o declarante, o casamento devera ser transcrito. Eh isso mesmo? Estou com a certidão de casamento de inteiro teor dos pais dele. Obrigada novamente
  • edited February 10
    @Natalic se o Português foi o declarante do nascimento do filho, não é necessário transcrever o casamento pela conservatória ACP do Porto.
  • Natalic,

    como a mãe do seu sogro é a portuguesa é necessário transcrever o casamento.
  • Obrigada. Darei sequência!
Cadastre-se ou connecte-se via Facebook para participar.