Avós portugueses. Casados no Brasil. Segundo casamento de ambos. Primeiro casamento com brasileiros

Bom dia a todos. Em primeiro lugar, meus sinceros agradecimentos a esse fórum maravilhoso que tem orientado me em minhas buscas para minha cidadania portuguesa. Meus dois avós são portugueses, já falecidos. Passei alguns meses procurando pelos assentos de batismo. Foi uma emoção enorme encontrá-los graças a orientação dos membros desse fórum.
Tanto meu avô quanto avó casaram com brasileiros em seu primeiro casamento. Ambos ficaram viúvos. Encontraram anos depois e casaram se novamente no interior de São Paulo. Pedi a certidão de casamento de inteiro teor dos dois onde consta em sua descrição além do casamento deles, os casamentos anteriores de ambos.
-Minha dúvida é da necessidade de transcrever os casamentos anteriores de ambos com os respectivos brasileiros. Se sim, tenho que enviar também as certidões de nascimento dos brasileiros desse dois casamentos anteriores?
-Caso tenha que transcrever os dois casamentos anteriores, envio os documentos dos três casamentos (dois anteriores e o dos meus avós), ou terei que fazer um de cada vez?
-Terei que transcrever as certidões de óbito de cada cônjuge dos primeiros casamentos?
-Na certidão de casamento, a data de nascimento da minha avó está errada. Colocaram a data de batismo dela e não de nascimento. Se transcrever por Ponta Delgada, terei algum problema?
Agradeço já de antemão.

Comentários

  • @Varenga,

    sim, precisa transcrever os casamentos anteriores. O correto é transcrever o primeiro casamento de cada um, enviando em anexo aos documentos, a certidão de óbito do cônjuge (imaginando que ambos ficaram viuvos, e não se divorciaram). Aí, os casamentos serão transcritos e dissolvidos imediatamente pela viuvez.

    Precisará assim:
    das certidões de casamento e das certidões de nascimento dos cônjuges.

    Mandar os processos separadamente (pode ser na mesma remessa, mas em envelopes pardos separados).
    Ou seja, poderá mandar na mesma remessa as 3 transcrições (dentro do envelopão do SEDEX EMS, 3 envelopes pardos).
  • @Marcia,
    Obrigado pela pronta resposta.
    Realmente cada um dos meus avós ficaram casados em seus primeiros casamentos até a viuvez.
    -A Certidão de óbito a qual necessito anexar precisa ser de inteiro teor e apostilhada?
    -Quanto ao fato da data de nascimento de minha avó estar errada (colocaram a data de batismo), qual a sua opinião?
    -Algum lugar que você recomenda pra dar entrada nessas transcrições?
    Agradecido.
  • @Varenga,

    - sim, certidão de óbito dos respectivos cônjuges, de inteiro teor e apostiladas.
    - não creio que isso seja um problema
    - transcrições de casamento podem ser feitas em Ponta Delgada.
  • @Marcia, bom dia,
    Tenho a certidão de batismo de ambos avós portugueses. Na transcrição do casamento deles é necessário enviar a original enviada dos arquivos distritais, ou pode ser uma cópia?
    -Se for original, é necessário apostilar?
    -Caso tenha que enviar a original, terei que pedir outras certidões de batismo para quando chegar o momento do pedido no processo de atribuição?
    Obrigado e boa semana.
  • @Varenga para transcrição de casamento vc envia as cópias da certidão de batismo, para a atribuição vc envia a cópia original de um dos avós.
  • @Vlad Pen,
    Obrigado pela pronta resposta.
    -Cópia da certidão de batismo para transcrição não precisa ser autenticada?
    -Para pedido de atribuição, mesmo os dois avós sendo portugueses, ainda assim envia somente de um dos avós?
    Boa semana!
  • @Varenga não precisa autenticar a certidão de batismo
Cadastre-se ou connecte-se via Facebook para participar.